Resenha: livro O Segredo de Indie, Tara Taylor e Lorna Schultz Nicholson

 Olá pessoal, tudo bem? O livro da resenha de hoje é O Segredo de Indie, escrito pelas canadenses Tara Taylor e Lorna Schultz Nicholson e publicado no Brasil pela editora Butterfly em 2015.

Resenha, livro, O Segredo de Indie, Tara Taylor, Lorna Schultz Nicholson, Butterfly

 "Por que eu tinha que ficar ouvindo aquelas vozes e tendo aquelas visões se não podia ajudar?" (página 213)

 A história  se passa na década de 90, no Canadá, e é narrada em primeira pessoa por Indie, uma garota de 17 anos, que estava no final do Ensino Médio, morava com os pais e um irmão mais velho e tocava guitarra. Aparentemente, uma garota comum, mas ser comum era exatamente o que Indie mais queria.

 Desde criança, Indie via fantasmas, ouvia vozes e tinha visões onde descobria o que aconteceria no futuro. Apenas seus pais e sua melhor amiga sabiam desse seu dom. Por já ter tido problemas com pessoas que não entendiam suas capacidades especiais, ela se sentia mal por ser diferente e preferia manter seu dom em segredo. Essas visões acabavam deixando a garota muito cansada, esgotando sua energia, e até afetando sua saúde.

 "Ainda me lembrava do que meu pai havia dito um dia, quando minha mãe chegou do médico comigo:
 - Mas como uma criança pode ter úlcera? Ela devia é estar brincando com suas bonecas,andando de bicicleta e desenhando com outras meninas de sua idade.
 - Sim. Só que ela é ma criança que internaliza todos os problemas - minha mãe respondeu." (página 61)

 No livro, vemos quando Indie tem uma visão sobre o namorado de sua melhor amiga, ela fica na dúvida se conta ou não, e por causa disso, a amizade das duas é abalada. Nessa mesma época, Indie se apaixona por um garoto novo na escola: John, que tem um estilo diferente (ele ia pra escola de chinelos!). Indie teme que se John descobrir seu segredo, não vai querer ficar com ela, já que quem iria querer namorar uma garota esquisita e maluca. Era assim que ela se via, como uma aberração, afinal, era assim que algumas pessoas reagiam ao saber que ela era diferente.

 "Incrível pensar que algo tão suave como uma gota d'água podia se transformar em algo sólido e gelado em  uma fração de segundo. Era como John: tão terno e suave num instante e, em outro, frio e insensível." (página 221)

 No decorrer de mais ou menos 6 meses, tempo em que a história se passa, Indie vai descobrir que John também tem seus problemas, vai sofrer pela ausência de sua melhor amiga, e muita coisa acontecerá, fazendo com que ela evolua e entenda melhor o seu dom.

 "Se você tenta morrer, acaba voltando exatamente para a situação em que está. Tem que voltar e passar por tudo isso novamente, Indie. Não há escolha. Não se pode simplesmente pular uma capítulo da história." (página 243)

 O Segredo de Indie foi um livro diferente do que eu imaginava e do qual gostei bastante. Foi uma leitura rápida e muito agradável, consegui imaginar as cenas e os cenários descritos com facilidade. Gostei e compreendi a Indie, seu dom lhe causava problemas e parecia não lhe trazer nenhum benefício, deve ser difícil saber que algo ruim vai acontecer e não poder fazer nada para evitar.

 "Havia dias em que eu tinha umas vinte visões, outros em que só me vinham imagens desconexas e, quando eu estava ocupada com muitas coisas ao mesmo tempo, nenhuma. Mas nada a meu respeito, nunca! Algumas visões eram tão intensas que eu tinha fortes dores de cabeça, como no caso daquela com Burke e Amber. Já outras eram rápidas, como a do uniforme, e desapareciam em um instante." (páginas 42 e 43)

 Mais do que a questão da paranormalidade, do sobrenatural, o que mais gostei no livro foram seus personagens imperfeitos e próximos da realidade, que erram, mas tentam evoluir ao longo da trama. Tem uma frase de um dos meus livro preferidos (As vantagens de ser invisível, Stephen Chbosky) que diz: "a gente aceita o amor que acha que merece", Indie e sua melhor amiga eram assim, aceitavam menos do que mereciam, e nesse ponto a obra serve de alerta para os leitores (principalmente as adolescentes), para que reflitam sobre suas próprias vidas, para que não aceitem relações onde tenham menos do que merecem, para que não se deixem dominar. Indie conseguiu perceber em tempo, mas não sem sofrimento, que estava num caminho errado. Mas quantas garotas não percebem? Acho que essa foi a mensagem mais marcante que as autoras passaram.

 Outro fato favorável, foi a protagonista ter uma melhor amiga, mas ter também outras colegas com quem podia se relacionar; ela tinha uma boa família, especialmente sua mãe era legal, Indie também gostava de animais. Tudo isso fez com que a personagem tivesse uma vida mais parecida com a de outras garotas pelo mundo, se tornasse mais próxima da realidade.

Resenha, livro, O Segredo de Indie, Tara Taylor,  Lorna Schultz Nicholson, Butterfly, fotos, trechos, quote, visões
Contracapa, Resenha, livro, O Segredo de Indie, Tara Taylor,  Lorna Schultz Nicholson, Butterfly, fotos, trechos, quote, sobrenatural, 1997
Resenha, livro, O Segredo de Indie, Tara Taylor,  Lorna Schultz Nicholson, Butterfly, fotos, trechos, quote, sobrenatural, 1997

 A capa do livro foi o que me fez querer lê-lo inicialmente, e é ainda mais linda pessoalmente do que nas fotos, aliás, o livro é lindo de se ver! É dividido em 3 partes, subdivididas em capítulos. As páginas são amareladas, tem letras, margens e espaçamento de bom tamanho. Só a revisão podia estar melhor. No final, tem uma pequena entrevista que a Lorna fez com a Tara, já que a história foi inspirada em algumas situações pelas quais a Tara passou.

 O Segredo de Indie termina de forma satisfatória (gostei bastante do final), no exterior já foi lançada uma continuação, intitulada Becoming Indigo (que eu certamente vou querer ler quando for publicada no Brasil), mas ressalto que o primeiro livro tem um desfecho.

 Detalhes: 296 páginas, ISBN-13: 9788568674017, tradução: Yma Vick, Skoob (minha nota: 4/5), Facebook. Onde comprar online: SubmarinoAmericanasloja da editora.

 Achei o book trailer do livro tão bonito que tive que compartilhar com vocês:




 "Gosto do cinza, porque o brilho do sol o tempo todo acaba cansando - expliquei, - Você não acha? Aposto que até as borboletas gostam do inverno. É como a vida. Alguns dias são brilhantes e outros escuros." (página 92)

 Por hoje é só, espero que vocês tenham gostado da resenha. Quem aí já leu O Segredo de Indie?

  Participe dos sorteios do blog: Resenha premiada "Quando o amor e o destino se encontram", comente na resenha e concorra ao livro e Promoção "Um livro, Duas Histórias": 37 livros para 3 ganhadores.


Até o próximo post!

Me acompanhem nas redes sociais:
 twitterfacebook | G+SkoobGoodreadsBloglovin (receba os posts do blog no seu e-mail)| Instagram.
21 comentários via Blogger
comentários via Facebook

21 comentários

  1. Nossa! Eu já escutei falar bastante desse livro e não pensava que era tudo isso... Quero muito ler ele e não vejo a hora.

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  2. Já li tantas, mas tantas resenhas desse livro que já decidi que vou ler o livro kkkk
    Mas amei sua resenha e também amo personagens imperfeitos e realistas isso realmente é algo que me agrada.
    Eu amei os quotes que você escolheu. E as fotos ficaram lindas também..
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Olá, apesar de ter gostado da sua resenha e do book trailer, por agora, não leria esse livro...quem sabe mais para a frente!?

    ~Glaucia Matos - www.leitorait.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Mari!

    Adorei a resenha! Ainda não conhecia o livro, mas acho que gostaria de ler, pois é bem meu estilo de leitura favorita!

    Beijos
    Ana Flávia Medeiros
    http://mariapano.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Já resenhei esse livro e adorei!
    A única coisa que me irritou foi o fato da Indie se anular (diversas vezes) por John.
    A capa é absurdamente linda mesmo!
    Adorei a resenha!
    Beijo grande!

    ResponderExcluir
  6. Olá, Mari. Além do livro ter uma história boa, tem uma capa linda, eu compraria só por ela, rs. Adorei a sua resenha, me fez ficar com vontade de ler o livro.
    Beijo,
    http://www.pactoliterario.com/

    ResponderExcluir
  7. Oi Maria!
    Já vi tantas resenhas desse livro por aí que estou cada vez mais curiosa para ler. Adoro obras com personagens reais, que poderiam ser nossos amigos, parentes ou vizinhos. E é também achei bem bacana esse alerta que o livro traz, de que aceitamos menos do que merecemos, com certeza tem muita garota assim por aí.

    B-jusss!
    http://www.quemlesabeporque.com/

    ResponderExcluir
  8. O livro é bem bonito, e o book trailler tá bem feito, mas não consegui gostar da história. Eu não curto muito Y.A, então esse eu passo. Beijo

    ResponderExcluir
  9. apesar de não gostar de YA, até que o teor sobrenatural da história me chamou a atenção, mas no momento, eu não leria... a fila anda enorme... xD heheeh

    ResponderExcluir
  10. As Visões da Raven em livro? kkkkkk apesar de gostar bastante do seriado a a história se assemelhar MUITO, eu infelizmente não leria o livro :/
    Bjs, Isa
    http://pausaparaconversa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Todo mundo fala muito bem desse livro, mas confesso que não é uma história que me atrai. Não descarto a oportunidade da leitura, mas não por agora.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Cmprando ele agora, porque é muito vergonhoso não ter lido esse livro ainda.

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?
    Eu me decepcionei um pouco com o livro. Tem uma ótima premissa, mas achei a Indie muito reclamona e repetitiva, isso me deixou um pouco estressada com ela.
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  14. Oi, flor!
    Quero muito ler esse livro, pois a cada resenha sobre ele percebo que as autoras foram muito felizes na caracterização dos personagens. Acho interessante, também, que o enfoque seja sobre o "mundo real" e o sofrimento que o dom da personagem lhe traz do que propriamente no elemento sobrenatural.

    Enfim, pretendo ler a obra!

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Oi flor, li muitas resenhas do livro e fiquei bem curiosa pela leitura, apesar de querer lê-lo quando foi lançado mas optei por ler outro livro.Assim que terminar de ler a serie Filha da Floresta irei querer ler esse pra saber desse desfecho selado e como será tudo isso.Que bom que o livro teve um final independente de ter continuação.

    bjs

    ResponderExcluir
  16. Oiee, eu já quero ler esse livro tem um tempinho e pretendo fazê-lo em breve.
    Espero gostar tanto quanto você, a resenha está linda! beijos

    ResponderExcluir
  17. Oi Mari!
    Eu já queria ler o livro antes de ler sua resenha, mas agora depois que li sua resenha estou desesperada (risos) preciso ler logo. Amei a resenha e os quotes que escolheu.
    Beijos
    Eu e meu vício chamado Leitura

    ResponderExcluir
  18. Oi, tudo bem?
    Adorei a premissa desse livro, não é um livro típico que eu leria, mas nem por isso deixei de me sentir atraído por ele. A premissa é algo novo para mim fora essa capa que está maravilhosa e mais que incentiva a leitura.

    ResponderExcluir
  19. Oi, tudo bem?
    Eu li tantos comentários sobre esse livro que fiquei meio "cheia" dele, sabe? kkkk Mas ele tem uma premissa interessante e parece ser bacana, por isso pretendo ler algum dia, mas só mais para frente quando eu já tiver esquecido grande parte dos comentários que li.

    Beijos :*
    Larissa - srtabookaholic.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Oie, tudo bom?
    A premissa desse livro chamou minha atenção desde o lançamento do livro. Acho interessante a questão das visões que a protagonista tem. É um livro que espero ler um dia para conhecer melhor a narrativa.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oláa´! Já li várias resenhas e já estou com ele na minha lista de leitura!
    Amei suas fotos e a resenha. A capa dele é maravilhosaaa!

    Beijão da Lari!
    Brilliant Diamond | Fan Page

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar :)!!! Sua opinião é muito importante para mim. Tem um blog? Deixe seu link que visitarei sempre que possível.
*comentários ofensivos serão apagados

Topo