quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Resenha: livro "O Reino Dourado: em nome de Fanom", Roman Schossig

 Olá pessoal, tudo bem? O livro da resenha de hoje é O Reino Dourado: em nome de Fanom, escrito pelo paranaense Roman Schossig e publicado nesse ano pelo Selo Fantas da editora Página 42.

Resenha, livro, O Reino Dourado: em nome de Fanom, Roman Schossig

 A história se passa na cidade de Novas Lavras do Sul, onde a base da economia era o ouro e as demais pedras preciosas retiradas das abundantes minas da região. Era muita riqueza que ficava concentrada nas mãos de poucos e o trabalho pesado sobrava para os mais pobres.

 "Naquela época de inocência, jamais me passaria pela cabeça que alguém que vivesse lá pudesse sofrer, porque todo o sofrimento, segundo o que eu acreditava, vinha da ausência de riqueza. Ora, uma cidade como Novas Lavras do Sul, deveria ter ouro para todos..." (página 219)

 Tanto ouro gerava uma disputa sangrenta pelo poder. O livro mostra um período relativamente longo de tempo, onde vemos como foram algumas administrações da cidade. A população via nos kobolds, criaturas que moravam no subsolo, suas maiores ameaças; os governantes se aproveitavam disso para deixar o povo com medo e sob controle, podendo assim, eliminar quem achasse necessário e alegar que era em nome de Fanom (o deus que a população da cidade adorava) e da segurança de Novas Lavras do Sul.

 O livro tem muitos personagens, alguns deles tem nomes parecidos, dificultando memorizar quem é quem.  E quando a gente começa a achar um personagem interessante, o autor vai e mata ele! Morre muita gente nessa história, o cara mata mais que o George R. R. Martin (e isso é um aviso e não um spoiler, coisa que vocês vão perceber logo no começo da leitura)! Acontecem inúmeras reviravoltas, de forma que leva tempo até identificar quem são os mocinhos ou os vilões. No começo, a história não me envolveu, e não desisti da leitura por ser do tipo de leitor que não desiste; ela só fica mais interessante e emocionante nas últimas 100 páginas.

 A cidade de Novas Lavras do Sul tem semelhanças com as cidades históricas de Minas Gerais, que também exploravam as riquezas minerais nos séculos passados. E alguns elementos da nosso folclore apareceram na história (creio que esse é um ponto que ainda tem muito para ser explorado em nossa literatura). O autor conversa com o leitor, dá pistas do que vai acontecer no próximo capítulo; é aquele tipo de livro em que uma palavra pode revelar ou mudar muita coisa. Esses três pontos me agradaram.

 "O Reino Dourado: em nome de Fanom" é interessante por misturar coisa reais (política, mineração) e seres fantásticos (os kobolds, espíritos, magia), acho que a parte da fantasia foi a melhor e ainda tinha potencial para ser mais explorada. Também foi bom, através da leitura, refletir sobre como o povo pode ser manipulado e como as pessoas podem manipular em prol dos seus interesses.

 Enfim, o livro tem algumas partes muito boas e que me fascinaram e outras não tão interessantes assim. Falei pouco sobre o enredo porque, basicamente, ele mostra brigas de poder, corrupção, intrigas e luta; e quase nada sobre os personagens pois, além de serem muitos e ser complexo destacar o papel de cada um, quando você gosta de um personagem, ele morre ou vira vilão (ou não!). Tem que estar atento durante a leitura, já que acontece muita coisa em poucas páginas e um fato desencadeia muitos outros. Creio que o autor ainda tinha material para escrever mais, mas isso faria com que o livro ficasse muito grande ou se tornasse uma série.

 Para quem gosta de histórias com fantasia, lutas, conspirações, aventuras, seres mágicos e pouco romance, "O Reino Dourado: em nome de Fanom" é uma boa pedida.

Contracapa, sinopse, resenha, livro, O Reino Dourado: em nome de Fanom, Roman Schossig, Fantas, fantasia, ouro, literatura nacional
escritor, resenha, livro, O Reino Dourado: em nome de Fanom, Roman Schossig, Fantas, fantasia, ouro, literatura nacional
Página de O Reino Dourado

 Sobre a parte visual: achei a capa bem bonita, nela estão retratados três personagens que gostei bastante. As páginas são amareladas, o tamanho das margens, do espaçamento e da fonte está ótimo.

 Detalhes: 340 páginas, ISBN: 9788564590663, Editora Fantas, Skoob. Onde comprar online: Llivraria Estronho/Página 42AmericanasSubmarino.

 Por hoje é só, espero que vocês tenham gostado da resenha. Alguém aí já leu ou conhecia o livro?

Me acompanhem nas redes sociais:
 twitterfacebook | G+SkoobGoodreadsBloglovin (receba os posts do blog no seu e-mail)| Instagram.

20 comentários:

  1. Ultimamente tem tido uns livros com a capa mais linda do que o outro aqui no blog hehehe. Acho que não é um livro que eu leria. O assunto não é muito do meu interesse e esse negócio de matar mais do que o George R. R. Martim não dá hehe.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sil, obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  2. Esse livro aparenta ser tudo de bom. Eu preciso ler ele logo *-* http://cantinhodacarolll.blogspot.com.br/2014/12/atras-do-espelho-resenha-s2.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana Carolina, obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  3. Já que tem tantos personagens, creio que seja um ponto positivo o autor ter focado mais no enredo em si do que neles. A história realmente apresenta alguns aspectos interessantes, mas acho que não faz muito meu gênero :(

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br
    Tem resenha nova no blog de "O Desafio de Ferro", vem conferir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol, obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  4. Oi Maria. Que bom que meu livro te agradou, e digo que a tua crítica foi a que mais me agradou, no sentido de ter percebido certos aspectos do livro que alguns leitores não perceberam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Roman, que honra receber seu comentário! Muito obrigada pela visita e pelas suas palavras.

      Excluir
  5. Oi! esse livro não faz muito o meu estilo de livros que eu costumo ler, parece ser bem complexo.
    http://doceneve11.blogspot.com.br beijos Gi!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gi, obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  6. Achei a capa do livro bem legal mas pela resenha oercebi que nem iria gostar desse livro,, nada a ver com meu gosto hehehe
    Vou deixar passar a dica.. Bj
    Forever a Bookaholic
    Curta a página do blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camylla, obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  7. Que capa perfeita, tipo de livro que eu gosto, ótima resenha.

    http://criativare-leitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thales, obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  8. Muito bom saber que você curtiu e que não foi uma decepção.
    Não diria que é exatamente o tipo de leitura que me prende, mas até a proposta é bem interessante.

    O Outro Lado da Raposa
    Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Raissa, obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  9. Oii. Gostei bastante da premissa desse livro. Fiquei muito curiosa para ler. Melhor ainda que é nacional e retrata um pouco da nossa história. Não conhecia nem o autor e nem o livro, mas adorei conhecer. Beijoos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gih, obrigada pela visita e comentário.

      Excluir
  10. Oii !!! =)
    Qnto tempo...
    Ha ' adorei a resenha e gostei muito da premissa do livro! Faz meu estilo e quero ler !!
    Bjo
    http://mundoemcartas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Markus, obrigada pela visita e comentário.

      Excluir

Obrigada por comentar :)!!! Sua opinião é muito importante para mim.
Leio todos os comentários, mesmo que nos posts mais antigos. Responderei seu comentário aqui nesse mesmo post. Tem um blog? Deixe seu link que visitarei sempre que possível.
*comentários ofensivos serão apagados