Unboxing: Amigo Secreto de Páscoa entre Booktubers

 Olá pessoal, tudo bem? Eu e alguns amigos que também têm canais literários no Youtube, resolvemos fazer um amigo secreto de Páscoa. A ideia era que cada um escolhesse um dos livros da lista de desejados da Amazon do seu amigo secreto para enviar como presente. Apertem o play para conferir qual livro eu ganhei, quem me tirou, e ter algumas dicas de quem eu tirei:



 Lista de canais participantes para vocês conferirem os outros vídeos de unboxing do Amigo Secreto:


 Mil Beijos de Garoto Tillie Cole
Sinopse do livro que ganhei: Mil Beijos de Garoto, Tillie Cole - Um beijo dura um instante. Mas mil beijos podem durar uma vida inteira. Um garoto. Uma garota. Um vínculo que é definido num momento e se prolonga por uma década. Um vínculo que nem o tempo nem a distância podem romper. Um vínculo que vai durar para sempre. Ao menos era o que eles imaginavam. Quando, aos dezessete anos, Rune Kristiansen retorna da Noruega para o lugar onde passou a infância – a cidade americana de Blossom Grove, na Geórgia –, ele só tem uma coisa em mente: reencontrar Poppy Litchfield, a garota que era sua cara-metade e que tinha prometido esperar fielmente por seu retorno. E ele quer descobrir por que, nos dois anos em que esteve fora, ela o deletou de sua vida sem dar nenhuma explicação.

 Por hoje é só, espero que tenham gostado do post. Me contem: gostam de participar de amigos secretos? Algum palpite sobre quem eu tirei? Já leram ou querem ler o livro que ganhei?



Resenha: livro "A Fortaleza do Dragão", Denise Flaibam

 Olá pessoal, tudo bem? Na resenha de hoje, venho comentar sobre minha experiência de leitura com o livro "A Fortaleza do Dragão", segundo volume da série Os Mistérios de Warthia, escrito pela Denise Flaibam e publicado em 2017 pela Mundo Uno Editora.
,
A-Fortaleza-do-Dragão, Denise-Flaibam, Mundo-Uno-Editora, Os-mistério-de-Warthia

 "Onde havia Luz, havia Trevas, e elas tinham um poder imensurável." (página 27)

 Para quem não leu o primeiro livro (A Profecia de Mídria), a história se passa no continente Warthia. A vida pacata de Serafine Delay mudou completamente no seu aniversário de 18 anos. Ela teve que fugir da Vila do Sol na companhia do guerreiro Jarek e da ondina Ývela. Mais tarde, Guillian se juntou a eles. Serafine descobriu que as marcas que cobriam seu corpo tinham sim um significado. Segundo uma profecia, Serafine seria decisiva para impedir que o mal tomasse conta de Warthia, mas para isso, ela precisaria se fortalecer e aprender a controlar seus dons através de treinamentos. Mas quem disse que as forças do mal esperariam até ela estar pronta?

 "- Três guardiões e nenhum têm a ficha limpa - Guillian brincou. - Que belos protetores somos.
 - Ao menos temos a sua beleza para deixar tudo mais agradável - Jarek zombou e recebeu um olhar enfezado do orelhudo." (página 181)

 No primeiro livro, acompanhamos seu treinamento no Reino do Norte, no segundo, Serafine e seus três guardiões precisam enfrentar o deserto do Reino do Oeste para chegar à Fortaleza do Dragão, onde Serafine passará para a próxima fase de seu treinamento. Eu disse no parágrafo anterior que as forças do mal iam tentar atrapalhá-la, não disse? Pois bem, o livro já começa com o grupo em apuros nas areias. Felizmente, o jovem Rei Jon Tytos, o Senhor do Oeste, consegue chegar a tempo para impedir que a jornada deles seja interrompida antes da hora.

 "- Qualquer contato psíquico é chamado de visão. Um dom raro e difícil de ser adquirido - a ondina explicou. - Tenho um pouco desse poder, consigo estabelecer contato com aqueles que aprendem a técnica comigo. Você, pelo contrário, escuta a todos que encontrarem a sua mente. Nunca teve um sonho estranho, onde conversava com alguém e achava ser real?
 - Não que me lembre - Serafine mentiu. Tivera um pesadelo, semanas antes, com uma voz arrepiante, mas não quis comentar com a guardiã." (página 27)

 Com a ajuda do rei, o grupo consegue chegar à Fortaleza, mas lá dentro, novos desafios se apresentam. Segredos do passado começam a se revelar, conflitos entre os aliados de Serafine se instalam, e as forças do mal não querem perder tempo. Tudo isso resulta no MELHOR LIVRO QUE EU LI EM 2018 até agora!

 "- (...) quero que treine com a Tropa de Arqueiros que estou reunindo. Enquanto for minha convidada, será também minha guerreira: um soltado do Reino Árido.
 - Com todo o respeito, majestade, mas o senhor enlouqueceu? - Guillian ficou abismado. Jon sorriu abertamente.
 - Ela vai salvar o mundo, não vai? Precisaremos de uma guerreira para isso.
 Serafine arregalou os olhos.
 Por mais que seu treinamento com Jarek e Ývela surtiesse efeito, não se comparava àquele que o Rei lhe oferecia..." (página 58)

 Me lembro de ter gostado bastante do primeiro livro, mas como fantasia não é um gênero que faz os meus olhos brilharem logo de cara, comecei o segundo sem grandes expectativas. E logo nos primeiros capítulos já me vi cativada pela história e impressionada pela forma como os personagens do primeiro livro ainda estavam vivos na minha memória. Era como estar reencontrando velhos amigos!

 Achei sensacional a ambientação da trama, todas as características do Reino do Oeste, tão diferentes do Reino do Norte, foram muito bem descritas. A gente sente que a história mudou de lugar, e consegue visualizar com facilidade esse novo ambiente e seus costumes.

 Os personagens novos que são inseridos na trama, como o Rei Jon e Sibila (algo parecido com a Medusa, com cobras na cabeça) e vários outros que não vou citar para não dar spoilers, tornam a história ainda mais interessante. Se no livro um várias perguntas foram lançadas, no livro dois, conseguimos algumas respostas surpreendentes (especialmente sobre aquele prólogo do primeiro livro e o passado dos guardiões), mas outras tantas questões novas surgem, nos deixando curiosíssimos para saber o que virá no próximo volume (As Brumas de Ébano, com previsão de lançamento para a Bienal desse ano em São Paulo). A curiosidade pelo terceiro livro é ainda maior pelo fato de o próximo reino para o qual Serafine precisa ir ser o do Sul, e durante a leitura de "A Fortaleza do Dragão", com o que nos foi mostrado das terras e habitantes do sul, percebemos que ele é um lugar bem sinistro.

 Enfim, "A Fortaleza do Dragão" conseguiu ser ainda melhor que o primeiro livro, dei 5 estrelas para ele no Skoob. Foi uma leitura que se manteve num nível alto em praticamente todos os 47 capítulos. É uma daquelas histórias onde não queremos parar de ler até descobrir o que virá na cena seguinte. Há um pouquinho de romance que nos faz suspirar. Mas há também muitos momentos de tensão, onde o medo de que o pior aconteça se faz presente. O enredo é incrível! Eu gostei muito da Serafine nesse segundo volume, com algumas respostas que recebe, ela parece ainda mais determinada; mas a verdade é que as tramas secundárias roubaram meu coração, o rei Jon é inesquecível, a subtrama de Ývela é sensacional (amo criaturas das águas!), e a de Jarek também não deixa a desejar, e ainda temos Luke, o príncipe do Sul, e seu pai, que não vejo a hora de reencontrar no próximo volume!

 Eu poderia ficar por dias falando sobre o quanto "A Fortaleza do Dragão" é fantástico e sobre o quanto eu gostei dessa leitura, mas acho que já deu para vocês entenderem, né?! Então, fica a minha recomendação para que leiam "A Profecia de Mídria" (se ainda não tiverem lido) e, depois, "A Fortaleza do Dragão" (que é ainda melhor!). É uma ótima fantasia nacional, cheio de seres sobrenaturais e com uma história interessantíssima (que vai MUITO além da peregrinação de uma escolhida através de reinos) que com certeza encantará quem já é e quem ainda não é fã do gênero.

Resenha, livro, A-Fortaleza-do-Dragão, Denise-Flaibam, Mundo-Uno-Editora, Os-mistério-de-Warthia

A-Fortaleza-do-Dragão, Denise-Flaibam, Resenha, livro, A-Fortaleza-do-Dragão, Denise-Flaibam, Mundo-Uno-Editora, Os-mistério-de-Warthia, diagramação, quote, livro-bom, nacional, fantasia

 A edição da Mundo Uno tem uma capa linda, páginas amareladas, diagramação com detalhes em todas as páginas e inícios de capítulos, letras, margens e espaçamento de bom tamanho.

 Detalhes: 310 páginas, ISBN-13: 9788567218175, Skoob, confira a resenha do primeiro livrosite da autora, fan page da autora. Compre na Amazon:


 Por hoje é só, espero que tenham gostado da resenha. Me contem: já conheciam o livro ou a autora? Já aconteceu com vocês de o segundo livro de uma série ser ainda melhor que o primeiro?

Até o próximo post!

Me acompanhe nas redes sociais:

Resenha: livro "Divina Essência", Helena Andrade

 Olá pessoal, tudo bem? Na resenha de hoje, venho comentar sobre minha experiência de leitura com o livro "Divina Essência", escrito pela Helena Andrade e publicado em 2017 pela Ler Editorial.

Divina Essência, Helena Andrade, livro, Ler Editorial

 Melissa, a narradora, é uma bióloga que está trabalhando numa pesquisa sobre uma planta que pode ter propriedades úteis no tratamento da talassemia. Melissa sabia bem o quanto seria bom trazer novas esperanças para as vítimas dessa doença hematológica, pois perdeu seu padrasto, o homem a quem considerava como um pai, para a talassemia. Melissa estava na floreta amazônica com os outros membros da equipe de pesquisa, quando ficou sabendo que dois pesquisadores italianos se juntariam a eles.

 "As sensações desencadeadas em meu corpo, diante de seu olhar, eram assustadoras. O ritmo frenético dos batimentos cardíacos intensificados pela respiração irregular. As pernas trêmulas. O suor na mão. Apesar de tentar esquecê-lo não conseguia tirá-lo dos meus pensamentos, do despertar até o amanhecer. Sua imagem povoava até os meus sonhos. Tão perto e tão distante. Se continuar neste ritmo, enlouquecerei." (página 73)

 As especulações e desconfianças sobre os interesses dos novatos foram jogadas para o alto quando os olhares de Melissa e do médico italiano Giovanni se cruzaram. Foi paixão à primeira vista, e Melissa mergulhou de cabeça nesse sentimento. Porém, ela descobriria que Giovanni não estava livre para corresponder aos seus sentimentos, o que traria muito sofrimento para nossa protagonista. Como fingir que nada aconteceu se eles tinham que trabalhar juntos numa pesquisa tão importante para ambos?

 "- Minha amiga, vou te dar um conselho: esqueça esse homem. É o melhor a fazer. Chore, desabafe. Depois esqueça! Não há futuro com ele, e se tiver será nebuloso.
 - Simples assim! - Afastei-me . - Pense se fosse José.
 - Estou com José há dois anos. Você acabou de conhecer o cara.
 Fixei o olhar na água do rio a nossa frente. O curso destoava do turbilhão desencadeado em minha mente. Não havia chance. Minha amiga tinha razão. Insistir significava sofrer. No entanto havia muito mais em jogo. (...) Agora mais que nunca precisava seguir em frente." (páginas 52 e 53)

 Esse foi o meu primeiro contato com a escrita ágil da autora. Comecei a leitura sem imaginar quais caminhos a trama tomaria. Achei sensacional todo o trabalho de pesquisa da autora para abordar a doença, ambientar a trama nos lugares onde Melissa ia com sua equipe e para falar sobre como funciona o trabalho dos pesquisadores, foi tudo muito bem feito e convincente.

 "- Por que ficou comigo? - Enfim consegui verbalizar a pergunta insistente vagando em mim." (página 83)

 Melissa é uma personagem que tem voz própria e que luta pelo que quer, é possível perceber como seus sentimentos são intensos em relação à Giovanni. Ele foi uma incógnita para mim por boa parte da leitura, assim como era para a protagonista; ao longo dos capítulos, quis muito entender quais os motivos dele para agir como agia com Melissa. Temos um bom número de personagens secundários que contribuem para o desenvolvimento da trama: Lorenzo, o outro pesquisador que veio da Itália, primo de Giovanni; a família deles; os demais pesquisadores que trabalham com Melissa; a família dela, composta por mãe, duas irmãs (uma prestes a se casar) e um pai com quem não tinha um bom relacionamento.

 Acredito que "Divina Essência" seja um romance dramático. O que mais se destacou aos meus olhos, foram todas as provações pelas quais Melissa passou e que lhe fizeram questionar se valeria a pena continuar com o seu trabalho de luta contra a doença que parecia sempre vencê-la nas batalhas. Melissa perdeu pessoas queridas, viu de perto toda a dor que a talassemia causava, ela e seus parceiros de pesquisa arriscaram a vida inúmeras vezes pelo trabalho. Não é qualquer um que consegue enfrentar tudo o que ela enfrentou!

Resenha, livro, opiniao, critica, resumo, sinopse, Divina-Essência, Helena-Andrade, ler-editorial, literatura-nacional, romance, talassemia, quotes, trecho, fotos, imagem, diagramação, capa
livro, Divina-Essência, Helena-Andrade, ler-editorial, talassemia, sinopse
Resenha, livro, opiniao, critica, resumo, sinopse, Divina-Essência, Helena-Andrade, ler-editorial, literatura-nacional, romance, talassemia, quotes, trecho, fotos, imagem, diagramação, capa

 A edição da Ler tem uma capa linda! As páginas são amareladas, a diagramação traz detalhes no início de cada capítulo, letras, margens e espaçamento entre uma linha e outra de bom tamanho, e poucos erros de revisão.

 "Divina Essência" foi um livro nacional que me cativou, e que eu recomendo, mas já aviso para que preparem o coração, pois alguns acontecimentos podem deixá-lo dilacerado! Volta e meia, costumo anotar algo novo que tenha aprendido com um livro, em "Divina Essência" conheci um antigo costume dos casamentos na Inglaterra, que Melissa e as irmãs realizavam: "something old, something new, something borrowed, something blue and a silver sixpence in him shoe", em tradução: "algo velho, algo novo, algo emprestado, algo azul e uma moeda de seis centavos nele", fazendo referências a objetos que os noivos deveriam usar na cerimônia.

 Detalhes: 296 páginas, ISBN-13: 9788568925553, Skoob, site da autora, página no Facebook. Disponível em físico e e-book na Amazon.
 E por hoje é só, espero que tenham gostado da resenha. Me contem: já conheciam o livro ou a autora? ATENÇÃO: se ficou interessado em concorrer a um exemplar de "Divina Essência", clique aqui e participe do sorteio de aniversário do blog, onde ele e mais 31 livros estão sendo sorteados.

* Clique aqui e participe dos demais sorteios do blog.

Até o próximo post!

Me acompanhe nas redes sociais:

Aniversário de 8 anos do blog Pétalas de Liberdade, uma reflexão e sorteio (32 livros para 4 ganhadores)



 Olá pessoal, tudo bem com vocês? Hoje, 27 de março, o Pétalas de Liberdade completa 8 anos de existência (nos dois primeiros, era um blog pessoal, mas conforme fui retomando o gosto pela leitura, se tornou literário).

 E desde então, são mais de 1200 posts, nos últimos meses a atualização é quase diária, contamos com aproximadamente 400 resenhas, mais de 1900 seguidores, 4700 curtidas, 1300 seguidores no Twitter. Em dois anos de canal, são mais de 100 vídeos e 1000 inscritos. No Instagram, desde 2013, são mais de 1200 posts e 3000 seguidores.

 E o que que esse monte de números quer dizer? Pra que eles servem?

 Servem para, na pesquisa de opinião que tem aqui no blog, onde pergunto o que poderia melhorar, responderem que o blog deveria ter mais seguidores, como se eu determinasse esse número. Serve pra sempre dizerem que não conhecem os livros sobre os quais falo, dizerem que leio livros estranhos. Eu queria sim poder comprar ou receber os best sellers, os lançamentos das editoras para resenhar, o que nos leva ao próximo ponto.

 Esses números do início do post servem para eu me inscrever em seleções de parcerias e só receber nãos. Para vocês terem uma ideia, para me organizar, anoto num caderno as seleções em que me inscrevo, e desde 2013, são 7 páginas de seleções anotadas, 6 só de nãos, e 1 de sins.

 O número de seguidores é parte dos critérios das editoras para selecionar seus parceiros, e ser selecionado não é só uma forma de receber "livros de graça", que na verdade nunca são de graça, já que a editora espera algo em troca; ser selecionado é uma forma de reconhecimento pelo seu trabalho, uma forma de mostrar que as suas resenhas são relevantes.

 A maior parte dessas seleções acontece no início do ano, e é desagradável passar o mês inteiro só recebendo nãos. E quando vem um sim de uma editora maior, é pra fazer parte dos parceiros do selo secundário, do time reserva, nunca do principal. É como se te dissessem: você é bom, o seu blog é bom, mas ainda não é bom o suficiente.

 E eu me pergunto quando vai ser suficiente?! As três, quatro horas para escrever uma resenha, para buscar as melhores palavras, não são o suficiente. Mais de uma hora fotografando o livro, editando as imagens, não é o suficiente. Revisar o texto, duas, três vezes, não é o suficiente. 

 Durante esses anos, já vi perfis sobre livros com números menores de curtidas que o meu, conseguindo parcerias que tento por anos; perfis no Instagram que em 3 meses chegam aos 10 mil seguidores e já desbloquearam a opção de colocar links nos stories, criadores de conteúdo literário que conseguem parcerias com resenhas cheias de erros ou onde não dá para perceber se o resenhista gostou ou não do livro. Eu não estou criticando as editoras por escolhê-los, nem o conteúdo deles, eu estou tentando ao longo desses anos entender o que me falta?! O que mais eu tenho que fazer para ter um retorno, seja na aprovação numa seleção de parceria, seja recebendo comentários  no blog, no Instagram ou na fan page, seja num vídeo passando de 100 visualizações?

 Talvez agora você deva estar pensando, se eu estou reclamando tanto assim, para que continuo? E é algo que também já me perguntei inúmeras vezes ao longo desses oito anos.

 E a verdade é que eu gosto de falar sobre livros.  Eles mudaram minha vida pra melhor, muitas vezes são o meu refúgio, me motivam e inspiram. E a cada livro bom que termino de ler, a cada resenha que escrevo, a cada comentário que recebo, a cada vez que um leitor vem conversar comigo sobre livros, sinto que vale a pena continuar falando sobre leitura num país onde ela é tão pouco incentivada.

 Livros servem de base pra filmes que são indicados ao Oscar, séries, peças, novelas, e ainda assim são tão pouco valorizados.

 Acredito que se quero que a leitura faça parte da vida de mais pessoas, tenho que contribuir para isso. Comprando livros, lendo, falando e apoiando quem fala sobre livros. E é o que peço que você também faça! Fale sobre os livros que você lê. Se chegar a um vídeo no youtube, clique em gostei, deixe um comentário, se você vem sempre aqui mas ainda não é um seguidor, siga, se vê conteúdo literário no Instagram ou no Facebook, deixa um like, não tenha dó do botão de curtida! Se viu uma resenha, deixe algumas palavras. Tem posts de sorteio onde a pessoa não é obrigada a comentar que ultrapassam os 70 comentários, mas pra gente poder presentear um leitor, para o blog continuar existindo, a gente precisa de comentários, de apoio, também nos outros posts que não são sorteios. Pode não fazer muita diferença para você esses segundos apoiando alguém, mas vai fazer uma diferença enorme pra quem está do outro lado da tela.

E por hoje é isso. Agradeço à colaboradora Lana por toda a ajuda com o blog, às editoras e autores que acreditam no Pétalas de Liberdade, alguns que estão há pouco tempo com a gente, outros que nos acompanham há anos. Espero poder estar aqui novamente no ano que vem, comemorando mais um aniversário do blog.

SORTEIO


Sorteio-livros

 E para comemorar o aniversário do Pétalas de Liberdade, junto com blogs e canais amigos, montei um sorteio de 32 livros, divididos em 4 kits, com 8 livros em cada kit.

Sorteio-livros

 Kit 1: Mulheres que não sabem chorar + 2 marcadores (Poesia na alma), A oportunista (Uma Conversa Sobre livros), Férias no acampamento Pikachu (Oxente, leitora!), Contos e crônicas do absurdo (Pétalas de Liberdade), O orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares (Biblioteca Fantástica), As crônicas de marte Seguindo o Coelho Branco, Nem Fred Explica (Alegria de viver e amar o que é bom), As sobrevivente (GETTUB).

a Rafflecopter giveaway

Sorteio-livros

 Kit 2: Divina Essência (Conjunto da Obra), Não é um Conto de Fadas (Próxima Primavera),  Operação Red Sparrow (Eu Pratico Livroterapia), Contos e encontros do coração (Pétalas de Liberdade), Serafina e a Capa Preta (Leituras e Delírios), Perigosa Atração Seja Cult, Reunião de Heróis (Vivendo Sentimentos), O Sol na Cabeça (Lendo e Escrevendo).

a Rafflecopter giveaway

Sorteio-livros

 Kit 3: Volúpia de Veludo (Suddenly Things), Geek Love (Ei Nati), Boneco de neve (Reino da Loucura), Contos de um Natal sem luz volume III (Pétalas de Liberdade), Meu quintal é maior do que o mundo (Conduta Literária), A força que nos atrai (Livreando), Perigosa Atração (Aquela Epifania), A Máquina de Contar Histórias (Livro Lab).

a Rafflecopter giveaway

Sorteio-livros

 Kit 4: III - A hora morta - volume 2 (Pétalas de Liberdade), 172 horas na Lua (Livros e Feminices), Tartarugas Até Lá Embaixo (Ana Crisinah), Bruxos e Bruxas (As 1001 Nuccias), Depois de você (Leitura Descontrolada), Julie & Julia (Degradê Invisível), Sem mais, o amor (Blog Tamires de Carvalho), Um pai de cinema ( De Cara Nas Letras).

a Rafflecopter giveaway

REGULAMENTO:


- O sorteio será feito pelo formulário do Rafflecopter (NÃO SABE COMO USÁ-LO? No computador: clique em "Log In" para entrar com o seu Facebook ou em "Use Your Email" para entrar com um e-mail. Pelo celular, clique em "Enter the Giveway" e siga os mesmos passos. Depois clique em "e-mail" para deixar seu e-mail para contato, digite seu e-mail e clique em "Enter". Faça os mesmos passos nos próximos 8 campos. Após ter cumprido todas essas entradas obrigatórias, aparecerão as entradas opcionais, que você preenche se quiser aumentar as suas chances de ganhar).

- Cada kit terá um vencedor.

- Início das inscrições: 27/03/2018

- Término das inscrições: 27/04/2018

- O sorteio será realizado em até uma semana após o término das inscrições. Os nomes dos sorteados ficarão disponíveis nos formulários. Os sorteados receberão um e-mail solicitando nome completo, endereço e CPF (os Correios exigem o CPF) para envio do prêmio e terão o prazo máximo de uma semana para responderem, ou o sorteio será refeito.

- É necessário ter um endereço de entrega no Brasil.

- O envio dos livros será feito pelos seus respectivos blogs em até 30 dias após o recebimento do endereço do sorteado, portanto, os livros chegarão em datas diferentes. Não nos responsabilizamos por danos ou extravios dos Correios, ou por um segundo envio em caso de ausência de quem o receba ou dados incorretos fornecidos pelo participante.

- Em caso de dúvidas, entre em contato com o Pétalas de Liberdade.

 Boa sorte!

* Clique aqui e participe dos demais sorteios do blog.

Até o próximo post!

Me acompanhe nas redes sociais:

RESENHA: Agora e Para Sempre, Lara Jean, de Jenny Han

Olá Leitores (as), como estão? Hoje trago a vocês uma resenha muito especial. Desta vez do livro Agora e Para Sempre, Lara Jean, da autora Jenny Han, que desde a primeira obra desta trilogia  conseguiu me encantar com sua história que possui personagens  muito divertidos e apaixonante. Por essa razão venham conferir minha opinião completa sobre esta obra.

Foto: Skoob
Título: Agora e Para Sempre, Lara Jean
Autora: Jenny Han
Editora: Intrínseca
Ano: 2017
Páginas: 304
Gênero: Romance / Literatura Estrangeira / Ficção

SINOPSE
Em Para todos os garotos que já amei, as cartas mais secretas de Lara Jean — aquelas em que se declara às suas paixonites platônicas para conseguir superá-las — foram enviadas aos destinatários sem explicação, e em P.S.: Ainda amo você Lara Jean descobriu os altos e baixos de estar em um relacionamento que não é de faz de conta. Na surpreendente e emocionante conclusão da série, o último ano de Lara Jean no colégio não podia estar melhor: ela está apaixonadíssima pelo namorado, Peter; seu pai vai se casar em breve com a vizinha, a sra. Rothschild; e sua irmã mais velha, Margot, vai passar o verão em casa. Mas, por mais que esteja se divertindo muito — organizando o casamento do pai e fazendo planos para os passeios de turma e para o baile de formatura —, Lara Jean não pode ignorar as grandes decisões que precisa tomar, e a principal delas envolve a universidade na qual vai estudar. A menina viu Margot passar pelos mesmos questionamentos, e agora é ela quem precisa decidir se vai deixar sua família — e, quem sabe, o amor de sua vida — para trás. Quando o coração e a razão apontam para direções diferentes, qual deles se deve ouvir? (Skoob)

Bom, tenho uma grande história de amor com a autora desse livro. Onde tudo começou quando surgiu a minha paixão pela leitura mais precisamente no título Olho por Olho, em que Jenny Han escreveu juntamente com a Siobhan Vivian. Após esse encanto à primeira vista quis ler outras obras da mesma, até que a Editora Intrínseca publicou Para Todos os Garotos que Já Amei na qual fiquei ainda mais fascinada. Até pelo fato da personagem possuir o mesmo nome da minha irmã querida!

[ATENÇÃO] DAQUI PRA FRENTE PODE CONTER SPOILER DOS LIVROS ANTERIORES 

Ele acha que minha situação é melhor, pois seria preferível perder uma mãe que me amava a ter um pai que está vivo, mas é um cretino. Palavras dele, não minhas. Parte de mim concorda, porque tenho tantas lembranças boas da minha mãe, e ele quase não tem nenhuma do pai dele . (pag.31)


Neste livro vamos nos deparar com mais alguns momentos marcantes da vida da personagem Lara Jean. Na verdade seria um fechamento de um ciclo, já que ela está no último ano do ensino médio, se preparando para ingressar na faculdade. É notório que Lara está vivendo uma de suas melhores épocas. Além de estar apaixonada, seu amor é correspondido já que está namorando Peter um dos garotos mais bonitos do colégio, e inclusive já se decidiu em qual faculdade estudar. Tudo estava acontecendo da maneira como planejava, no entanto como o mundo e repleto de infinitas possibilidades iremos acompanhar algumas reviravoltas e imprevistos nesta história. Torcendo para que tudo aconteça da melhor maneira possível e dando altas risadas com essa família Jean, e suas irmãs. Uma trama muito bem construída, e real, que me prendeu novamente durante toda a leitura.

- Stromy me ensinou que o amor é fazer escolhas corajosas todos os dias. Era isso que Stromy fazia. Ela sempre escolhia o amor. Ela sempre escolhia a aventura. Para ela, os dois eram a mesma coisa. E agora ela partiu em um nova aventura, e desejamos apenas coisas boas para ela. (pag.158)



Quando houve o lançamento deste livro fiquei louca para poder comprá-lo logo, e desta forma eu fiz. No entanto com a correria do dia a dia, e as leituras atrasadas acabei esquecendo a obra na estante. Até que neste ano surgiu a Meta Literária Desencalhando Livros fazendo com que eu tivesse a oportunidade de lê-lo.
Quando comecei essa leitura já sabia mais ou menos o que iria acontecer no decorrer da trama, então já supunha que seria uma história bastante previsível. Porém no decorrer da trama me peguei surpresa com alguns acontecimentos, e tomadas de decisão de alguns personagens de forma positiva e negativa. No entanto o que mais me agradou é que tudo aconteceu de maneira natural, nada exagerado, ou que fugisse do contexto deixando a leitura, ainda mais prazerosa e envolvente.

Quando sopro as velas e faço meu pedido, desejo sempre sentir por Peter o que estou sentindo agora. (pag.174)


Bom gostaria de falar um pouco da evolução e do amadurecimento de Lara Jean do primeiro livro ao terceiro. Já que é notório o quanto ela perdeu aquela características típicas da fase da adolescência da garota insegura,que tinha medo e receio de se aventurar ou se envolver . Aqui ela se entrega totalmente ao momento vivendo tudo de forma intensa, mas de forma responsável e isto é muito bacana. Outra questão que me chamou a atenção e que quando ela teve de tomar decisões importantes e se impor fez isso com muito manejo, eu se estivesse no seu lugar juro que teria me desesperado. Enfim a relação de amor entre ela e Peter está mais apaixonante e tranquila, contudo senti falta de ter mais cenas deles juntos. A relação familiar de Lara foi o que me arrancou várias risadas ainda mais a relação de vínculo entre as irmãs, que por mais que elas briguem ou se desentendem nunca deixam de ser falar.  

O livro é narrado em primeira pessoa pela perspectiva da Lara como nos outros livros, a escrita da autora segue a mesma premissa de forma leve, envolvente e cativante.

As vezes, eu queria que a gente tivesse se conhecido com vinte e sete anos. Vinte sete parece uma boa ideia para conhecer a pessoa com quem você vai passar o resto da vida. Aos vinte e sete,  você ainda é jovem, mas com sorte está a caminho de ser quem você quer ser. (pag.297)


Há muito tempo não lia um livro tão viciante e intenso como esse. Na qual a cada virada de página quis ler mais e mais, para saber o que iria acontecer no próximo capítulo. Com aquela típica sensação de que o livro não precisava acabar. No fim acabei ficando morrendo de vontade de saber como Peter e Lara Jean iriam lidar juntos ou de forma individual com as questões da faculdade, entre outros pontos. Queria muito que houvesse uma continuação, contudo a autora cita que este é realmente o fim e que não vai haver outro livro. Uma pena, vou ficar muito triste,  mas como a autora cita essa história ficará eternamente guardada em nossos corações. Mas, e vocês já tiveram oportunidade de ler este livro, ou se interessaram por esta leitura? Deixem nos comentários a opinião de vocês, é sempre muito importante e bem vinda.

Espero que tenham gostado, e por hoje é só.

Até o próximo post


Me acompanhe nas redes sociais:

Conheça "A mulher que quase salvou o mundo", um card book de Hugo Dalmon

 Olá pessoal, tudo bem? É bom quando a gente descobre um novo talento de um amigo, né?! Então, o Hugo Dalmon, além de ser um escritor com 3 livros e 1 conto publicados, também faz desenhos e ilustrações lindas!

 Talvez vocês se lembrem da resenha que tivemos aqui no blog no ano passado, sobre "Fábula de Viagem no Tempo: Por Amélia, a Gata", o último livro lançado pelo Hugo. O livro era narrado pela Amélia, uma gata, que tinha um humano dono de uma floricultura chamado Oz (segundo ela, são os gatos que têm humanos, não o contrário), e descobriram através de uma mensagem de uma tal de Glória, que teriam que viajar no tempo, só que quando viajavam no tempo, iam para outros corpos!

 Eis que Amélia está de volta em "A mulher que quase salvou o mundo", um conto young adult ilustrado, spin off de "Fábula de Viagem no Tempo", que está sendo postado no Instagram durante o mês de março. A cada dia, o Hugo posta um trecho do conto, como um cartão, e ao final do mês, teremos a história completa.

Olha a fofura desse gatinho no olho, fonte.
Então, naquele momento, embora eu seja uma gata, que vive numa floricultura no ano de 2018, eu era Alex, o flerte da mulher que quase salvou o mundo.

 Eu já tive a oportunidade de ler o conto todo, e venho aqui recomendar que vocês leiam ele também. Amélia continua sendo uma gata cheia de personalidade, que agora vive com a Glória na floricultura, e as duas ainda se arriscam a viajar no tempo. E numa dessas viagens, Amélia descobre Perpétua, uma mulher que pode ter as respostas para salvar o mundo, mas o encontro entre elas é difícil, visto que a gata está no corpo de um rapaz. Com isso, Amélia e Glória continuarão viajando no tempo para tentar se aproximar de Perpétua.

 Para quem já leu "Fábula de Viagem no Tempo", é uma delícia poder reencontrar tantos elementos que faziam parte da trama, como as abelhas, as flores, Glória, a fofura de Amélia e também o seu humor afiado. Para quem ainda não leu, recomendo que passem lá no Instagram do Hugo Dalmon para acompanhar, já que estamos quase chegando ao final. A história é bem curtinha, mas também precisamos estar atentos à todas as passagens de tempo, então, vale a pena ler mais de uma vez para captar melhor os significados de mais essa história encantadora do Hugo.

 Onde ler "A mulher que quase salvou o mundo": www.instagram.com/hugodalmon.
 Veja também a resenha das outras obras do autor: "Babilônia Encantada""Quero me lembrar de você, Amy Winehouse""A Abnegada""Fábula de Viagem no Tempo: Por Amélia, a Gata".

 E por hoje é só, me contem: já conheciam o Hugo Dalmon? Gostam de história ilustradas?

Até o próximo post!

Me acompanhe nas redes sociais:

Vídeo: Caixa de Correio - livros recebidos em fevereiro

 Olá pessoal, tudo bem? O post de hoje é para mostrar os oito novos livros lindos que vieram parar na minha estante no último mês, apertem o play para saber um pouco sobre a história de cada um deles:



 Lembrando que aqui no blog já tem (clique nos títulos para conferir) post mostrando os livros recebidos da parceria com a Editora Bezz, post sobre os cinco livros usados que comprei e post de unboxing mostrando o kit enviado pelo clube de assinaturas TAG Experiências Literárias em fevereiro, kit que inclusive está sendo sorteado (na verdade, é um kit igual ao meu que vou sortear), acesse para participar: Sorteio: kit da Tag Livros de fevereiro, O alforje, Bahiyyih Nakhjavani.

 Agradeço à Mundo Uno Editora pelo envio de A Fortaleza do Dragão, segundo volume da série Os mistérios de Warthia da Denise Flaibam (terminei a leitura dele essa semana, e se o primeiro (A profecia de Mídria) foi bom, esse foi ainda melhor!); à escritora Helena Andrade pelo envio de seu novo romance publicado pela Ler Editorial, Divina Essência (que também já li e logo trago resenha); à Tordesilhas por O mal de Lázaro e à agência Oasys Cultural por Poemas ao desabrigo.

coleção com Contos de Fadas em suas versões originais

 Na foto acima, a minha coleção com Contos de Fadas em suas versões originais publicada pela Editora Wish. Além da loja da editora, onde os três livros podem ser adquiridos individualmente ou num kit, eles também estão à venda na Amazon.

 E por hoje é só. Espero que tenham gostado de conferir minha Caixa de Correio de fevereiro. Gostei de reparar que, fora a coleção de Contos de Fadas, todos os demais livros são nacionais, e de gêneros variados, de fantasia ao romance. Me contem nos comentários se já leram ou querem ler algum desses livros.

Até o próximo post!

Me acompanhe nas redes sociais:

Topo