Resenha: livro "O cérebro com foco e disciplina", Renato Alves

 Olá pessoal, tudo bem com vocês? No post de hoje venho comentar minha experiência de leitura com o livro "O cérebro com foco e disciplina", escrito pelo Renato Alves e publicado em 2014 pela Editora Gente.

Resenha, livro, O-cérebro-com-foco-e-disciplina, Renato-Alves, opiniao, trechos

 "O preço que se paga pelas distrações é sempre muito alto, contabilizado em tempo, dinheiro e disposição. Para que você tenha ideia dos impactos causados pelas distrações, em 2005 , a American Psychiatric Association (APA) apresentou uma pesquisa comprovando que apenas nos Estados Unidos são gastos cerca de 77 bilhões de dólares todos os anos com prejuízos causados por distrações e esquecimentos no trabalho. (...) E, por mais que a humanidade desenvolva soluções eletrônicas, tudo indica que esse número vai piorar. Afinal de contas, quanto mais utilizamos soluções eletrônicas, menos usamos nosso sistema natural; e, quanto menso estimulamos nosso cérebro, mais preguiçosos e esquecidos nos tornamos." (página 17)

 Eu já havia visto uma palestra do Renato Alves, resumidamente um especialista em memorização, na faculdade e gostado bastante do que ele disse. Por isso fiquei bem animada para realizar a leitura desse livro que foi enviado pela editora, além disso sempre me interesso por descobrir como me tornar uma pessoa com mais foco e disciplina.

 "Estudos mostraram que o ser humano capaz de realizar uma tarefa por vez até o fim é mais eficiente, rápido e assertivo do que aquele que fica perdido ao tentar realizar várias ao mesmo tempo" (página 134)

 Com uma linguagem clara, o autor compartilha seu conhecimento sobre o que pode atrapalhar a nossa concentração. Numa sociedade cada vez mais cheia de estímulos por todos os lados e para todos os sentidos, fica difícil se manter focado e ser disciplinado para realizar as tarefas do dia-a-dia do início ao fim, o que pode gerar frustração.

 "Hoje, principalmente nos grandes centros, é raro encontrar alguém que viva momentos de paz mental; momentos em que seja possível se concentrar e dirigir a energia e o foco na realização de tarefas de fato importantes. Os poucos lapsos de consciência e lucidez sobre prioridades que muitas pessoas experimentam em geral acontecem no lugar errado, na pior hora possível." (página 11)

 Eu sempre leio livros sobre aperfeiçoamento pessoal com atenção redobrada para não perder nada, e após finalizar a leitura, acredito que eu não seja realmente o público alvo de "O cérebro com foco e disciplina", já que moro numa cidade tranquila e tenho uma rotina mais calma, além de no meu curso na faculdade já ter tido alguma orientação no sentido de conseguir ter um rendimento melhor (disciplina é indispensável para um aluno que estuda à distância). Sendo assim, essa foi uma leitura que serviu mais para me fazer relembrar coisas que já aprendi e ficar atenta para combater as distrações prejudiciais do que para aprender coisas novas, mas é uma obra que recomendo para todos que sentem que não são mais donos do seu tempo ou que se sentem cansados mentalmente.

 "Uma mente desgovernada e recheada de pensamentos desconexos causa a paralisia do poder de realização. A pessoa ainda tem projetos, sonhos, objetivos, mas não tem forças para realizá-los pois está perdida em seus devaneios. Desse modo, quando começamos a atender a estímulos que roubam alegremente nossa atenção, inicia-se o processo de morte dos sonhos." (página 78)

Resenha, livro, O-cérebro-com-foco-e-disciplina, Renato-Alves, opiniao, trechos
Resenha, livro, O-cérebro-com-foco-e-disciplina, Renato-Alves, opiniao, trechos

 Com uma capa agradável e com acabamento brilhante (tipo que gosto bastante), páginas amarelada, diagramação com letras, margens e espaçamento de bom tamanho e uma boa revisão, "O cérebro com foco e disciplina" pode ser uma leitura rápida por não ter um número extenso de páginas e capítulos.

 Detalhes: 160 páginas, ISBN-13: 9788573129878, Skoobcompre no site da editora.

 "Você não pode condicionar o estado de felicidade à conquista de algo. Isso é ser injusto consigo mesmo, porque felicidade é um estado mental gratuito, deve ser livre. Você não precisa conquistar nada para ser feliz, basta sentir-se feliz. Pronto. Simples assim!" (página 136)

 Por hoje é só, espero que tenham gostado do post de hoje. Me contem: já conheciam o livro ou o autor?

- Participe dos sorteios do blog e concorra a muitos livros, clique aqui.

Me acompanhe nas redes sociais:
2 comentários via Blogger
comentários via Facebook

2 comentários

  1. Acho que preciso ler esse livro, pra ter mais foco e disciplina no meu trabalho rsrs Dica anotada!

    Marquei você em uma TAG lá no blog:
    http://www.vicioseliteratura.com.br/2017/05/tag-frases-de-mae.html

    ResponderExcluir
  2. Mari!
    É sempre bons que nos fazem aprimorar nossa concetração e disciplina, porque é mais que verdade que temos estímulos demais e ficar focada, é complicado.
    FELIZ DIA DAS MÃES!
    “Sê humilde para evitar o orgulho, mas voa alto para alcançar a sabedoria.” (Santo Agostinho)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE MAIO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar :)!!! Sua opinião é muito importante para mim. Tem um blog? Deixe seu link que visitarei sempre que possível.
*comentários ofensivos serão apagados

Topo