Resenha: livro "Como se vingar de um cretino", Suzanne Enoch

 Olá pessoal, tudo bem? Na resenha de hoje venho comentar sobre minha experiência de leitura com o livro "Como se vingar de um cretino", escrito pela Suzanne Enoch e publicado em 2018 pela editora Harlequin.

Diagramação, Como-se-vingar-de-um-cretino, Suzanne-Enoch, Harlequin, romance-de-epoca, capa, sinopse

 Georgina, ou simplesmente Lady Georgie, estava cansada de ver Tristan Carroway, o visconde de Dare, se comportando mal com as jovens da sociedade londrina. Seis anos atrás, em sua primeira temporada, ela foi uma de suas vítimas: acreditou que Tristan nutria sentimentos por ela para depois descobrir que tinha sido apenas o alvo de uma aposta que quase arruinou sua reputação. Desde então, Georgina não perdia uma oportunidade de pisar nos pés de Tristan ou de quebrar um de seus leques nas mãos dele, agressões que o visconde parecia achar merecidas pelo que fez no passado, já que, no máximo, lhe comprava um novo leque para substituir o quebrado.

 As pequenas discussões entre os dois eram vistas como uma tradição na sociedade da época, nada que causasse um grande problema, visto que Tristan era o melhor amigo de Grey, filho da tia com quem Georgina morava, e Georgina tinha muito carinho por Edwina e Milly, as duas tias de Tristan.

 Mas quando Georgina vê que Amelia, uma garota muito jovem, pode ser a próxima vítima que terá seu coração destroçado por Tristan, ela decide que é hora de ensinar uma lição ao visconde de Dare, uma lição para que ele prove do próprio veneno ao se interessar por Georgina e ser dispensado. Então, Georgina começa a fazer o possível para agradar Tristan, para que ele pense que foi perdoado e que Georgina sente algo por ele e se interesse por ela. Só que as coisas não sairão como o planejado...

 Tristan tem 30 anos e precisa se casar urgentemente com uma mulher rica, pois a situação financeira da família está muito ruim. Ele precisa cuidar das duas tias idosas e dos quatro irmãos: Robert (que está tendo problemas para se readaptar à vida em sociedade após ter participado da guerra contra Napoleão)Bradshaw (que busca crescer na Marinha, e se não der certo, pretende ser um pirata), Andrew (que tem 17 anos e está no colégio) e Edward, um garotinho fofo carinhosamente chamado de Nanico. Uma família e tanto! Amelia parece ser uma boa escolha de esposa, visto que tem um belo dote, mas quando Georgina se aproxima dele, ter olhos para Amelia é quase impossível. Nem Georgina nem Tristan são os mesmos de seis anos atrás! Quem vencerá dessa vez? Georgina? Tristan novamente? Ou as tias do visconde que, acreditem se quiserem, também estão na jogada?

 "- Então, como foi que ganhei de seus outros pretendes? - perguntou Tristan, guiando-a pela parte menos tumultuada do salão.
 - Não posso mandá-los para o inferno se me irritarem - respondeu ela prontamente. - Com você, não me importo em fazê-lo." (página 185)

 Eu comecei a ler "Como se vingar de um cretino" sem expectativa alguma, mas já nas primeiras páginas fui surpreendida positivamente pelo ritmo da história, li quase quarenta páginas em pouco tempo (um dos motivos para o título entrar na minha lista de "Livros para se ler em um dia") e fui cativada pelos personagens. Achei muito interessante termos dois protagonistas que já se conheciam há algum tempo e que viviam trocando farpas. Tristan no início era uma incógnita. A forma como ele enganou Georgina no passado foi realmente digna de um cretino! Mas aí a gente vai conhecendo ele aos poucos, e a dedicação e o carinho que Tristan tem pelos irmãos e pelas tias é admirável. E ele é sedutor, com sua "fala arrastada"... aquele capítulo dez é uma prova de como esse homem pode ser convincente!

 "Conciliar os dois lados de Tristan Carroway estava se tornando confuso: ele parecia tão zeloso com relação aos irmãos e às velhas tias, mas, quando se tratava de mulheres como Amelia, comportava-se como um libertino sem coração.
 Qual dos dois era o verdadeiro lorde Dare? E por que ela estava fazendo aquela pergunta, quando sabia a resposta?" (página 58)

 "Como se vingar de um cretino" é um livro com um enredo muito bom e com personagens ótimos, onde até o mordomo do visconde (com seu hábito de tirar cochilos durante o horário de serviço) é interessante. As amigas de Goergina, a relação dela com a tia Frederica, o primo e a esposa e a relação entre a família Carroway são pontos altos da trama, especialmente as confusões na casa do visconde (como esquecer a cena em que Tristan quase leva uma flechada na testa ao abrir a porta onde os irmãos e os criados testavam um arco já que ele havia proibido o uso de pólvora dentro de casa?).

 O livro foi um dos melhores romances de época que já li, pelos personagens, pela história, pela escrita super fluida da Suzanne Enoch (esse foi meu primeiro contato com ela), por ter me feito rir em inúmeras cenas e por ter me permitido mergulhar nessa história. Super recomendo!

"- Ah, eu gostaria de ser pirata - revelou Edwina. - Todos poderíamos usar calças e falar obscenidades.
 - Sim! - Edward galopou até a tia. - E Dragão pode ser o mascote do navio!
 - Dragão? - perguntou Emma, rindo.
- Meu gato - explicou Edwina.
 - E eu poderia cavalgar meu pônei no convés!
 - Meu senhor - exclamou Georgina, engasgando e rindo até ficar sem ar -, seríamos o tormento dos sete mares.
 - Nós seríamos a piada dos sete mares, quer dizer - corrigiu Tristan, o coração acelerando ao ver o riso dela.
 - Bem, se meu almirante ficar sabendo que meu primeiro navio contará com gatos, pôneis e tias de calças, é melhor mesmo eu virar pirata - disse Bradshaw secamente. - Suponho que a senhora vai querer bordar nosso símbolo do crânio com os ossos cruzados, tia Milly?
 - Ah, certamente não. Não um crânio. Talvez uma xícara de chá. É muito mais civilizado.
 Até mesmo Frederica estava rindo agora." (página 235)

Diagramação, Como-se-vingar-de-um-cretino, Suzanne-Enoch, Harlequin, romance-de-epoca, capa, sinopse
Diagramação, Como-se-vingar-de-um-cretino, Suzanne-Enoch, Harlequin, romance-de-epoca

 A capa bonita inova ao trazer um homem e não uma mulher em destaque, as páginas são amareladas, há poucos erros de revisão, a diagramação tem letras, margens e espaçamento de bom tamanho. E cada capítulo começa com um trecho de uma peça de Shakespeare. (Essa resenha já devia ter saído há alguns dias, mas esse é um livro inexplicavelmente difícil de fotografar, as fotos da resenha foram o melhor que consegui.)

 Detalhes: 288 páginas, ISBN-13: 9788539825967, Skoob. Curiosidades: pesquisando, vi que a autora também escreveu um livro sobre o Grey, primo da Georgina, e que faz parte de outra série, e que temos mais dois livros dessa série Lessons in Love, cada um protagonizado por uma das amigas da Georgina, e para quem gostou do Robert, um dos livros é com ele. Estou na torcida para que a Harlequin publique-os no Brasil. Compre na Amazon:

 Por hoje é só, espero que tenham gostado do post. Me contem: já conheciam o livro ou a autora?
* Clique aqui e saiba como participar do Top Comentarista de Maio.

Ps.: tem sorteio valendo livro da DarkSide, clique aqui para participar.

 Clique aqui e participe de todos os sorteios que estão rolando no blog.

Até o próximo post!

Me acompanhe nas redes sociais:

28 comentários

  1. A família de Tristan é uma fofura só e eu sai encantada com essa história. Os personagens são mesmo cativantes e essa relação com troca de farpas dos protagonistas torna a história bem ágil. Amei a resenha e curti demais essa história, vale a pena lê-la com certeza ;)

    ResponderExcluir
  2. Ia fazer a mesma observação sobre a capa. Achei legal o fato de trazerem um homem e não uma mulher na capa rs.
    Eu devia ter comprado esse livro na promoção que vi, me arrependi de não ter trazido pra casa.

    <3 Adorei sua resenha, deu pra sentir que os personagens não bem cativantes.
    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  3. Tudo bem?
    Já vi muitas resenhas e comentários sobre esse livro.
    Não li e não pretendo ler. Prefiro outros gêneros.
    Até achei interessante a premissa, mas não ando no clima desse tipo de leitura.

    Sua resenha está uma das mais completas com as quais me deparei. Acredito que o livro venha a agradar quem curte o gênero e aqueles que querem se aventurar em novas leituras.

    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Fiquei bem atraída pela história, vingança é o meu prato preferido rs
    Faz tempo que não leio romances de época, bateu aqui uma saudade!
    Parabéns pela resenha! Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem? :)
    Preciso confessar que quando li o título fiquei com um pé atrás, por não ter me agradado tanto. Quando o livro já começa dizendo que o cara é um cretino, quase sempre não vem coisa boa por aí, rs. Fiquei surpresa com o desenrolar da história e suas impressões positivas, creio que futuramente então eu possa dar uma chance para ele. Gostei de como a história parece também fisgar o leitor pela construção de seus personagens, onde até o mordomo tem personalidade e vez! Obrigada pela indicação!

    Um beijo!
    Débora
    http://www.amorlivronico.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Eu gosto muito do gênero e estou curiosa demais com esse livro. Acho a capa dele muito bonita e a premissa me interessa bastante. Gostei de poder ver a sua opinião sobre a leitura.

    ResponderExcluir
  7. Olá, você acredita que estou lendo esse livro, e também estou cativada por essa história. Adorei sua resenha e concordo com o que falou, ainda bem que não tinha spoiler rsrsrsrs...Bjs

    ResponderExcluir
  8. Eu gostei bastante da leitura e dos personagens, mesmo que em alguns momentos tenha achado a história previsível demais, mesmo para romances de época.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?
    Estou bem ansiosa para começar esse livro. Recebi e ainda não comecei, porque tenho outros na frente. Mas a sua resenhe me deixou louca de vontade! Que desejo! Eu nunca li nada da Suzanne, estou bem ansiosa para conhecer seu ritmo de escrita e o conteúdo da sua história. Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oi Maria, é tão bom quando a leitura flui e nem vemos o tempo passar. Eu tenho lido resenhas deste livro é são sempre positivas. Gostei da tua resenha.
    Bjos
    Vivi
    http://duaslivreiras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oiii Vivi

    Esse é um dos poucos romances de época que me chama a atenção e é justamente esse ritmo que prende o leitor logo de inicio que me anima em dar uma oportunidade ao gênero conferindo esse livro. Já tenho ele anotadinho na lista, vamos ver quando surge um tempinho extra pra conferir.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  12. Oii!
    Amo romances de época então já anotei a sua dica! Que bom que a leitura é fluida e dá pra ler em um dia! Adoro livros assim ♥ Fiquei bem curiosa para conhecer o Tristan!

    bjs

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem? Tenho lido várias resenhas desse livro e todas falam muito bem da história assim como a sua, mas, eu não curto esse gênero literário prefiro ler outros tipos de histórias.
    Mesmo assim, se eu gostasse do gênero tenho certeza que correria na loja agora para comprar a minha edição, por causa da maneira empolgante como expõe a sua opinião: "O livro foi um dos melhores romances de época que já li" e também pela arte do livro que está muito linda.

    Beijos e Abraços Vivi
    Resenhas da Viviane

    ResponderExcluir
  14. Oi.
    Li esse livro há pouco tempo e também gostei muito.
    Achei que seria difícil eu gostar do Lorde Dare depois do que ele fez com a Georgie, ainda mais em um romance de época. Mas ele conseguiu. Ele e a família louca toda... kkkk
    Adorei ler sua resenha e reviver as sensações que o livro proporcionou. Deu até vontade de reler... Espero que a editora traga a continuação em breve!
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. A algum tempo que quero ler esse livro e saber que já nas primeiras páginas ele te surpreendeu e ter entrado na lista de para se ler em um dia, sem dizer que o lado cômico da trama me chama bastante atenção e reforça minha vontade de ler o livro.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bem? Li esse livro e é realmente essa sensação de ele ser um livro excepcional nos romances de época. Também foi meu primeiro contato com a autora e já liguei meu radar de lançamentos dela porque realmente me conquistou. De fato a capa trazer um homem é diferente, mas como podemos ver o título tem mais relação a ele hehe Adorei a resenha!
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Olá Maria
    Romance de época não é meu gênero favorito, quem é fã aqui é a minha mamys e já indiquei pra ela a leitura. O bom é que posso ler quando der vontade kkkn, pois ela terá o livro em casa.
    Adorei a resenha e já adicionei o livro na lista dela.
    Bjus

    ResponderExcluir
  18. São poucos livros de época mesmo que tem um homem na capa. Infelizmente ainda não li este mas já está na minha lista.
    Bjs Rose

    ResponderExcluir
  19. Não conhecia esse livro e nem a autora, não é um gênero que eu costumo ler muito, mas como ando pensando em tentar coisas novas eu poderia tentar essa leitura, pois gostei da sinopse da história e me chamou bastante atenção isso dele ter quase que duas personalidades e ela tentando decifrar qual a verdadeira. Espero ter a oportunidade de ler um dia, Bjs !

    ResponderExcluir
  20. Oie!
    Ainda não tive a oportunidade de ler o livro, mas estou bem curiosa. Como adoro um bom romance de época, com certeza vou gostar dessa história.
    Adorei a dica, e vou colocar na lista de livros desejados para comprar, assim como os outros livros da editora.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  21. Nunca li nenhum livro de época, mas esse parece ser ótimo! Quando vi o lançamento, nem dei muita importância, porém, após ler sua resenha, me empolguei muito para ler! Fiquei curiosa para conhecer a fundo essa história e os personagens, principalmente o Tristan! Os personagens também parecem ótimos. Outro fator que me deixou curiosa é esse envolvimento das tias do Tristan, pois não faço a mínima ideia de como elas estão relacionadas à tudo isso!!

    ResponderExcluir
  22. Olá!
    Eu sou apaixonada pela escrita da Suzanne Enoch e me agrada ver que esse livro é tão amorzinho quanto seus outros livros já publicados. Estou curiosa com essa história e ansiosa para conhecer Tristan e sua família.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  23. Olá! Tudo bom?

    Eu já tinha ouvido falar desse livro anteriormente e foi apenas criticas boas, realmente boas. Estou bem curiosa sobre esse livro e pretendo sim iniciar a leitura dele assim que eu estiver mais livre com a minha lista. O fato de você dizer que até o mordomo é interessante me deixa bem animada haha E ter sido um dos melhores romances de epoca que leu? Meu deus, quero esse livro para agora! Adorei a resenha ♥

    Beijos

    ResponderExcluir
  24. Olá,
    eu sou fã de romances de época, quero conhecer muitas autoras ainda, mas esse livro em especial tem surpreendido muita gente, por isso já está na minha lista dos próximos que irei ler. Gostei muito da sua resenha.
    bjs.
    Pri.
    http://nastuaspaginas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  25. Olá,
    esse foi um dos melhores livros de época que li na vida. E olha que sou apaixonada e tenho lido muitos livros do gênero ao longo da minha vida literária. O fato é que eu não estava dando nada por essa história e me surpreendi imensamente, inclusive já ando super ansiosa pelos próximos livros da série.

    Abraços!
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir
  26. Eu li este livro tem uns dois meses e fiquei encantada com o enredo e confesso que uma cena no final me fez gargalhar de rir... rs Quero ler mais coisas da autora.
    beijos

    ResponderExcluir
  27. Oii.
    Eu adorei esse livro, esses dois brigando feito gato e rato. Só consegui amar o canalha, que de canalha não tem nada. A família do Tristan é muito amor, desde as tidas casamenteiras até os irmão maravilhosos.
    Quero mais livros dessa autora por aqui.
    Adorei a resenha.
    Bjs Mary

    ResponderExcluir
  28. Oi Mari!

    Tudo bem? Ai Deus eu A-M-E-I esse livro! A Georgie é uma mocinha do tipo que eu gosto: decidida e totalmente independente. Tristan é bem babaca, mas o Visconde de Dare melhora mesmo no decorrer do livro e acabou me conquistando, mas de todos os personagens as tias dele foram as que eu mais amei e o irmão dele (que esqueci o nome) que é calado foi o personagem de quem mais queria um livro solo para conhecer melhor.

    Beijinhos - Jessie
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar :)!!! Sua opinião é muito importante para mim. Tem um blog? Deixe seu link que visitarei sempre que possível.
*comentários ofensivos serão apagados

Topo