Resenha: livro "Maré Vermelha", G. Brasman & G. Norris

 Olá pessoal, tudo bem? Por acaso, vocês viram a hashtag #NovembroCastelar em algum lugar por essa internet afora? Ela foi criada para comemorar os 5 anos da série Crônicas dos Senhores de Castelo. Durante todo o mês de novembro, ocorreram (e ainda estão ocorrendo) vários desafios e atividades divertidas sobre a série. Para quem quiser ver tudo o que rolou e participar das promoções que ainda estão ativas, é só clicar aqui: #NovembroCastelar.

Crônicas dos Senhores de Castelo, Maré Vermelha, G. Brasman & G. Norris, livro, série, ficção, resenha, trechos, Verus, sorteio, marcadores

 Recebi da Editora Verus, o 3° livro da série, que está sendo lançado esse ano. Em "Maré Vermelha", o planeta Kynis (existem muitos planetas no Multiverso da saga) está prestes a entrar em guerra. A Ordem dos Senhores de Castelo, "formada por seres únicos, que usam seus dons, habilidades e artefatos de poder para incentivar a paz e a prosperidade pelos quatro quadrantes do Multiverso" deve intervir, na tentativa de evitar o conflito entre os kynianos do continente e os kynianos da ilha.

 Kullat e sua nova parceira de missões, Nahra, ambos Senhores de Castelo, são designados para ir até Kynis, e levam junto o aprendiz e futuro Senhor de Castelo, Sumo. Kullat tem um motivo a mais para querer ir para Kynis: dois velhos conhecidos seus, o Ladrão e o Bobo (os nomes representam perfeitamente bem o que eles são) se meteram em encrenca e estão encarcerados na prisão da ilha. A dupla foi ameaçada de morte, e se Kullat não ajudar, pode ser o fim da linha para Ladrão e Bobo. Só que essa ameaça de morte parece ter, de certa forma, alguma ligação com um velho e temido feiticeiro: Volgo, um ser capaz de destruir o que estiver em seu caminho, atrapalhando-o a alcançar seus objetivos escusos.

 "Volgo tossiu e arfou. Seu corpo esquelético tremia e seu manto vermelho estava coberto de areia.Se Willroch não o conhecesse, teria piedade daquela figura frágil, que parecia poder se quebrar apenas com o vento. Mas ele sabia que, por trás daquela aparência, existia um ser extremamente impiedoso, capaz de fazer qualquer coisa para atingir seus objetivos." (página 101)

 Como escolher apenas uma é impossível, Kullat tem que tentar resolver as três missões: evitar a guerra, libertar Ladrão e Bobo e tentar descobrir qual é e evitar que Volgo concretize seu plano em Kynis. Para isso, toda ajuda será bem vinda! Seja de outros castelares (como Nahra, que é tão diferente dele), seja de seres muito estranhos de outros planetas, seja de velhos amigos (como Thagir, seu antigo parceiro de missões).

 Eu não li os dois primeiros livros da série (mas pesquisei um pouco sobre eles, quem me acompanha no blog sabe que já fiz isso outras vezes). Isso pode ter feito com que eu demorasse algumas páginas para sacar quem era quem na história, e eu estava pouco habituada ao que era o Multiverso e a Ordem dos Senhores de Castelo, mas de forma alguma atrapalhou a leitura. O que eu precisava saber (acontecimentos anteriores, definições de termos), foi inserido no decorrer da trama, em pequenas doses.

 "Senhores de Castelo" é uma saga de aventura fantástica, e bota aventura e fantástica nisso! O terceiro livro (que é o que eu li, portanto, do qual posso falar com certeza) traz um toque de Steampunk, ao colocar diversas máquinas movidas a vapor na trama.

 Gostei muito de ler "Maré Vermelha", é daqueles livros que você faz uma pausa na leitura mas continua pensando na história e nos personagens. Ele é dividido em capítulos curtos, o que me fazia pensar, "Ah, só mais um capítulo!". É uma delícia de se ler, a trama não é pesada nem leve demais, na medida para quem procura uma história para embarcar, para esquecer do mundo real e ir para o mundo da ficção. Tem quase 500 páginas, mas a leitura fluiu de tal forma que consegui terminar em bem menos tempo do que imaginava.

 Não me apeguei muito a nenhum personagem em especial, talvez por não ter lido os livros anteriores, talvez por ter me apegado mais à história em si. Kullat é duro na queda, mais do que qualquer outro personagem que conheci até hoje! Vocês não tem noção do que os autores fazem com ele! Tenho que me segurar para contar nenhum spoiler. Nahra é uma pessoa tentando se ajustar numa sociedade com uma mentalidade diferente da dela, quase tendo que mutilar o seu "eu". Thagir é o meu pistoleiro preferido de todos os tempos, nunca pensei que pudesse gostar tanto assim de um pistoleiro. O Bobo é tão bobo, mas tão bobo que até eu perdi a paciência com ele; o Ladrão merecia ter alguns dos seus pecados perdoados por ter aturado-o por tanto tempo.

 "(...) Até hoje eu não consigo entender como um pedaço de pano pode fazer tanta diferença para as pessoas. Lá no meu planeta, se alguém usa algum pano no corpo, é porque quer esconder alguma coisa."  (Nahra, página 76)

 O final deixou algumas coisas pendentes; na minha opinião, personagens como Azio (me pareceu meio desconectado da história do livro 3) e Laryssa (achei ela meio chatinha) mereciam um espaço maior nos últimos capítulos. Além de eu não ter gostado de como ficou o planeta Kynis. Acredito (e torço para) que no livro quatro esses pontos sejam retomados.

 Consegui o livro um emprestado e vou lê-lo (e resenhá-lo) em breve. Depois, é ir atrás do segundo. E depois? Atazanar os autores e a editora pelo quarto livro da série. O bom é que são dois autores, então, dá pra encher a paciência duas vezes (brincadeira, não faço isso... só de vez em quando). Falando nisso, creio ter sido o primeiro livro que li, escrito por mais de um autor, e em momento algum eu senti diferenças na narração que pudessem denunciar uma troca de escritor. Não sei como foi o processo de escrita, mas achei o trabalho dos Gustavos muito bom. Virei fã!

 "(...) um dos meus poderes mais impressionantes é a capacidade de fechar a boca e abrir os ouvidos." (página 125, precisamos de mais pessoas com poderes assim!)

 "- Nunca vou entender como esses imbecis acreditam nesse tipo de besteira.
 - Nunca subestime o poder da fé - Volgo retrucou, com um leve sorriso. - É uma arma de força incomparável e de uma ferocidade sem limites!" (página 289)

Crônicas dos Senhores de Castelo, Maré Vermelha, G. Brasman & G. Norris, livro, série, ficção, resenha, trechos, Verus, sorteio, marcadores
Crônicas dos Senhores de Castelo, Maré Vermelha, G. Brasman & G. Norris, livro, série, ficção, resenha, trechos, Verus, sorteio, marcadores, contracapa, sinopse
Crônicas dos Senhores de Castelo, Maré Vermelha, G. Brasman & G. Norris, livro, série, ficção, resenha, trechos, Verus, sorteio, marcadores
Diagramação, ilustração, Crônicas dos Senhores de Castelo, Maré Vermelha, G. Brasman & G. Norris, livro, série, ficção, resenha, trechos, Verus, sorteio, marcadores

 Gostei da capa, a diagramação está perfeita: com a fonte, o espaçamento e as margens de bom tamanho, as folhas são amareladas e porosas. Tem algumas ilustrações bem bonitas no decorrer do livro, que está bem revisado.

 Enfim, "Maré Vermelha" é um livro que eu gostei muito e que recomendo para leitores de todas as idades. Uma história cheia de aventuras, com algumas cenas que vão te fazer prender o fôlego e outras que vão te fazer rir bastante; além de uma pitadinha de romance. Recomendo também para leitores que querem começar a ler bons autores nacionais contemporâneos, desde que esse leitores tenham em mente que a obra em questão é ficção fantástica.

 "- Deve ser a minha natureza selvagem - Thagir comentou, brincalhão.
 - E... - Kullat riu, servindo-se de uma bela porção de salada. - O homem mora no mato, só pode ser selvagem mesmo.
 - Lá vem você de novo com suas delicadezas - disse Thagir, sorridentes.
 - Certas coisas nunca mudam - Kullat replicou, bonachão, dando de ombros e enchendo um copo de suco. Ele se aproximou de um prato fumegante e sentiu o aroma da refeição. - Hum... Que cheiro bom...
 Thagir sorriu.
 - É. Certas coisas realmente nunca mudam.
 - Ele sempre foi assim? - Nahra perguntou, dirigindo-se a Thagir, enquanto se servia também.
 - Assim com? Feio? - Thagir disse, espetando com o garfo uma espécie de cenoura arredondada cozida." (página 193)

 Deixo meu agradecimento especial à Editora Verus por ter disponibilizado o livro para resenha. Convido todos vocês para participarem das atividades do #NovembroCastelar, para visitarem o site da série: www.senhoresdecastelo.com.br e para curtirem a página no Facebook: Crônicas Dos Senhores De Castelo.

 Detalhes: 503 páginas, ISBN: 9788576863519, leia um trecho, Skoob. Onde comprar online: direto com os autores, Submarino, Saraiva, Americanas.



Sorteio de marcadores
Sorteio, marcadores, Crônicas dos Senhores de Castelo, livro, resenha, comprar

 - Entre todos que comentarem nessa resenha, vou sortear um kit com 9 marcadores: 3 de cada livro da série. Para participar é só deixar um comentário (com conteúdo) na resenha, e preencher o formulário do Rafflecopter abaixo confirmando que comentou e deixando um e-mail para contato. Para quem quiser aumentar as chances de ganhar, tem as chances extras (que não são obrigatórias, você pode preencher todas ou só as que quiser) que vão aparecer logo após as duas regras obrigatórias serem cumpridas. As inscrições terminam no dia 08/12/2014, o resultado sairá no mesmo dia e será divulgado nesse post e nas redes sociais do blog. Entrarei em contato com o ganhador pelo e-mail deixado no formulário e ele terá até uma semana para responder me enviando seu endereço, ou o sorteio será refeito. O prazo para envio do prêmio é de até 30 dias. Alguma dúvida? Boa sorte!


 Espero que vocês tenham gostado da resenha de hoje. Quem aí já conhecia a série ou já leu o livro?

 E aproveitem os últimos dias para participar das promoções do blog, só até dia 30:  Aniversário La Oliphant: 27 livros, 3 ganhadores Sorteio da Trilogia A Seleção e  Sorteio de livros, brindes e vale-compras da escritora Rô Mierling.

Me acompanhem nas redes sociais:
 twitterfacebook | G+SkoobGoodreadsBloglovin (receba os posts do blog no seu e-mail)| Instagram.

28 comentários

  1. Heey, Maria <3
    Me senti um pouquinho perdida na sinopse, talvez por ser o terceiro livro de uma série, mas ainda assim parece realmente muito interessante. Amo fantasia épica e essa parece ser simplesmente fantástica. E autores nacionais! Há tempos estou querendo ler mais livros nacionais, parece ser um bom lugar para começar. E a arte da capa realmente está linda e muito chamativa *-* Vou adicionar à lista do Skoob, para não acabar esquecendo depois, hehe.
    Beijos e ótima semana!

    https://confissoesdeumleitor.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Liah, obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  2. Adoro esses autores! Eles são daqui da minha cidade e são super queridos! Ainda não tive a chance de ler, mas quero muito!
    Beijos
    http://www.gemeasescritoras.com/

    ResponderExcluir
  3. Não li nada ainda desses autores, mas quero ler ainda!
    Vou arrumar um jeito de comprar e conhecer a obra!
    Obrigada pela dica,querida!
    Bjus
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Elyane, obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  4. Oiii. Eu ainda nem conhecia o livro e os autores (que vergonha) kkkk. Mas gostei de conhecer. Acho que a sua resenha ficou muito boa, para quem ainda não leu os dois primeiros livros. Há autores que sabem fazer isso né? Conseguir explicar um pouco dos acontecimentos anteriores nos livros seguintes. Mas o que mais gostei mesmo é que os autores são nacionais. isso não é lindo? Eu adorooooo!!! Beijão e participando do sorteio com os dedos cruzados :)
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gih, obrigada pela visita e comentário e boa sorte!

      Excluir
  5. Oi Maria, tudo bem?
    Ainda não conhecia esses livros ainda, mas parecem ser bem interessantes! Eu no seu lugar não teria lido o 3° livro antes de ler os outros, pois acho que de certa forma se perde muito das emoções, e da relação que se pode criar com os personagens.
    Mas fico feliz que você tenha mesmo assim apreciar a leitura. Fiquei bem curiosa com esse livro.
    Amei a diagramação dele, parece estar linda!

    Beijão ;*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maiara, obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  6. Ainda não li o primeiro livro da série, e também não faz muito meu estilo, mas nossa, que capa linda! Dá vontade de ler só por ela, né? haha

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br
    Tem resenha nova de "O Reino das Vozes que não se Calam" no blog, vem conferir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol, obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  7. Eu não li nenhum livro da Serie !!
    Gostei da capa bem atrativa aueaue.
    Gostei da Dica, Ótima resenha !
    Beijos ♥ O Melhor de Mim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Micaely, obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  8. Gostei muito dessa capa. Eu tenho só o primeiro livro aqui em casa mas ainda não tive coragem de pegar para ler. Eu não gosto muito de começar a ler series que ainda não tenham todos os livro lançado. Eu esqueci de comentar no outro dia, mas obrigada por me indicar para responder a tag. Assim que der eu respondo hehehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sil, obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  9. Estou ansiosa pra ler este livro. Pelo que estou vendo tem tudo pra ser uma ótima leitura. Tem uma trama empolgante e viciante. Não vejo a hora de ter um pra mim. Amei.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Beth, obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  10. Assim como você eu não li os primeiros livros, na verdade nem sabia que se tratava de uma série, e pior achava que era de autores americanos, vi sim a hashtag pela net afora mas não parei para saber do que se tratava, pois me arrependo, adorei sua resenha, e ainda mais de saber que há algo brasileiro de tanta qualidade, sou apaixonado por histórias com mundos diferentes, seres diferentes e magia, eu amo magia.
    Vou querer me aventurar nessa estoria castelar com certeza.

    Julielton Souza - Dialética Proposital

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Julielton, o nome dos autores enganam, né? Obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  11. Respostas
    1. Oi Priscilla, tem promoção valendo o livro, participa :) . Obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  12. Que linda a capa, parece que esse tá bastante agitado com a pré guerra c.c
    Gostei da quote 101
    Nunca peguei livros tipo do 3 sem ler o 1 e 2, não ficou confusa não ? '-'
    Adoro aventuras e bastante ação, fora e claro meu preferido romance new adult ♥.
    Fiquei na dúvida, você não se apegou acho por ler desde o 3 só, e fiquei ainda mais com esse final pendente citado.
    Achei bonita a ilustração que tem nele também, bem decorado.
    Beijos Maria,
    ThayQ.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thayna; consegui compreender a história ainda melhor do que havia imaginado. Obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  13. Oi!
    Eu tenho o primeiro livro, mas ainda não li. Acho que me enganei muito quanto ao conteúdo dele...imaginava que fosse algo a ver com história medieval, mas pela sua resenha me parece que verei pouco ou mesmo nada disso, né?
    A história parece muito boa!
    Aliás, pena que perdi o sorteio dos marcadores, são muito lindos!
    Bjos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda, eu só li o 3°, por isso não posso te dizer com certeza se tem muito de história medieval. Obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  14. Olá. Boa noite. Estou lendo o primeiro livro dessa série e apesar da complicação de administrar as histórias do Multiverso, estou gostando bastante. Obrigado

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar :)!!! Sua opinião é muito importante para mim. Tem um blog? Deixe seu link que visitarei sempre que possível.
*comentários ofensivos serão apagados

Topo