Resenha: conto “Ligéia”, Edgar Allan Poe #12mesesdePoe

 Olá pessoal, tudo bem? No post de hoje, venho comentar sobre a minha experiência de leitura com o penúltimo conto do desafio literário 12 meses de Poe. Em novembro, lemos "Ligéia", que acredito ser um dos maiores contos do desafio, com 10 páginas.

Ligéia, Poe
Skoob
 Inicialmente, me pareceu um conto bastante descritivo, com uma linguagem bem trabalhada e com muitas expressões pouco utilizadas nos dias de hoje. Conforme ia vendo o narrador sem nome contando sobre as qualidades de sua primeira esposa, Ligéia, minha curiosidade com o que de sobrenatural ou espantoso aconteceria (afinal, alguma coisa tinha que acontecer, levando-se em conta o que já li do autor!) ia aumentando. Até que aconteceu!

 Nas últimas páginas, tive certeza que não sou uma leitora medrosa e que posso me arriscar a ler livros de terror, pois se fosse, não teria chegado ao final. Procurando uma resposta racional, o que aconteceu com Ligéia e com Lady Rowena até poderia ser, em parte, fruto da mente delirante do narrador que usava ópio; se não levarmos isso em conta, chegando ao final da leitura, o que fica é um sentimento de “O que foi isso que aconteceu? Como assim?”, além de um queixo caído. Assustadoramente surpreendente!

 Leiam “Ligéia” se forem corajosos. Uma história bem trabalhada, apesar das palavras rebuscadas e de bastante descrição, mas que surpreende com o choque que o narrador-personagem e o leitor experimentam nas páginas finais.


Até o próximo post!

Me acompanhem nas redes sociais:
 twitterfacebook | G+SkoobInstagramYouTube| Snapchat: marijleite_pdl
5 comentários via Blogger
comentários via Facebook

5 comentários

  1. hahahahaha
    Olá! Os contos do Poe são demais! Eu li Ligeia, é meio hipócrita dizer que é meu preferido, pois quase todos os contos dele, são... Fico feliz que tenha se descoberto uma "boa leitora de livros de terror", é sempre bom se adaptar a outro estilo!
    bjss
    :)

    ResponderExcluir
  2. Oi Marijleite , sua linda, tudo bem?
    Ahhhh o desafio está chegando ao fim. Gente que conto é esse? O que será que aconteceu que você me deixou nesse suspense todo??? Risos... Ao contrário de você sou medrosa, mas acho que os contos dele eu aguento e vou gostar.
    beijinhos.
    cila.

    ResponderExcluir
  3. Oii, tudo bem?

    Senti um desafio ai, RS.
    Fiquei curiosa, quero ler!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi, Maria ^^
    Tenho muita vontade de ler Poe mas até agora não tive um físico em mãos para ter a experiência de adentrar sua mente sombria. :(
    Fico bem surpreso em ver que o autor deixou o sobrenatural para o final do conto pois só assim para instigar qualquer um a concluir o conto. hahahah
    Nunca tinha ouvido falar de Ligéia então você pode imaginar o quanto mórbido estou achando esse conto. Até parece que o cara é um maníaco pra ficar falando da ex-esposa (que deu a entender ser ex).
    Enfim, parabéns por estar nesse desafio de leitura do Poe. Espero que tenha concluído com êxito os 12 meses. :)
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi oi, eu preciso seriamente ler algo do autor, é até uma vergonha esse descaso da minha parte.
    Adorei a resenha e a dica.

    Abraços

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar :)!!! Sua opinião é muito importante para mim. Tem um blog? Deixe seu link que visitarei sempre que possível.
*comentários ofensivos serão apagados

Topo