RESENHA: Bela Distração, de Jamie McGuire

Olá Leitores (as), como estão? Hoje venho trazer a resenha do livro Bela Distração, da autora Jamie McGuire. No qual, comecei a leitura sem nenhuma expectativa e com a certeza de que não iria gostar muito desse romance. Contudo me surpreendi com a forma como a autora desenvolveu toda a  história. Por essa razão venham conferir minha opinião completa sobre esta obra.


Foto: Skoob
Título: Jamie McGuire
Editora: Verus
Ano: 2014
Páginas: 306
Gênero: Jovem Adulto / Literatura Estrangeira / Romance

SINOPSE
O fenômeno de Belo desastre continua com este primeiro volume da série Irmãos Maddox.
Cami Camlin é uma garota intensa e independente, dona do próprio nariz desde a época do ensino médio. Agora, cursando a faculdade e trabalhando como bartender no The Red Door, Cami não tem tempo para nada, até que uma viagem para visitar seu namorado é cancelada e, pela primeira vez em quase um ano, ela tem um fim de semana de folga. Trenton Maddox era o rei da Universidade Eastern. Os caras queriam ser como ele, as mulheres queriam domá-lo. Mas, depois de um trágico acidente virar sua vida de cabeça para baixo, ele deixa o campus para lidar com a culpa esmagadora. Um ano e meio depois, Trenton está morando com o pai e trabalhando em um estúdio de tatuagem para ajudar a pagar as contas. Justamente quando ele pensa que sua vida está voltando ao normal, nota Cami sozinha em uma mesa no Red Door. Como a irmã mais velha de três caras de pavio curto, Cami acredita que não terá problemas para manter a amizade com Trenton no nível estritamente platônico. Mas, quando um Maddox se apaixona, é para sempre — mesmo que Cami possa ser a razão para que a já fragilizada família Maddox desmorone de vez. Em Bela distração, o leitor vai mergulhar novamente nas emoções do universo de Belo desastre, além de vislumbrar mais alguns momentos do casal mais amado da literatura new adult, Travis e Abby. (Skoob)

Desde que li a série Belo Desastre dessa mesma autora, e soube que havia sido publicado uma nova série que trazia os irmãos Maddox como protagonistas, que fiquei interessada em adquirir esse título. No entanto acabei passando outras leituras na frente, pois estava esperando a publicação de todos outros livros, para poder ler todos de uma vez, o que acabou fazendo com que esse título fosse esquecido na estante. Mas esse ano com o desafio desencalhando livros, consegui concluir a leitura. Todavia reconheço que me arrependi de ter demorando tanto para ler essa obra, já que fui sendo fisgada por essa história no decorrer da trama.   


Trenton sempre chamara minha atenção, mas eu nunca tinha tentado conhecê-lo bem o suficiente para saber o motivo. Ele obviamente se destacava para muitas mulheres, e a ideia de entrar na fila não me agradava, mas ainda assim eu o notava. Era difícil não notar. (pag.77)



Este livro se passa  no mesmo momento do primeiro livro da série Belo Desastre, e vamos acompanhando Travis se apaixonando pela Abbi novamente.  No entanto, aqui temos Cami Camlin, e Treton Maddox como protagonistas. Cami e a típica garota que possui uma personalidade forte, decidida e sabe o que quer, porém possui uma família cheia de problemas e conflitos. Inclusive ela é a irmã mais velha, e por isso acaba se sentindo responsável por seus irmãos mais novos, que sempre a colocam em apuros. E para não deixar a situação ainda pior, Cami possui um namorado que é super mistério, na qual vive a deixando na mão. Trenton conheci Cami desde a infância, entretanto havia se afastado e seguido caminho oposto. Porém uma oportunidade de emprego no estúdio de tatuagens que ele trabalha vai fazer com eles se aproximem novamente, e acabem se tornando amigos, ou será que há segundas intenções, ou até mesmo uma paixão se acendendo? O livro é narrado em primeira pessoa pela perspectiva da Cami, porém senti vontade de conhecer a visão do Treton também e em como ele se sentia nessa relação.

Quando ele entrou na caminhonete de Kody, meu estômago embrulhou. Eu estava encrencada. Numa grande e desastrosa encrenca chamada Maddox. (pag.84)



Quando comecei essa leitura não gostei muito de como a história estava se decorrendo, principalmente por causa das atitudes dos personagens, que eram bastante contraditórias. Apesar de dizer algo, agiam de forma contrária. Apesar disso no desenrolar da trama fui mudando de opinião, já que comecei conhecer melhor tanto a história de vida da Cami, como de Trenton, e mudei completamente a minha perspectiva em relação a eles. E foi aí que me senti fisgada pela obra, e cativada pelos personagens. Até porque até os personagens secundários possuem uma  importância na obra, e torci muito por eles, tanto para Travis, quanto pela melhor amiga da Cami, que estava dividida como ela é apaixonada por duas pessoas ao mesmo tempo. Que confusão né?


Levantei a mão, porque não estava interessada no que provavelmente seria um pedido de desculpas. Apontei um dedo para o seu peito largo.

_ Você não sabe porra nenhuma sobre a minha vida pessoal, então nunca mais fale comigo como se soubesse. Estamos entendidos?. (pag.137)



Uma história com certeza cativante, envolvente e divertida. Claro, que é aquelas história que é mais para passar o tempo, pois não tem uma lição de vida. Mas gostei muito de ver Trenton e Cami se aproximando, com uma amizade para lá de cômica, que me arrancou boas risadas, entretanto com muito companheirismo. Já que teve momentos de bastante tensão que ele foi o único a ficar ao seu lado, e a enfrentar a situação sem baixar a cabeça. Aqui não temos nada de muito surpreendente, é um romance bem clichê e sedutor. Há não ser pelo misterioso namorado de Cami, que a primeiro momento só o conhecemos pelas iniciais, mas a autora revela sua real identidade no final, e que revelação! Foi o ponto máximo da obra, e fechou com chave de ouro. Admito que fiquei com queixo caído, e que desconfiei algumas vezes, no entanto juro que não esperava. Fiquei completamente abismada, mas foi uma surpresa boa, e reconfortante, que fez com que eu ficasse louca para ler o próximo livro.

(...) Mas até mesmo a vida adulta parecia mais fonte de decepção que de aventuras, então só para me certificar de que esse fosse momento de felicidade não era um truque sujo, fiquei parada. (pag.161)


Estava com saudade de ler os livros dessa autora, que sabe muito bem escrever um New Adult bem desenvolvido, e descrito. Com uma escrita leve, e envolvente. Super recomendo a leitura para quem gosta do gênero, e de um romance clichê, mas recomendo que leiam primeiro Belo Desastre. E fiquem ligados, que logo irei trazer a resenha do livro Bela Redenção, que é o segundo livro dos irmãos Maddox. Mas, e vocês já tiveram oportunidade de ler este livro, ou se interessaram por esta leitura? Deixem nos comentários a opinião de vocês, é sempre muito importante e bem vinda.

Espero que tenham gostado, e por hoje é só.

Até o próximo post

Me acompanhe nas redes sociais:

Um comentário

  1. Comecei a saga Belo Desastre, mas confesso que nunca consegui terminar ela..rs
    Quando Bela Distração foi lançado, eu até olhei,mas começaram a sair tantas resenhas negativas, que dei aquele tempo.
    Percebi que a história não é tão boa quanto Belo foi, até por não ter Travis Lindo Maddox como o personagem principal(suspira).
    Mas lendo sua resenha, senti vontade saber mais sobre esta família e suas dores e delícias.
    Se tiver oportunidade, quero poder ler!
    Beijo

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar :)!!! Sua opinião é muito importante para mim. Tem um blog? Deixe seu link que visitarei sempre que possível.
*comentários ofensivos serão apagados

Topo