terça-feira, 30 de setembro de 2014

#SemanaALenda Entrevista com o autor e curiosidades

     Olá pessoal, tudo bem? Dando continuidade a nossa #SemanaALenda, hoje trago uma entrevista com o autor Luiz Amato e algumas curiosidades sobre o livro "A Lenda". Para ver o primeiro post da #SemanaALenda, com a sinopse, biografia do autor e book trailer, clique aqui.

Capa (linda) completa do livro, com sinopse e informações sobre o autor:

livro, A Lenda

Entrevista:

     A Grande Aventura é uma trilogia e, como todo bom suspense, A Lenda deixou algumas questões em aberto. Podemos esperar que estas perguntas sejam respondidas no volume dois, A Jornada?
     LA: Sim, todas as tramas terão suas resoluções mostradas no decorrer da história e claro, como todo bom suspense, muitas delas no livro final o volume 3, que tem um nome bem significativo, A Revelação.

     A Lenda mistura aventura, ficção científica, história, suspense, e um toque de mistério. Quais foram as suas inspirações para criar esta história (autores, livros, filmes, jogos)?
     LA: Desde pequeno eu sempre gostei desses gêneros. Quando essa história foi concebida, eu lembrei de Flash Gordon, Indiana Jones, Jonny Quest. Viagem ao Centro da Terra, Lost, Dan Brown, George R. R. Martin, um antigo jogo de vídeo game chamado As Chaves de Salomão, entre tantos outros.

     Há muitas construções elaboradas em A Lenda, como as sequências numéricas, criptogramas, códigos e afins. Quanto tempo levou para elaborar todos estes detalhes e enquadrá-los na história? Você teve ajuda para isto?
     LA: Tudo o que se refere a enigmas, foram feitos no decorrer da história. A minha forma de escrever é contínua. Todos foram enquadrados dentro da história, sequencialmente. Muitas vezes voltei para revisar ou certificar que não poderia ocorrer erros futuros, isso demandou algum tempo a mais, porém nada significativo. Não houve nenhuma ajuda.

     Fale um pouco sobre o volume dois, A Jornada, e o que o leitor pode esperar deste livro.
     LA: A Jornada é uma leitura um pouco mais light que A Lenda. Fiz questão de privilegiar o lado humano e suas aventuras. Mostrar em profundidade os protagonistas, dando mais vida aos personagens. Envolvê-los em situações inusitadas, como Bruce num bordel na Indochina, ou Arthur e Oliver nas selvas da África Central. A Jornada é o complemento humano e aventureiro de A Lenda. São um caminho para levá-los, sem volta, ao volume 3, A Revelação.

     A Lenda é o seu primeiro livro? Conta pra gente sobre suas outras obras.
     LA: Sim, A Lenda é minha obra de estreia. Já escrevi também crônicas para jornais. Na segunda semana de setembro, publiquei um livro de contos, de nome Lua Cheia.

     Como é sua rotina de escrita? Você tem uma hora certa para escrever? Ou quando a inspiração vem você sai correndo atrás de um papel e escreve?
     LA: Não tenho uma rotina, mas escrevo mais à tarde. Ás vezes, durante o processo da escrita, some a inspiração. Nesses períodos, costumo parar o livro, e escrever pequenos contos. Esse desvio proporciona um retorno com mais “fôlego” para o livro.

     Há mais algum escritor(a) na sua família? Quem (ou o quê) te influenciou a seguir esta carreira?
     LA: Não, por enquanto nenhum mais. Sempre li muito, desde pequeno, começando pelos gibis (Tarzan – Mandrake – Pato Donald – Superman – etc). Daí é um pulo para os livros. Não posso dizer com certeza as razões que me levaram a escrever. Acho que a maioria das pessoas dizem “Um dia vou escrever um livro”. Posso dizer que na época escolar, gostava muito quando tinha que escrever redações.

     Quais são seus autores e livros favoritos?
     LA: Bem, se eu for enumerar todos aqui, será uma lista muito longa, então vou usar o seguinte critério: Os favoritos da lista de favoritos:
     James Clavel – Shõgun (no Brasil Xógum) – Tai-Pan – Casa Nobre
     Jack Higgins – A Águia Pousou – A Águia Voo
     José Mauro de Vasconcelos – Doidão – Rosinha Minha Canoa
     René Barjavel – A Noite dos Tempos
     Sven Hassel – Morte nas Estepes – O Batalhão Maldito
     James A. Michener – Havai – Baía de Chesapeake – A Saga do Colorado
     Jô Soares – O Xangô de Baker Street
     Leon Uris – Grito de Guerra
     Machado de Assis – Quincas Borba – (também a grande maioria dos contos)

     Você decidiu auto-publicar o seu livro, através da Amazon, utilizando uma gráfica americana que imprime o livro por demanda. O que te levou a tomar esta decisão? Você acha que um autor é capaz de fazer sucesso e vender bem os seus livros mesmo sem o auxílio de uma editora?
     LA: A facilidade para a publicação. Você apanha um pouco no começo da utilização da ferramenta para auto-publicação no Amazon, mas depois que pega o jeito, é fácil. Também a condição de não ter meus direitos editorias preso. Você pode a qualquer momento retirar seus livros da venda no Amazon, cancelando o vínculo. Quanto a um autor fazer sucesso, sem uma editora junto, acho muito difícil. Vejo 4 pontos básicos para o sucesso de um autor. Tentarei explicá-los sobre o meu ponto de vista:
     A1 –  Qualidade do Texto: A história tem que ser interessante. Significativa. Cativar o leitor. Conduzi-lo em uma viagem. Como eu já vi várias vezes escrito; “Trazer o leitor para dentro do livro”. Nesta questão gostaria de colocar um comentário: Algumas (não é generalizado) de nossas editoras e agentes, trabalham num formato que chamo de “pleno comercial”. Deixam a qualidade de uma história em segundo plano, olhando apenas para o apelo comercial da mesma. Algo parecido com o processo que ocorre em algumas gravadoras de CD´s.
     A2 – Publicação: Um livro tem que ser bem escrito. A língua pátria tem que ser mostrada de uma forma exuberante. Para isso nada melhor do que um bom revisor e leitura crítica. Uma linda capa, boa editoração, impressão de qualidade, complementam a apresentação (publicação) de um livro.
     A3 – Divulgação: Nada se vende, se o público não conhece. Nessa questão agradeço e muito o trabalho feito pelos blogs e grupos de literatura. O apoio por parte deles é fundamental para a divulgação de um livro.
     A4 – Distribuição: Essa é a condição mais crítica. Sem distribuição (seu livro físico nas livrarias) todo o esforço acima é reduzido para uma baixa porcentagem de êxito. Por isso é necessário a presença de uma editora, que faça a distribuição do seu livro.

     Você postava os seus livros no wattpad, capítulo a capítulo, de graça. O que te levou a decidir que era o momento de vendê-los? Mande esta dica para os autores do wattpad que estão na dúvida entre publicar ou não seus livros.
     LA: Foi a somatória de alguns fatores: A boa quantidade de pageviews que o livro atingiu no wattpad. Os comentários dos leitores, sempre favoráveis. O aumento do número de seguidores. Um dos capítulos atingir em um dia e meio mais de 1.000 entradas. Esses indicadores do wattpad, mais o trabalho de divulgação da obra/autor, na mídia (face/twitter/etc) com boa aceitação pelo público, foram mandatórios na decisão de publicar, em formato impresso, A Lenda. A partir dele, A Jornada e os demais publicados, foram uma atitude lógica.

Curiosidades :
     → O cachorrinho que aparece no livro 1, foi baseado em seu grande amigo, a quem chama de Bilico, um vira-latas de rua, que o adotou. Luiz nunca conheceu um cachorro tão amoroso e inteligente como ele, que já está no céu dos cachorros...

     → Sobre os nomes de personagens e locais a maioria sempre tem um significado, seja mais claro, ou difícil de se visualizar, exemplo: Janis B. Smith - Janis de Janis Joplin e Smith de Sr. Smith, seriado perdidos nas estrelas. outro exemplo: Lemur (o antigo e lendário continente de Lemúria) e assim vai.

     → Luiz é comerciante de selos (filatelia), vende selos de coleção para colecionadores em geral. Já foi dono de uma pet-shop, durante 16 anos (quando o Bilico o adotou).

     → Vários dos cenários do livro foram idealizados enquanto Luiz tomava banho.

     → No decorrer da história, existem frases que são quase um resumo do livro.

    Contatos:
     Email: a-amato@uol.com.br
     Perfil no facebook: https://www.facebook.com/luiz.amato
     Página da Série: www.facebook.com/luizamatosaga
     Twitter: @LuizAmato
     Skoob do livro 1, A Lenda: http://www.skoob.com.br/livro/409825-a-lenda (o segundo livro, "A Jornada", também já está cadastrado no Skoob, clique aqui e leia a sinopse).

Onde comprar:
     Para comprar diretamente com o autor: R$ 29,00 já com o frete registrado (para um livro) – autografado, com dedicatória e marcador – pode pedir inbox ou pelo e-mail.
     Para comprar no amazon.com (USA) – tem a versão impressa e o ebook. 
     No amazon.com.br – só a versão ebook. 

     Espero que vocês tenham gostado da entrevista e das curiosidades tanto quanto eu.

Me acompanhem nas redes sociais:
 twitterfacebook | G+SkoobGoodreadsBloglovin (receba os posts do blog no seu e-mail)| Instagram.

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Conheça o livro A Lenda #SemanaALenda

Livro, A Lenda, série, A Grande Aventura, Luiz Amato, trilogia, capa, sinopse, mistério, aventura

     Olá pessoal, tudo bem? Hoje começa a #SemanaALenda, organizada pelo blog Every Little Book, é a semana de lançamento do livro "A Lenda", o primeiro da série A Grande Aventura, do escritor paulista Luiz Amato.

Sinopse: Uma aventura de tirar o fôlego. Para você que gosta de ficção, enigmas, suspense e ação, tudo isso em uma leitura fácil e gostosa. Conviva com personagens carismáticos e interessantes. Viaje pelo tempo, nas Cruzadas, século 12, ou em uma masmorra na Inglaterra, no século 15. Aventure-se por cemitérios esquecidos, corredores misteriosos e um laboratório de manipulação genética. Conheça o "Setor de Lendas" da igreja em Roma. Prepare-se, isso é só o começo.










     Elogios e citações:
     • “É fascinante a forma criativa e sem limites que o autor nos leva a participar dessa grande aventura.” Márcia Rios, Blog Apaixonada por Livros.
     • “O primeiro livro da série A Grande Aventura me arrebatou do mundo real!” Luana Albuquerque, Blog Casal Literário.
     • “Amei ler esse livro... A escrita captou toda a minha atenção, a cada página eu cogitava os fatos que aconteceriam e nem assim deixei de me surpreender com o desenrolar da história. Uma escrita simples e cativante...” Mara Santos, Blog Três Leitoras.


Sobre o autor: Paulista, casado, pai de duas lindas filhas. Dedica seu tempo à filatelia e a literatura, essa última uma paixão adquirida ainda muito jovem.
 Seus autores preferidos são: James A. Michener, James Clavel, Sven Hassel, Jack Higgins, Machado de Assis e José Mauro de Vasconcelos, de uma forma ou de outra, influenciaram o seu modo de escrever.

 É autor dos contos Psicos, Fronteira Final, Deus é mesmo Brasileiro, Louco? Quem? Eu?, Herói Urbano, Felicidade, Um conto de Amor,  Amor Somente Amor, O Plantonista e, o mais recente Q.I. 180 Um presente ou...?


     "A Lenda" ( 201 páginas) é o primeiro livro da trilogia "A Grande Aventura". O autor postou capítulo por capítulo no Wattpad e agora decidiu finalmente lança-lo de forma independente.
     Para quem quiser conferir algumas resenhas, é só clicar aqui, aqui e aqui.

     Confiram o book trailer:


     Contatos:
     Email: a-amato@uol.com.br
     Perfil no facebook: https://www.facebook.com/luiz.amato
     Página da Série: www.facebook.com/luizamatosaga
     Twitter: @LuizAmato
     Skoob do livro 1, A Lenda: http://www.skoob.com.br/livro/409825-a-lenda (o segundo livro, "A Jornada", também já está cadastrado no Skoob, clique aqui e leia a sinopse).

     Onde comprar:
     Para comprar diretamente com o autor: R$ 29,00 já com o frete registrado (para um livro) – autografado, com dedicatória e marcador – pode pedir inbox ou pelo e-mail.
     Para comprar no amazon.com (USA) – tem a versão impressa e o ebook. 
     No amazon.com.br – só a versão ebook. 


     Durante a semana, no blog e na fanpage, teremos mais posts da #SemanaALenda. E no final vai ter promoção para vocês!
     Quem aí já conhecia "A Lenda"? Algumas fontes garantem que leitores fãs dos livros do Dan Brown vão gostar de "A Lenda", tem muito mistério, aventura, códigos, criptogramas, sequencias numéricas, lendas e mitologia. 
     Espero que vocês tenham gostado do post de hoje.

Me acompanhem nas redes sociais:
 twitterfacebook | G+SkoobGoodreadsBloglovin (receba os posts do blog no seu e-mail)| Instagram.

domingo, 28 de setembro de 2014

TAG Meme Escrito

Tag, Meme, Escrito, Marijleite

     Olá pessoal, tudo bem? Fui indicada pela Bruna, do blog Cappucino e Bobagens, para responder a tag Meme Escrito.
     A ideia da Tag é que a blogueira responda a todas as perguntas em um caderno ou folha com sua própria letra, aproximando assim o leitor da blogueira, fazendo com que eles a conheçam melhor.

     Vocês vão conhecer minha letra diferente :) .

     As perguntas são:
    1 - Qual seu nome completo?
    2 - URL do seu blog?
    3 - Escreva "A raposa rápida marrom pula sobre o cão preguiçoso"
    4 - Citação favorita.
    5 - Música favorita do momento?
    6 - Cantor/Banda favorita no momento?
    7 - Diga o que quiser.
    8 - Indique 3 ou 5 blogs.

     Minhas respostas:

     Minha letra nunca foi linda, mas sempre foi legível (espero que vocês consigam ler!). Eu sou canhota, tenho dificuldade em manter a escrita em linha reta e misturo letras cursivas e de forma. Essa sou eu :D !

     Para responder a tag, vou indicar as meninas que participam dos links da semana:
     Vanessa Medeiro - http://everyday--things.blogspot.com.br/
     Erika Monteiro - http://www.queroseralice.com.br/
     Franciele Honorata -  http://calmaerespira.blogspot.com.br/
     Priscila Belato - http://www.garotaagridoce.com/
     Gabriela Rocha - http://deargabes.com.br/

     Quem mais quiser responder, sinta-se a vontade.
     Gostaram de me conhecer um pouco mais? Espero que sim.

Me acompanhem nas redes sociais:
 twitterfacebook | G+SkoobGoodreadsBloglovin (receba os posts do blog no seu e-mail)| Instagram.

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Conheça o livro Filhos da Senzala (Silvânia Dias, Editora Schoba)

     Olá pessoal, tudo bem? Recebi um kit super fofo da Editora Schoba (quem me segue no Instagram já viu), com o livro "Filhos da Senzala" (lançamento), dois marcadores de página e um espelhinho. Enquanto não sai a resenha, trouxe algumas informações sobre o livro para vocês conhecerem:

Filhos da Senzala, Silvânia Dias, livro, escravidão, capa, sinopse, romance histórico, comprar, Schoba



Título: Filhos da Senzala
Autor: Silvânia Dias
ISBN: 978-85-8013-319-6
Edição: 1ª (2014)
Gênero: Romance
Formato: 14 x 21 cm
Páginas: 260
Preço de capa: R$ 34,90

Skoob
Fanpage
Onde comprar online: loja da editora







     Sinopse: Ele era branco, jovem e livre. Ela, uma belíssima parda, provocante e sedutora que nasceu escrava na Fazenda Cantareira, de propriedade do temido e impiedoso Capitão Bartolomeu Moutinho Esteves. Por intenso amor a ela, o ingênuo rapaz vendeu 12 anos de sua existência ao diabólico fazendeiro e mergulhou no abismo sombrio e brutal do cativeiro, tornando-se o principal personagem de um sórdido drama.

     Sobre a autora: Silvânia Dias nasceu em Belo Horizonte, mas passou parte de sua infância em fazendas do interior mineiro, ouvindo as antigas histórias de sua avó materna, narradas de geração em geração, desde tempos remotos. De volta à cidade natal, graduou-se em História e tornou-se Especialista em História da Cultura e da Arte, pela Universidade Federal de Minas Gerais, e em Arte e Cultura Barroca, pela Universidade Federal de Ouro Preto, na qual, posteriormente, tornou-se Mestre.

     Depoimento da pesquisadora Deyse Marinho sobre a obra Filhos da Senzala:
     Capitania de Minas Gerais, 1819. Nas complicadas relações de senhores e escravos em uma sociedade tradicional e patriarcal, nascia o enredo que deu origem a esta narrativa sob a ótica da historiadora e pesquisadora Silvânia Dias. Foi durante as pesquisas para o Mestrado, que a autora encontrou os documentos que a inspirou escrever este romance permeado de drama, infortúnio e esperança. Acorrentado pelo amor à escrava Eugênia, o homem branco, Francisco do Espírito Santo Junior, negocia a liberdade da amada, e cai em uma dolorosa armadilha arquitetada pelo ardiloso proprietário Capitão Bartolomeu Moutinho Esteves. Filhos da Senzala revela uma história de amor incondicional e desmedido que envolve seus personagens em uma trama de poder e submissão. Reunindo os fragmentos de experiências vivenciadas por alguns personagens reais, a autora tece com primor o instigante contexto social apresentado em Filhos da Senzala, fornecendo indícios de como teria sido a convivência dos diferentes grupos que compunham a sociedade mineira oitocentista.

Editora Schoba

     Sobre a Editora Schoba:
     "A Editora Schoba é uma das mais conceituadas editoras de autopublicação do Brasil. Confira mais:
     A Editora Schoba foi instituída com o objetivo de desburocratizar a publicação de livros no Brasil. Como o autor é nosso foco principal, esperamos estabelecer uma parceria duradoura e transparente durante todo o processo de publicação do livro, zelando pela imagem e oferecendo um serviço que atenda cada necessidade do autor.
     Por isso, temos em mente que só se vira a página – seja de um livro ou da vida – com publicação de alta qualidade.
     Missão
     Buscamos oferecer as melhores soluções em editoração e publicação, com qualidade e responsabilidade, sempre acompanhando e assessorando cada um de nossos autores.
     Valores
     Qualidade nos serviços prestados; Excelência no Atendimento; Inovação e Criatividade; Transparência, Agilidade, Respeito e comprometimento com seus autores e colaboradores e Adaptação às novas tecnologias relacionadas ao mercado editorial.
     Visão
     Ser referência na publicação de livros em todo o Brasil, descobrindo novos talentos pelo país.

     Conheça algumas de nossas redes e portfólio:
     Site: www.editoraschoba.com.br
     Facebook: https://www.facebook.com/pages/Editora-Schoba/113919562008366
     Instagram: http://instagram.com/editoraschoba
     Issuu: http://issuu.com/edschoba"

"Nunca tive a pretensão de escrever um livro, mas a tão comovente historia de amor de Francisco e Eugenia, me levou a querer tira-los do Arquivo Publico de Mariana, para que o maior numero de pessoas possível pudesse conhecer a emocionante coragem de um homem que por amor vendeu a liberdade e se tornou um escravo, no ano de 1821. Espero que onde eles estiverem se sintam homenageados com o livro 'Filhos da Senzala'" (via: fanpage do livro)

     Estou super animada para ler este romance de época, especialmente por a história ter bases reais e se passar no Brasil, mais especificamente em Minas Gerais (meu estado). Em breve, trago a resenha para vocês.
     Espero que tenham gostado do post de hoje. Já conheciam o livro?

     * Participem do sorteio de um kit de marcadores, a única regra é deixar um e-mail para contato, clique aqui para participar (só até dia 04).

Me acompanhem nas redes sociais:
 twitterfacebook | G+SkoobGoodreadsBloglovin (receba os posts do blog no seu e-mail)| Instagram.

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Caixa de Correio: livros de agosto e sorteio de marcadores

     Olá pessoal, tudo bem? Minha caixa de correio de agosto foi bem pequenininha, além de alguns marcadores, recebi um livro de parceria e peguei um emprestado.

     - Lolita - Vladimir Nabokov, Editora Companhia das Letras, 319 páginas, tradutor: Jorio Dauster, Skoob. Onde comprar online: SubmarinoAmericanas (edição nova).
     "Lolita" é um livro bem famoso e que eu tinha curiosidade para ler. Consegui emprestado, terminei a leitura ontem e postarei a resenha em breve. Posso dizer que vale a pena! Essa edição é de 2003, com capa dura.

 Livro, Lolita, Vladimir Nabokov, Companhia das Letras, capa dura, sinopse, comprar

     Sinopse: Irreverente e refinado, este é um dos romances mais célebres de todos os tempos. É também uma aventura intelectual que não deixa ninguém indiferente, um relato apaixonado de uma sensualidade alucinada, uma autópsia implacável do modo de vida americano. De um lado, um homem de meia-idade, obsessivo e cínico. De outro, uma garota de doze anos, perversamente ingênua. A química se faz e dá origem a uma obra-prima da literatura do nosso século. 'Lolita' é chocante, desafia tabus, escandaliza. O livro foi incorporado ao imaginário coletivo da modernidade, e até o nome da personagem tornou-se um substantivo corrente, provas do alcance e da genialidade do autor.

     - Herdeiro Da Névoa - Raquel Pagno, Editora Chiado, ISBN: 9789895102327, Ano: 2013, 256 páginas, Skoob. Onde comprar online: SaraivaCulturaBarca dos Livros.
     Recebi esse livro e cinco marcadores da parceria com a editora Chiado. Assim que terminar a leitura, resenharei para vocês.

Livro, Herdeiro da Névoa, Raquel Pagno, Editora Chiado, marcadores, sinopse, comprar

     Sinopse: Inácio Vaz mal podia acreditar no sonho que se realizava. Acabara de chegar à Paris com algumas moedas no bolso e a grande vontade de se tornar advogado. Depois de ser surpreendido pela beleza de Chloé Champoudry, enquanto esperava pela entrevista que lhe garantiria a bolsa de estudos na Sorbonne, e encantado pela garota dos cabelos de fogo, trocara equivocadamente Direito por Artes, para poder estar em sua companhia. Desesperado por ter abdicado do sonho, Inácio descobre que seu nome não consta em nenhuma das listas de matrículas. Disposto a esclarecer o mal entendido, não percebe que seus documentos foram trocados. O rosto na foto é seu, mas o nome, de outro. Stephen, seu colega de quarto, tenta convencê-lo a assumir a nova identidade. Os documentos pertencem ao herdeiro da dinastia Roux, um milionário desaparecido sem deixar rastros. Preso em um leque de mentiras e suspense, Inácio trava uma luta com sua própria consciência, enquanto apaixonado, procura pela garota que lhe roubara o coração.


     Quem acompanha a fanpage do blog, deve ter visto a foto que postei mais cedo, com um envelope preto misterioso. Agora vou mostrar o que tinha dentro dele:

Marcadores, livros, Cristina Frentzen

     Marcadores dos livros da escritora Cristina Frentzen: Clube de Vênus (já resenhado no blog) e Nova Terra 1: O despertar. Eles são super bonitinhos, lembram um crachá.

Marcador de páginas

Sorteio:
     Vou presentear um leitor do blog com um kit igual ao da foto abaixo, com 8 marcadores. A única regra obrigatória é deixar um e-mail para contato, todas as outras são chances extras. O sorteio é dia 04/10/2014. Para participar é só preencher o formulário do Rafflecopter abaixo (ou clicando aqui).
Sorteio, marcadores

a Rafflecopter giveaway

     Alguma dúvida? Boa sorte!


     Por hoje é só, espero que vocês tenham gostado do post e que participem do sorteio.
     Alguém aí já leu "Lolita" ou "Herdeiro da Névoa"?

Me acompanhem nas redes sociais:
 twitterfacebook | G+SkoobGoodreadsBloglovin (receba os posts do blog no seu e-mail)| Instagram.

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Descubra Alameda dos Pesadelos

     Olá pessoal, tudo bem? Hoje venho mostrar para vocês um livro bem interessante: "Alameda dos Pesadelos", um romance escrito pela Karen Alvares e publicado recentemente pela Editora Cata-vento.

Sinopse: Vívian era apenas uma mulher solitária, com uma vida normal, presa em sua rotina sem graça, até a noite em que presencia um acidente. A partir daí seu pesadelo começa; ela passa a ter visões de um homem que conheceu no passado e desejava nunca mais encontrar. E o pior: ele quer vingança. Até que ponto um pesadelo é fruto da imaginação? Vívian descobre que o limite entre a alucinação e a realidade é tão pequeno que a loucura está a apenas um passo de distância e o pesadelo pode estar escondido na nossa mente, como um monstro à espreita, esperando sua chance de despertar. E para escapar do seu horror particular, Vívian precisará entender quais foram seus erros. E finalmente aceitar a própria culpa.
Editora: Cata-vento
Páginas: 265

Preço: R$ 34,90
E-book: R$ 14,90




     Onde comprar online: Livraria Cultura, na loja da editora, ou adquira autografado com a autora enviando um e-mail para kvs.alvares@gmail.com. Saiba mais: http://alamedadospesadelos.wordpress.com/compre-o-seu/. E-book: Amazon.

     → Adicione o livro ao Skoob: http://www.skoob.com.br/livro/375770-alameda-dos-pesadelos.
     → Hotsite: http://alamedadospesadelos.wordpress.com/.
     → Leia o primeiro capítulo: http://alamedadospesadelos.wordpress.com/leia-o-primeiro-capitulo/.

     Sobre a autora:
Karen Alvares escreve desde a adolescência, divulgando seus textos na internet. É formada em informática e professora na área. Autora do romance Alameda dos Pesadelos, que saiu pela Editora Cata-vento, foi também publicada em diversas antologias de contos das Editoras Andross, Draco e Buriti. Adora terror, mundos fantásticos, chocolate e gatinhos. Atualmente vive em Santos/SP com o marido e cria histórias na sua cabeça enquanto anda de bicicleta pela cidade.
     Facebook, Skoob, Blog: www.papelepalavras.wordpress.com. Twitter e Instagram: @karen_alvares.


     A primeira vez que vi a capa e o título, já fiquei curiosa sobre a história.
     Alguém aí já conhecia ou leu o livro?

Me acompanhem nas redes sociais:
 twitterfacebook | G+SkoobGoodreadsBloglovin (receba os posts do blog no seu e-mail)| Instagram.

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Resenha: livro Aquala e o Castelo da Província, Bernardo Fragoso

     Olá pessoal, tudo bem? O livro da resenha de hoje é "Aquala e o Castelo da Província", escrito pelo Bernardo Fragoso e publicado pela Editora Giostri.

Livro, Aquala e o Castelo da Província, autor, Bernardo Fragoso, Editora, Giostri, resenha, et, alienígena, trechos, comprar

     Thomas Flintch era um garoto de 14 anos que morava com o pai, Robert. Sandra, sua mãe, havia morrido quando ele ainda era um bebê. Robert estava desempregado e a situação financeira deles estava pior a cada dia. Thomas era bolsista em um colégio particular, onde também estudavam Felipe (seu melhor amigo), Sofia e a novata Laura.

     "(...) a impressão de fragilidade que tomou o corpo do garoto deu-se principalmente porque ele não aceitava o fato de Robert deixar a vida levar sua casa assim tão fácil. Thomas correu dali cambaleando, seu antigo guerreiro era seu atual derrotado e ele não estava pretendendo olhá-lo tão cedo." (página 73)

     Coisas muito estranhas começaram a acontecer na vida de Thomas: era apresentador de tv dando informação errada, luzes verdes saindo da casa do vizinho, bicicleta andando sozinha... e essas eram as esquisitices mais leves. Thomas era um garoto muito pé no chão (algumas vezes, parecia ser mais adulto que seu pai), até ouvir uma conversa de seus padrinhos com Robert e descobrir que era um aqualaeste, o que foi um choque e um alívio ao mesmo tempo: ele era um extraterrestre, mas pelo menos não estava ficando louco e as coisas que ele tinha visto realmente haviam acontecido.

     "(...) Quando se descobre que é aqualaeste, ganha-se uma entrada para o planeta, não literalmente. A única forma de conhecer suas terras é saber que elas existem." (página 86)

     Aquala era um outro planeta, onde moravam diversas raças. Muitos aqualaestes viviam na Terra sem que os humanos percebessem. A família de Thomas veio de Aquala, e após descobrir sua origem, o garoto deveria passar algum tempo lá.
     Thomas e seus amigos fariam inúmeras descobertas sobre a história de Aquala e suas próprias histórias e poderes, além de enfrentar grandes perigos. Um ser de outro planeta estava determinado a acabar com todos os Flintchs do Universo.

     "Thomas, de uma maneira, não parava de pensar se aquilo tudo era realidade, mas era tudo muito colorido e sensível para ser fruto da sua imaginação. Nos sonhos, as pessoas podem alcançar até o que lhes era impossível de acontecer, e agora eles sabiam que tudo era, sim, possível. Quem imaginou que, em algum dia, em vez de olhar para cima e ver o céu, eles estariam olhando para baixo e visualizando tudo como se fosse miniatura?" (página 123)

     Este foi o primeiro livro explicitamente sobre extraterrestres que li, estava muito curiosa para saber como o tema seria abordado e não me decepcionei; diferente de outros livros com seres de outros planetas (como Cisne, por exemplo), a história se passa nos dias de hoje e o foco não é a Terra e, sim, Aquala.
     Gostei muito do livro; Thomas é um garoto bacana, a amizade dele com o trio (Felipe, Sofia e Laura [por quem ele tem uma quedinha]) é legal, todos os outros personagens são interessantes, as coisas não acontecem todas de uma vez e a gente vai descobrindo a história aos poucos, dá curiosidade sobre o que vai acontecer no próximo capítulo! As diversas espécies de seres extraterrestres (que vão muito além das já conhecidas fadas e sereias) são bem explicadas e construídas; lugares lindos (principalmente em Aquala) são descritos de forma que dá vontade de estar lá para poder ver tudo de perto.

Aquala, Bernardo Fragoso, Giostri
Sobre o autor Bernardo Fragoso

     Para escrever um livro desses tem que ter muito criatividade! E, além de criativo, Bernardo Fragoso soube usar bem as palavras, elas foram organizadas de uma forma bonita e não apenas para formar frases, passando a impressão de que ele escolheu cada uma delas com cuidado.

     "Thomas dizia para o amigo ser mais sutil com os demais. Às vezes, não se encontra o que se procura, mas vale sempre a pena tratar bem quem lhe faz o mesmo. Parecia que tudo se esvoaçava da cabeça de Felipe como fumaça." (página 49)

     A história é dividida em capítulos e a maior parte é narrada em terceira pessoa, apenas alguns capítulos são narrados pelo Thomas e foram justamente esses os meus preferidos, poder ver o garoto contando partes da sua história e de seus sentimentos me fez gostar ainda mais dele.

     "Eu ofereci meu casaco.
     Ela fez cara de dúvida e acabou, por surpresa, segurando a minha mão.
     Naquele momento, eu estava estranho, meus dedos não tremiam mais, o que tremia era meu peito. Meu coração disparou, as batidas ficaram mais rápidas." (página 191)

     "Aquala e Castelo da Província" é o primeiro livro de uma trilogia, sendo assim, seu final deixa muitas coisas para serem resolvidas nos próximos. Por incrível que pareça, isso não me incomodou. O livro termina após Thomas e sua turma se salvarem de uma situação perigosíssima, a mais perigosa de todo o livro. Não só ele, como também os leitores, precisavam de uma pausa. É como se o clímax da história tivesse passado e as últimas páginas trouxessem um pouco de tranquilidade para que a gente retomasse o fôlego.

Livro, Aquala e o Castelo da Província, Bernardo Fragoso, extraterrestres, et, comprar, resenha, Giostri
Contracapa Aquala e o Castelo da Província - Bernardo Fragoso
Diagramação, livro, Aquala

     Para mim, a capa do livro é linda demais (amo capas coloridas)! Tem a ver com a história ao retratar um pouquinho de Aquala (reparem no disco voador ali em cima). A diagramação está boa, com um tamanho bom de margens, letras e espaçamento; as folhas são amareladas e a numeração das páginas fica na lateral.

     "Por mais que eu não tenha vivido momentos suficientes para amá-la como ela merece, eu sinto que tudo será posto, um dia, como deveria ter sido desde o início, porque eu acho que amar é ir além de palavras, amar é ir atrás de alguém que faça seu coração bater mais forte, é não saber o que falar na hora certa, é correr contra o tempo e se sacrificar para que quem você ama se sinta bem sempre... amar é organizar piqueniques em menos de duas horas..." (página 193)

     Detalhes: 286 páginas, ISBN: 9788581083087, gênero: Fantasia, fanpageSkoob. Onde comprar online: Saraiva, Cultura

     Por hoje é só, espero que vocês tenham gostado da resenha. Me contem, vocês acreditam em extraterrestres? Já leram algum livro sobre o tema? Quem aí ficou com vontade de ler "Aquala e o Castelo da Província"?

     * Esse é o 2° livro da editora Giostri que leio, o 1° foi Crimbfuor (que se tornou um dos meus favoritos).
     * As inscrições para o sorteio de 2 kits do livro Intenso Demais, lançamento da Editora Valentina, vão só até terça-feira, clique aqui para participar.

Me acompanhem nas redes sociais:
 twitterfacebook | G+SkoobGoodreadsBloglovin (receba os posts do blog no seu e-mail)| Instagram.

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Você precisa conhecer a fanpage Artes Depressão

Cupid Shooting a Bow - Carle van Loo
Cupid Shooting a Bow - Carle van Loo (fonte)

     Olá pessoal, tudo bem? Já faz algum tempo que não indico uma página bacana para vocês, né? Quando conheci a fanpage Artes Depressão, pensei: Preciso fazer um post sobre ela!!!
     A ideia da página é, basicamente, pegar obras de arte famosas e colocar frases e/ou legendas, o que gera postagens interessantes e engraçadíssimas. Vocês não tem noção do quanto eu ri!!!
     Confiram algumas:

Operários - Tarsila do Amaral
Operários - Tarsila do Amaral (fonte)

(Fonte) *via Caricatúnel 
     Seríssimo!

O grito
O grito em Desafio do balde de gelo.
  (Fonte)

Seduction - Reggianini Vittorio
Seduction - Reggianini Vittorio (fonte)

Ícones Filosóficos
Ícones Filosóficos (Fonte)
     Na faculdade, tenho estudado tanto sobre Platão e companhia, que tive que compartilhar essa imagem.

     Para ver mais, acessem: www.facebook.com/ArtesDepressao (tem no Twitter também: @artes_depressao).
     A maior parte das obras de arte que conheço, vi nos livros didáticos da escola e ficaram gravadas em minha memória.
     E vocês, gostaram da página? Já conheciam? Além de diversão, Facebook também pode trazer um pouco de cultura!

     Ps.: já está participando do sorteio de 2 kits do livro Intenso Demais? É só até dia 23 e é super fácil participar, clique aqui e concorra.

Me acompanhem nas redes sociais:
 twitterfacebook | G+SkoobGoodreadsBloglovin (receba os posts do blog no seu e-mail)| Instagram.

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

#SemanaComplicadaDemais Promoção: sorteio de 2 kits do livro


     Olá pessoal, tudo bem? Durante a semana passada, aqui no blog e nas redes sociais, vocês acompanharam posts sobre o livro "Complicado Demais", escrito pela S. C. Stephens e lançado pela Editora Valentina; foi a #SemanaComplicadaDemais.
     Hoje, trago uma promoção super bacana para vocês: o sorteio de dois kits do livro, cada kit com: um livro mais bottom, chaveiro e kit de marcadores.
     Para participar, é só seguir as instruções dos formulários abaixo, as inscrições vão até dia 23, terça-feira.

a Rafflecopter giveaway

     Preenchendo as duas primeiras regras que são obrigatórias, libera as chances extras. Se o formulário não aparecer, atualize a página, acesse por outro navegador ou participe diretamente pelo link clicando aqui e aqui. Alguma dúvida?
     Boa sorte!

Me acompanhem nas redes sociais:
 twitterfacebook | G+SkoobGoodreadsBloglovin (receba os posts do blog no seu e-mail)| Instagram.

sábado, 13 de setembro de 2014

Uma carta para Charlie


     Olá pessoal, tudo bem? Um dos temas sugeridos este mês, na blogagem coletiva do grupo Rotaroots foi "Das cartas que eu nunca te escrevi". A ideia era escrever uma carta que a gente sempre teve vontade, e que por algum motivo nunca escreveu.
     Eu decidi escrever para o personagem Charlie, do livro "As Vantagens de Ser Invisível" (Stephen Chbosky, Editora Rocco). Para quem não sabe, o livro é composto por várias cartas onde Charlie vai escrevendo sobre sua vida, o destinatário não tem nome e presume-se que seja o leitor.

     *Sugestão: ouça a música enquanto lê, ela faz parte da trilha sonora de "As Vantagens de Ser Invisível".



Uma carta para Charlie

Liberdade, 13 de setembro de 2014.     

Querido Charlie,

      Espero que, neste exato momento, você esteja bem.
      Após ler todas as suas cartas, senti que precisava te escrever de volta. Senti que precisava te agradecer por me contar sua história. Talvez você nem imagine o quanto suas palavras foram importantes para mim!
       Antes de receber suas cartas, eu não me entendia, não entendia o que acontecia dentro da minha cabeça e do meu coração. Toda vez que eu tentava compreender, tudo ficava ainda mais complicado e eu acabava desistindo. Agora eu entendo um pouco mais, e devo isso a você!
      Charlie, entre outras coisas, você me mostrou que eu não era a única pessoa que tinha uma vida feliz e triste ao mesmo tempo! Temos muitas semelhanças (fazer aniversário no mesmo dia é só uma delas), me reconheci em muito do que você escreveu. Você entende o quanto é especial e reconfortante encontrar alguém que é parecido com a gente? Eu acho que entende sim!
      Em sua cartas, você organizou em palavras o que eu tentava, mas não conseguia dizer. Isso me deu um alívio enorme.
      De tudo o que foi escrito, tem alguns trechos de sua última carta que me marcaram para sempre, você disse:
      "Então, eu acho que somos quem somos por várias razões. E talvez nunca conheçamos a maior parte delas. Mas mesmo que não tenhamos o poder de escolher quem vamos ser, ainda podemos escolher aonde iremos a partir daqui. Ainda podemos fazer coisas. E podemos tentar ficar bem com elas."
      Obrigada, Charlie! Eu tentava, em vão, entender as razões pelas quais eu era o que era, e principalmente as razões pelas quais eu sentia o que sentia. Isso me consumia! E você me disse para olhar pra frente, e eu olhei!
      Na mesma carta, você disse: 
      "Acho que, se um dia eu tiver filhos e eles ficarem perturbados, não vou dizer a eles que as pessoas passam fome na China nem nada assim, porque isso não mudaria o fato de que eles estão transtornados. E mesmo que alguém esteja muito pior, isso não muda em nada o fato de que você tem o que você tem. É bom e mau.
      (...)Talvez seja bom colocar as coisas em perspectiva, mas às vezes acho que a única perspectiva é estar aqui. Como disse a Sam. Porque não há problema em sentir as coisas. E ser quem você é." 
      Mais uma vez, obrigada! Obrigada por não ser como tantos que pisam, menosprezam e ridicularizam os sentimentos e as dores alheias. Obrigada por deixar que as pessoas ao seu redor possam ser elas mesmas! 
      E obrigada por falar sobre as perspectivas, como diria Bill, o seu adorável professor, "às vezes as pessoa usam o pensamento para não participar da vida". Eu via as coisas sob perspectivas demais, e não reparava na mais importante, não participava. Juro que estou tentando mudar isso.
      Querido Charlie, eu teria muitas coisas para te dizer, quem sabe até daria para escrever um livro. Mas, por hoje, acho que já falei o mais importante.
      Não me chame de chata, mas preciso agradecer novamente: obrigada por fazer mais por mim do que tantas outras pessoas foram capazes de fazer!
      Até algum dia!
Com amor,
Maria.

     ps.: mande um abraço ao Stephen Chbosky, por favor ;) .



     Sentimentos são coisas muito pessoais, o que faz sentido para alguns pode não fazer para os outros; mas como o blog Pétalas de Liberdade é primeiramente um blog pessoal, achei que seria bom escrever esta carta e postá-la aqui.
     Obrigada por lerem!


Me acompanhem nas redes sociais:
 twitterfacebook | G+SkoobGoodreadsBloglovin (receba os posts do blog no seu e-mail)| Instagram.

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

5 perguntas para S. C. Stephens

Entrevista, S. C. Stephens, livros, romance,

     Olá pessoal, tudo bem? Em mais um post da #SemanaComplicadaDemais, trago algumas perguntas e respostas bem interessantes, feitas em entrevistas com a autora da Trilogia Rock Star, S. C. Stephens.

Entrevista, S. C. Stephens, livros, romance,
     Algumas informações sobre a autora: S. C. Stephens é uma autora best-seller que gosta de passar cada momento livre criando histórias que são embaladas com emoção e com bastante romance.
     Seu romance de estreia, Thoughtless (lançado aqui no Brasil pela Editora Valentina, com o título de Intenso Demais), um impensado triângulo amoroso, cheio de angústia, paixões intensas e o inesquecível Kellan Kyle, transformou o mundo literário em uma tempestade. Maravilhada e surpresa pela resposta vinda do lançamento de Thoughtless em 2009, mais histórias vieram rapidamente. Stephens não parou de escrever desde então.
     Além de escrever, Stephens gosta de passar tardes ao sol lendo romances fabulosos, carregar seu iPod com músicas, ir ao cinema e passar um tempo de qualidade com seus amigos e família. Ela mora atualmente no fantástico Noroeste do Pacífico com seus dois filhos igualmente lindos.


5 perguntas para S. C. Stephens 
     O que iniciou o seu interesse na escrita?
     SCS: (..) Eu me interessei por diferentes gêneros, mas aquele que eu sempre retornava quanto tentava escrever alguma coisa era o romance. É a minha parte favorita em um livro, esteja eu lendo-o ou escrevendo-o – o primeiro olhar, a atração inegável, a saudade, o desejo, a exploração eventual. Eu sou louca por histórias de amor. Escrevi pedaços de pequenas cenas aqui e ali, mas não avancei mais do que algumas páginas até que comecei Intenso Demais. Depois que comecei esta história, não consegui parar.

     Como você escreve?
     SCS: Eu sou do tipo de garota que escreve seguindo o instinto. Normalmente tenho uma ideia de onde quero que a história vá, ou certos pontos que quero alcançar ao longo do caminho, mas este é um processo muito orgânico. Geralmente eu tenho um final em mente quando começo uma história, mas nem sempre. Às vezes tenho dois ou três, e não saberei exatamente como vai terminar até chegar lá. É como ver um filme se desdobrar em minha mente, e às vezes as coisas que acontecem me chocam completamente! (...)
     Eu tento escrever todos os dias, preferivelmente de manhã bem cedo, antes dos meus filhos acordarem. Quando eu comecei pela primeira vez, demorei entre 3 e 4 meses para finalizar uma história. Eu tenho estado muito mais ocupada agora, então levo um pouco mais de tempo. Eu também tenho escrito sequências ultimamente, o que leva mais tempo do que uma história nova, desde que há vários aspectos dos romances anteriores que eu tenho que lembrar. De várias maneiras, novas histórias são muito mais fáceis.

     Você pode compartilhar conosco como você obteve o feedback on line enquanto escrevia Intenso Demais? E o impacto que este feedback teve no livro?
     SCS: Eu não ia realmente compartilhar Intenso Demais, mas pura curiosidade me impulsionou a postá-lo. Eu queria saber se era bom, se eu tinha algum talento em contar uma história. Decidi postá-la no ficitionpress.com principalmente porque eu poderia fazê-lo anonimamente através de um pseudônimo. Postei um capítulo de cada vez e imediatamente me apaixonei pelo feedback instantâneo. E, muito para a minha surpresa, a maioria dos feedbacks eram muito, muito positivos! Até o final, eles eram.

     Inicialmente você liberava os seus livros completamente de graça. Quando isto mudou e o que a fez começar a vendê-los?
     SCS: Eu tive muitos pedidos de fãs por uma versão escrita dos meus livros para tê-los em suas estantes. Eu os queria na minha estante também, então eu comecei a pesquisar sobre autopublicação. Havia diferentes sites disponíveis, mas eu decidi usar o createspace.com, desde que eles eram vinculados com a Amazon.com. Uma vez que a versão escrita de Intenso Demais estava pronta, as pessoas começaram a me perguntar se poderiam comprar o ebook. Foi uma decisão difícil para mim, mas depois de uma grande quantidade de coragem, eu decidi tratar a escrita mais como uma carreira e menos como um hobby, e comecei a cobrar pelo meu material.

      Romance contemporâneo é um gênero literário vasto e popular. Quais você acha que são as chaves para conectar-se com o público deste tipo de história?
     SCS: Pelo feedback que eu recebi dos fãs, é com a emoção que eles se conectam. Eles são puxados para dentro da história e têm sentimentos pelos personagens, às vezes positivos, às vezes negativos. O realismo da história também toca as pessoas. Eu tive muitos fãs que diziam que ler Intenso Demais era como ler uma história sobre suas vidas. Tive outros que me diziam que ler o livro os faziam reavaliar seus relacionamentos. É muito surreal para mim que algo que escrevi pode ter tal efeito em alguém.

     Fontes: http://authorscstephens.com/ ; http://www.maryse.net/ ; http://blog.smashwords.com/ ; http://aestasbookblog.com/scstephen/ .


Intenso Demais, livro, Trilogia Rock Star, S. C. Stephens, Editora Valentina
     Intenso Demais, livro 1 da Trilogia Rock Star, S. C. Stephens
     Sinopse: Há quase dois anos, o namorado de Kiera, Denny, é tudo que ela sempre quis; apaixonado, carinhoso e totalmente dedicado. Quando os dois se mudam para outra cidade a fim de começar uma nova vida, Denny no emprego de seus sonhos, Kiera numa conceituada universidade, tudo parece perfeito. Mas então, um imprevisto separa o feliz casal. Sentindo-se sozinha, confusa e carente, Kiera se aproxima de Kellan Kyle, o sexy e sedutor vocalista de uma banda de rock. No começo, ele é apenas um amigo em cujo ombro ela pode chorar suas mágoas, mas, à medida que sua solidão aumenta, o relacionamento ganha força. Até que, uma noite, tudo muda... e nenhum deles jamais será o mesmo.
     Detalhes: 464 páginas, ISBN: 978-85-65859-24-0, Skoob. Onde comprar online: site da editoraSaraiva, Cultura.


Complicado Demais, livro, Trilogia Rock Star, S.C. Stephens, Editora Valentina, Romance
     Complicado Demais, livro 2 da Trilogia Rock Star, S.C. Stephens
     Sinopse: Após se envolver num triângulo amoroso que culmina numa traição devastadora, Kiera jurou aprender com os erros cometidos. Ela está determinada a nunca mais infligir aquele tipo de sofrimento a ninguém, principalmente ao homem talentoso e sensível que é o dono do seu coração. Mas a vida oferece novos desafios a cada relacionamento e, quando o amor de Kiera for submetido ao teste máximo, será que o sentimento vai sobreviver? Será que, por uma intensa paixão, vale a pena encarar um desafio tão complicado? Amar é fácil... confiar é que é difícil.
     Detalhes: 440 páginas, ISBN: 978-85-65859-24-0, Skoob1° capítuloBook Trailer e Playlist. Onde comprar online: Saraiva, Cultura, Galileu, Curitiba, Travessa, Loja da editora.



     Espero que vocês tenham gostado do post de hoje.

Me acompanhem nas redes sociais:
 twitterfacebook | G+SkoobGoodreadsBloglovin (receba os posts do blog no seu e-mail)| Instagram.