Resenha: livro "É Agora... Ou Nunca", Marian Keyes

     Olá pessoal, tudo bem? O livro da resenha de hoje é "É Agora... Ou Nunca", escrito pela Marian Keyes e publicado no Brasil pela Editora Bertrand Brasil.
Resenha, livro, É Agora... Ou Nunca, Marian Keyes, capa, trecho
     O livro é narrado em terceira pessoa e conta a história de três amigos: Katherine, Tara e Fintan, todos na casa dos trinta anos. Eles se conhecem desde a adolescência e saíram do interior da Irlanda para morar em Londres. Lá, cada um foi construindo sua vida, mas sempre mantendo a forte amizade.
     Katherine trabalhava na área financeira de uma agência de publicidade, era linda mas seus relacionamentos não duravam muito, uma mulher com mania de organização e durona que não dava chance para qualquer um. Afinal, seu coração já fora partido uma vez.
     "É claro que o seu trabalho ajudava muito. Um mundo perfeitamente organizado, onde só haviam números e jamais sobravam pontas soltas. Quando as contas batiam todas, você sabia que não tinha erro; simplesmente não havia lugar para dúvida. Era lindo!" (página 150)
     Tara estava em um relacionamento fracassado com Thomas, um cara mão de vaca que só a colocava para baixo. Portadora de uma compulsão alimentar espantosa, seu manequim só ia aumentado, reflexo de sua infelicidade no relacionamento. Por já ter passado dos 30, achava que se deixasse Thomas, nunca mais encontraria outro pretendente.
     Tara é a personagem mais engraçada, na tentativa de emagrecer, faz cada loucura! Mas eu fiquei bem assustada com a quantidade de coisa que ela conseguiu comer em uma de suas crises, muito assustada mesmo!
     Fintan, gay, era o único com um bom relacionamento amoroso, parecia o mais feliz dos três. Até que ficou gravemente doente. Ao ver sua vida ameaçada, ele resolveu dar um empurrãozinho para arrumar a vida de suas amigas, já que elas sozinhas pareciam não querer enxergar as oportunidades que perdiam.
     "— Sei que vocês duas me odeiam — e lançou um sorriso para ambas —, mas se pudessem ver as coisas do jeito que eu vejo, ficariam muito revoltadas pela forma com que estão desperdiçando suas vidas. Vocês mantêm o sofrimento em nível moderado porque acham que, em algum momento do futuro, as coisas vão todas se encaixar sozinhas e a vida vai ficar perfeita." (página 325)
     Fintan quer que Tara livre-se de Thomas, e que Katherine deixe de ser uma mulher de gelo e abra de vez seu coração para Joe Roth (colega de trabalho dela, lindo, um mocinho de arrancar suspiros).
Resenha, livro, É Agora... Ou Nunca, Marian Keyes, capa, trecho
Resenha, livro, É Agora... Ou Nunca, Marian Keyes, capa, trecho, crítica, contracapa

     "É Agora... Ou Nunca" tem quase 600 páginas, por mim poderia ter o dobro do tamanho que eu continuaria lendo, gostei tanto do livro que não queria que acabasse. Poderia acompanhar Katherine, Tara, Fintan e os outros personagens para sempre.
     Marian Keyes escreve de uma forma que a gente não vê o tempo passar. Ela não tem medo de ser engraçada. Sabe escrever cenas que me fizeram dar gargalhadas, como quando Tara vê um anúncio dizendo que banho de lama faz emagrecer. Ela toma o bando de lama na hora de almoço, tem que voltar pro trabalho toda suja e ainda fazer cara de paisagem e fingir que nada está acontecendo.
     Marian Keyes também sabe falar de assuntos sérios, como doenças, traumas e preconceito. E nos faz refletir sobre nossa própria vida através dos personagens.
     E a autora ainda traz reviravoltas para a história, quando a gente acha que nada mais pode acontecer, uma peça se move e alguma coisa nova é revelada. O livro guarda surpresas até o final.
     "- Quem se importa se é ruim para o cabelo? É ruim para a sua sobriedade! - exclamou. - Um tremendo desperdício de uma boa Smithwick's!
     - Mas eu quero que o meu cabelo fique legal para a discoteca - argumentou Tara.
     - Pode acreditar em mim, o seu cabelo vai parecer muito melhor se você beber a cerveja - replicou Fintan. - Pelo menos, vai parecer muito melhora para você." (página 183)

     O livro é dividido em capítulos curtos, as folhas são brancas e o tamanho das letras e das margens é bom. A capa tem tudo a ver com a história.

     Algumas pessoas me perguntaram se "É Agora... Ou Nunca" seguia a mesma linha de "Melancia", livro mais famoso da autora. Fazendo uma breve comparação, "É Agora... Ou Nunca" é bem mais agitado do que Melancia, tem um número maior de personagens e conflitos.

     Enfim, gostei muito e recomendo "É Agora... Ou Nunca" para quem busca uma história linda e divertida, sobre amizade, com um pouco de romance; um livro sobre pessoas aprendendo a valorizar a vida e em busca da felicidade.

     Detalhes: 588 páginas, ISBN: 8528612120, Skoob. Onde comprar online: Submarino, Americanas.

     Por hoje é só, espero que vocês tenham gostado da resenha. Alguém aí já leu "É Agora... Ou Nunca"?

Me acompanhem nas redes sociais:
30 comentários via Blogger
comentários via Facebook

30 comentários

  1. Oi Mari,
    Gostei muito mesmo da sua resenha, ainda mais por ter gostado desse livro, que eu quero ler. Adoro Marian Keyes, também acho que a autora escreve de uma forma que a gente não vê o tempo passar e que nos faz dar muitas risadas. Também acho ótima a sua forma de falar sobre assuntos importantes ou sérios, sem torná-los entediantes. Já li "Melancia", "A Estrela Mais Brilhante do Céu", "Sushi", "Los Angeles" e "Férias", o meu preferido.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thamiris, fico contente que tenha gostado da resenha. Quero muito ler "A Estrela Mais Brilhante do Céu". Obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  2. Respostas
    1. Oi Larissa, obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  3. Já ouvi falar nessa autora e o livro mais famoso é o "Melancia". Gostei bastante da sua resenha, e me deu vontade de ler esse livro, antes do "Melancia".
    bjus.

    http://recantoliterarioeversos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thatyane, posso te contar um segredo? Acho esse mais legal que Melancia. Obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  4. Eu já li Melancia dessa autora e não gostei muito do jeito que ela escreve, mas pode ser apenas impressão de primeiro livro. Achei ótima a sua resenha, pois até me identifiquei com as personagens! rs. Se tiver a oportunidade irei ler com certeza! Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gleyse, fico contente que tenha gostado da resenha. Obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  5. Oi, que bom que você gostou da leitura. Eu não sinto nenhuma vontade de ler este livro. Nada me atrai e acho a capa muito feinha heuheueheuhe Beijo
    entreeleitores.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jessica, obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  6. Tenho vontade de ler livros dessa autora, parece ser legal esse livro a resenha me deixou curiosa gosto de resenha assim, fiquei curiosa para saber o que aconteceu com o amigo delas.

    A cada resenha que leio desse livro, minha vontade de ler só cresce, pretendo comprar ele mês que vem, goste muito da resenha.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Denise, fico contente que tenha gostado, obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  7. Olá!!
    Que bom que você gostou da leitura!!! Minha mãe tem todos da Mirian e morro de vergonha de ainda não ter lido! Parecem ser tãããão divertidos. Se me contagiarem METADE do que te contagiou já acho válido!

    Um beeijo Lara.
    Blog Meus Mundos no Mundo | | Página Coração Furta-Cor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lara, são histórias com partes muito divertidas! Obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  8. /Eu li Melancia e não curti muito a escrita, então esse não tá na minha lista.

    www.iasmincruz.com

    ResponderExcluir
  9. Já lio quase todos os livros da autora publicado no Brasil. Só falta a o ultimo. Esse é um dos meus preferidos. Realmente são livros enormes mas que o tamanho não faz diferença. Eu lia 200 paginas brincando.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sil, obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  10. Olá tudo bem?
    Estou passando em seu blog pela primeira vez e gostei bastante daqui.
    Principalmente por causa da sua resenha, porque consideram esse livro um chick-lit não é? Eu estou precisando de livros do gênero e tenho pedido para muitas pessoas me indicarem livros desse tipo, mas ninguem sabe me falar nada =x
    E vc poderia me indicar alguns? Porque estou querendo selecionar alguns pra leitura. Enfim...Adorei a sua resenha e pode ter certeza que esse vai entrar pra minha listinha, mas queria confirmar se ele é um chick-lit ou pode ser considerado, porque já ouvi falar da série Melancia, mas nunca me chamou atenção viu. Enfim...Fico no aguardo. Se cuida linda...JÁ ESTOU TE SEGUINDO AQUI.

    beijinhos

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Silvana, é chick-lit sim; a Marian, a Meg Cabot e a Sophie Kinsella escrevem chick-lit. Obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  11. eu ja li esse livro e amei
    achei a historia tao linda e verdadeira entre os amigos!
    Beijos Jéssica R. Coelho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jéssica, obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  12. PRECISO ler esse livro, já tá na minha listinha dos de agosto!!! gostei tanto da resenha que nem me assustei quando vi o número de páginas, e pelos trechos que você postou os diálogos parecem ser uma delicia.

    http://www.novaperspectiva.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabriela, a leitura não é demorada, obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  13. Nossa, eu amo os livros da Marian Keyes essas irmãs são ótimas
    Mas já faz muito tempo que eu não pego nenhum desses para ler
    Gostei da dica
    Já estou seguindo ;)

    Beijos
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Amo Marian Keyes e todos os livros que li dela entraram para meus favoritos! É agora... ou nunca! foi um deles, adorei a história e adorei mais ainda os personagens, inclusive o meu favorito é o Fintan, morri de rir toda vez que ele entrava "em cena" e confesso que chorei um pouco no final, aliás: a dona Keyes tem isso de confundir nossas emoções e até quando eu odiava um personagem eu amava esse mesmo personagem algumas páginas depois.
    AMEI a resenha, parabéns!
    Beijos
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabrielly, obrigada pela visita e comentário.

      Excluir

Obrigada por comentar :)!!! Sua opinião é muito importante para mim. Tem um blog? Deixe seu link que visitarei sempre que possível.
*comentários ofensivos serão apagados

Topo