Resenha: livro "Como ser feliz (ou, no mínimo, menos triste)", Lee Crutchley

 Olá pessoal, tudo bem? O livro da resenha de hoje é Como ser feliz (ou, no mínimo, menos triste), escrito pelo Lee Crutchley e publicado no Brasil pela editora Paralela.

Resenha, livro, "Como ser feliz (ou, no mínimo, menos triste)", Lee Crutchley, Paralela, livro-interativo, quotes, trechos, citação, fotos

 Como ser feliz (ou, no mínimo, menos triste) é um livro interativo, onde o autor nos conta um pouco sobre sua fase depressiva, traz curiosidades sobre nosso cérebro e propõe algumas atividades que tem como objetivo nos tornar mais felizes ou, ao menos, menos triste.

ruby wax, Resenha, livro, "Como ser feliz (ou, no mínimo, menos triste)", Lee Crutchley, Paralela, livro-interativo, quotes, trechos, citação, fotos

 Após um período em que o autor esteve mergulhado na tristeza, ele passou a pesquisar sobre formas de ser mais feliz, o que é o mesmo que dizer que ele procurava formas de ser menos triste. É o resultado de sua experiência própria e de suas pesquisas que encontramos no livro.

 "Ao longo deste trajeto, tentei várias coisas, na esperança de que me ajudassem a ficar menos triste e, como resultado, tenho sido mais feliz. Aliás, se existe algum segredo aqui, é este: ser menos triste e ser mais feliz são sinônimos."

 Eu já passei por fases de tristeza, acho que é algo que pode acontecer com qualquer pessoa, e saber de formas para lidar com essas fases ajuda muito, ter mecanismos para conseguir se compreender pode auxiliar a suportar e superar os momentos difíceis. Eu já conhecia e usava algumas das técnicas sugeridas por Lee, outras eu aprendi e certamente usarei quando for necessário. Mas como o próprio autor alerta, é importante que lembremos dessas técnicas quando precisarmos delas, o que nem sempre é fácil.

 "O que importa é encontrar coisas que funcionem para você. Ainda mais importante é se lembrar dessas coisas quando você precisar delas, o que pode ser mais difícil do que parece."

 A frase abaixo é algo que eu aprendi faz pouco tempo, e fez uma diferença enorme para mim:
 "Quando você aceitar que não pode se proteger da tristeza, vai parar também de se proteger da felicidade."

extremamente alto e incrivelmente perto, Resenha, livro, "Como ser feliz (ou, no mínimo, menos triste)", Lee Crutchley, Paralela, Autoajuda, livro-interativo, quotes, trechos, citação, fotos
Resenha, livro, "Como ser feliz (ou, no mínimo, menos triste)", Lee Crutchley, Paralela,  terapia de risco, livro-interativo, quotes, trechos, citação, fotos

 "Descobri que, quando tenho dificuldade para construir um futuro, lembrar do passado ajuda bastante. Relembro que já me senti desse jeito antes e sei que superei. É um fato. Isso não muda a forma como estou me sentindo, mas lembro que não é para sempre, o que é uma coisa muito boa de se lembrar.

 Eu já li o livro todo mas ainda não fiz todas as atividades sugeridas, ainda tenho algumas páginas para completar, mas garanto que já fiquei menos triste após ler e fazer algumas das sugestões. Decidi colocar em cada página a data em que estava realizando a atividade, acho que vai ser interessante pegar o livro daqui alguns anos e relembrar como estava me sentindo.

âncoras visuais, Resenha, livro, "Como ser feliz (ou, no mínimo, menos triste)", Lee Crutchley, Paralela, livro-interativo, quotes, trechos, citação, fotos
atividade, Resenha, livro, "Como ser feliz (ou, no mínimo, menos triste)", Lee Crutchley, Paralela, livro-interativo, quotes, trechos, citação, fotos

capa, Resenha, livro, "Como ser feliz (ou, no mínimo, menos triste)", Lee Crutchley, Paralela, Autoajuda, livro-interativo
contracapa, Resenha, livro, "Como ser feliz (ou, no mínimo, menos triste)", Lee Crutchley, Paralela, Autoajuda, livro-interativo, quotes, trechos, citação, fotos
Resenha, livro, "Como ser feliz (ou, no mínimo, menos triste)", Lee Crutchley, Paralela, Autoajuda, livro-interativo, quotes, trechos, citação, fotos

 Eu achei a capa bem bonitinha, ela é sem orelhas; o livro é um pouco menor que a maioria dos livros que tenho, é de um tamanho bem prático para carregar na bolsa e ir lendo e fazendo as atividades em momentos de ócio. As páginas são amareladas (exceto as que são pretas) e grossas e não há erros de revisão. Outra coisa interessante é que a fonte (estilo de letras) de boa parte do livro (capa, contracapa, atividades) foi criada pelo próprio autor, ou seja, é a letra dele.

 Detalhes: 160 páginas, Skoob. Onde comprar online: Submarino, Americanas.

 Como ser feliz (ou, no mínimo, menos triste) é um livro que eu gostei e que recomendo, por seu tom bem humorado ao falar sobre um assunto sério. Uma boa indicação para quem gosta de livros interativos e para quem tem poucos ou muitos momentos de tristeza. É reconfortante quando a gente descobre que outras pessoas no mundo entendem e passam pelo mesmo que nós e vemos novas formas de lidar com certas situações difíceis.

 Obrigada, Lee Crutchley! Obrigada, editora Paralela!

 Termino o post de hoje pedindo que vocês votem em mim na promoção BIC®-SE, se a caneta que criei for uma das mais votadas, ganharei um smartphone, algo que certamente me deixaria muuuito mais feliz. Para votar em mim (leva menos de um minuto) é só clicar no link: http://bicse.com.br/#/minha-bic/593. Já fiz um post no blog falando sobre a promoção e como participar, para ver é só clicar aqui.

 Deixo o convite para que participem das promoções do blog: sorteio de 3 livros da Editora Agir - HarperCollins Brasil (ÚLTIMOS DIAS!!!) Promoção de Halloween: sorteio de 5 super kits de livros.

Até o próximo post!

Me acompanhem nas redes sociais:
 twitterfacebook | G+SkoobGoodreadsBloglovin (receba os posts do blog no seu e-mail)| Instagram.
25 comentários via Blogger
comentários via Facebook

25 comentários

  1. Achei a frase que você coloquei muito intensa : "Quando você aceitar que não pode se proteger da tristeza, vai parar também de se proteger da felicidade." eu ainda não tnha escutado falar desse livro mas pelo que eu vi aqui na sua resenha eu acredito que eu gostaria muito dele, acho que ultimamente estou precisando.

    ResponderExcluir
  2. Achei a frase que você coloquei muito intensa : "Quando você aceitar que não pode se proteger da tristeza, vai parar também de se proteger da felicidade." eu ainda não tnha escutado falar desse livro mas pelo que eu vi aqui na sua resenha eu acredito que eu gostaria muito dele, acho que ultimamente estou precisando.

    ResponderExcluir
  3. Own, um livro interativo!!!! Imagino que ele seja bem divertido, gosto de livros assim a gente acaba passando um bom tempo com eles.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  4. Que massa, não conhecia esse livro. Tô precisando de algo assim pra mim e também tem umas pessoas que preciso presentear com ele. Achei bem legal.

    ResponderExcluir
  5. Oi. sua resenha ficou ótima, mas em relação ao livro, ele tem todos os elementos que abomino. Não compraria a obra, mas tenho umas amigas que sei que gostariam de ler, pois faz o gênero delas. no momento, estou lendo A cura quântica, que tem uma linha talvez similar.

    ResponderExcluir
  6. Oi, flor.
    Eu gostei muito da sua resenha. Fiquei curiosa com esse livro logo de cara, porque estava me sentindo um pouco assim… Sempre com aquela nuvem cinzenta sobre a cabeça e sem saber como tirá-la dali. No fim, acho que esse livro vai mesmo me ajudar e por isso anotei a sua dica. :)

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Mari, que livro mais fofinho.
    Adoro livro interativo e nunca tinha ouvido falar desse, mas já encantei.
    Super quero.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  8. Olá, eu não conhecia o livro ainda mas fiquei bem curiosa agora, o livro parece ser bem do jeitinho que eu gosto, adoro esses livros interativos, esse parece dos bons!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Que livro lindo. Não conhecia, mas achei o estilo muito bacana, e gostei das frases mostradas. Já quero pra mim.

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Esse livro deve ser maravilhoso, a impressão que me passa é que todos deveriam ler, mesmo que não estejam passando por uma fase difícil.

    ResponderExcluir
  11. eu até que não tenho nada contra livros desse estilo,mas esse me parece algo com autoajuda com formato de livro interativo... apesar da temática que aborda', não acredito que uma leitura desse tipo iria servir pra mim... =T
    maaas, com relação a estética dele, tá bonito...

    ResponderExcluir
  12. Olá, fiquei super animada em conhecer esse livro, ainda não tinha visto pela blogosfera. Gostei bastante da temática e ele parece ser bem mais interativos que os livros do gênero. Já esta adicionado a listinha.
    Beijos , Mihh e o Mundo Literário

    ResponderExcluir
  13. Olá, fiquei super animada em conhecer esse livro, ainda não tinha visto pela blogosfera. Gostei bastante da temática e ele parece ser bem mais interativos que os livros do gênero. Já esta adicionado a listinha.
    Beijos , Mihh e o Mundo Literário

    ResponderExcluir
  14. Oi Maria!
    Não costumo me dar bem com livros interativos, mas confesso que me interessei muito por esse. Todo mundo tem fases meio tristes que, se não forem bem resolvidas, podem piorar muito e acredito que atividades como as sugeridas aqui podem ajudar muito.

    B-jussss!
    http://www.quemlesabeporque.com/

    ResponderExcluir
  15. Ah, eu gostei da abordagem desse tema complicado de maneira inusitada, inovadora e divertida. Não gosto de livros interativos, mas para os que gostam eu acredito que o livro seja uma boa pedida.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Oiii, tudo bem??? Gostei de conhecer o livro =D Acho que é uma super ajuda para quem está passando por momentos difíceis :) Mas confesso que não faria os exercícios eu acho, ehheh, pegaria só as dicas e as palavras =D
    Votei na sua caneta <3 E vou participar dos sorteios <3
    Beijoooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Acho sempre tão meigo, livros interativos. Mas eu não consigo fazer as atividades. Tenho dó, mas amo ler as frases. Eu ainda não conhecia esse livro. Adorei!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. gente adorei esse livro, quero pra mim *o*

    ResponderExcluir
  19. Um livro interativos que legal, eu tenho um assim também, com o sistema não a temática apresentada.
    Não sou fã de livros de auto-ajuda, acho que não chegam a funcionar comigo e como estudo muito sobre temas que abordam isso já chega de ser cansativo, mas para quem gosta deve ser uma boa leitura.
    http://k-secretmagic.blogspot.com.br/
    Xoxo

    ResponderExcluir
  20. Olá, esse livro parece ser bem legal por ser interativo, mas não curto muito leitura de auto-ajuda e por isso não fiquei interessada nele...

    Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
  21. Oi Mari,
    Não conhecia o livro, mas já li outros nesse mesmo estilo
    e não curto muito, por isso não compraria.
    Mas imagino que para quem gosta é uma boa pedida.
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Oi Mari,
    Não conhecia o livro, mas já li outros nesse mesmo estilo
    e não curto muito, por isso não compraria.
    Mas imagino que para quem gosta é uma boa pedida.
    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Oi, tudo bem?
    Eu já tinha visto algo sobre esse livro, mas nunca parei para saber mais sobre ele e mesmo não sendo muito fã de livros interativos, confesso que esse chamou a minha atenção e me deixou animada.

    Beijos :*
    Larissa - srtabookaholic.blogspot.com

    ResponderExcluir
  24. Ola. Raramente compro livros interativos mas esse é bem diferente e amei todas as frases que colocou na resenha, anotei a maioria no.meu caderno de quotes 😉


    Beijão da Lari
    brilliantdiamond-bg.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  25. Oie, tudo bom?
    Temos vivido em uma sociedade cada vez mais doente e esse livro tem um tema bacana e interessante. Gostei da premissa do livro porque ele nos incentiva a sermos mais felizes e bem com a vida. Amei o título.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar :)!!! Sua opinião é muito importante para mim. Tem um blog? Deixe seu link que visitarei sempre que possível.
*comentários ofensivos serão apagados

Topo