sábado, 17 de janeiro de 2015

Resenha: livro "Vítimas", Jorge Lemos

 Olá pessoal, tudo bem? O livro da resenha de hoje é Vítimas, escrito pelo Jorge Lemos e publicado pelo selo Talentos da Literatura Brasileira (Editora Novo Século) em 2014.

Livro Vítimas, Jorge Lemos

 O livro foi gentilmente cedido pelo autor Jorge Lemos, no final do ano passado, para ser lido e resenhado no blog.

 Narrado em terceira pessoa, "Vítimas" conta a história de Vítor, um empresário bem sucedido, na faixa dos 50 anos. Vítor ia bem nos negócios, tinha uma boa esposa, uma boa filha, bons empregados, porém, após sofrer dois atentados dos quais escapou por pouco, ele estava ficando paranoico. O medo de um novo ataque e o desejo de vingança lhe consumiam intensamente.

 Até que um psiquiatra, muito amigo da família, sugeriu que Vítor tirasse uns dias de férias, fosse repousar em um lugar tranquilo. Segundo Afonso, o psiquiatra, dias longe do estresse da cidade grande poderiam fazer com que Vítor voltasse a ter paz.

 Com grande incentivo da família, Vítor foi sozinho para Lambari, cidade turística mineira. E parecia que o tratamento estava dando certo, o ar puro da cidade surtia efeito e ele se sentia mais calmo. E foi em Lambari que ele conheceu Sarah, uma jovem linda!

 O que ele não sabia era que Sarah não havia cruzado seu caminho por acaso. Vinda de uma família muito pobre, ela viu numa proposta feita pela tia, que morava em São Paulo e parecia ser rica, uma forma de ter uma vida melhor. Pela proposta, Sarah devia seduzir Vítor e fazer com que ele se separasse da esposa, ela receberia um bom dinheiro para isso.

 A diferença de idade entre os dois era grande: 34 anos. Mas Vítor se apaixonou loucamente por Sarah, não queria partir, retornar para São Paulo e nunca mais vê-la. Naquela altura da vida, depois de quase ter sido morto, ele não mereceria um pouco de felicidade? Decidiu levá-la para a cidade grande, comprou um apartamento para ela morar, onde passaram a se encontrar frequentemente.

 Sarah se viu surpreendida pelo sentimento que nasceu inesperadamente dentro dela, seria amor? O dinheiro passou a não ser o mais importante, ela precisava de Vítor, precisava dele ao lado dela, precisava do amor dele.

 Mas, como nada é perfeito, a culpa pela traição, a grande diferença de idade e a incerteza do futuro fizeram com que o ciúme nascesse no coração de Vítor, transformando-se em uma nova paranoia, que voltaria a corroê-lo por dentro, causando grandes consequências.

 "Por obra do imprevisto ou de um destino maligno, Vítor e Sarah tornaram-se aves voando em direções opostas e sem lugar para chegar..." (página 11)

 "Vítimas" é um daqueles livros que temos que ler com a cabeça aberta. Casos de homens que se envolvem com mulheres mais jovens são super comuns na vida real, e quem somos nós para julgarmos de forma justa se os sentimentos dos outros são verdadeiros ou não, quando sequer conhecemos bem os nosso próprios sentimentos? Temos o direito de rotular as relações dos outros? Qual sentimento é mais puro e legítimo? Ninguém é só bom ou mau, Sarah e Vítor não eram perfeitos, eram apenas humanos.

 "Um escravo do que sentia não podia ter culpa..." (página 141)

 "Vítimas" me trouxe várias suposições: e se Vítor tivesse largado tudo para ficar com Sarah? Se ela não tivesse sido deixada sozinha em longas noites naquele apartamento? Se eles tivessem sido fortes o bastante para lutar pelo que realmente queriam, fechando os olhos para as opiniões alheias, os preconceitos da sociedade e os medos plantados por terceiros? De que outras formas essa história poderia ter terminado?

 Me pareceu que o autor focou bem mais no lado psicológico do personagem Vítor, ainda assim, os demais personagens foram bem trabalhados e tiveram suas histórias desenvolvidas paralelamente. Por ser narrado em terceira pessoa, houve a possibilidade de retrocessos no tempo, onde a vida dos personagens secundários era resumida até o presente momento, um fato que me agradou bastante.

 Senti que a trama manteve um ritmo constante, sem altos e baixos. A parte emocional foi mais trabalhada que a parte do mistério sobre quem estava por trás dos atentados e tentando destruir o casamento de Vítor, e se seria a mesma (ou as mesmas) pessoa (as). Cheguei a formular algumas hipóteses e a suspeitar de alguns personagens, no fim, até que acertei.

 Gostei do livro. É uma história com grande carga de realidade, relativamente pesada, um romance para adultos, pouco meloso, com uma forma de escrita direta e fácil de se ler, que retrata o que o ciúme pode provocar na cabeça de uma pessoa e numa relação.

 "Estendeu-a sobre si como se pretendesse cobrir-se com ela. Poderia não existir nada além daquele instante. Página de uma agenda sem nenhuma anotação. Pureza confundindo-se com beleza. Descobrira naqueles dias o lado podre de uma imaginação doente. Só a ingenuidade dela poderia existir. Queria capturar para si a inocência que a envolvia sempre: flor frágil, carente de cuidados especiais." (páginas 221 e 222)

Vítimas, Jorge Lemos
Contracapa, sinopse, livro, Vítimas, Jorge Lemos, Novo Século, resenha, trechos
Sobre, livro, Vítimas, Jorge Lemos, resenha
Sobre, escritor, Jorge Lemos, livro

 Achei a capa bonita, condizente com a história, gostei da combinação de cores. O fato de ter vindo autografado e com dedicatória tornou o livro mais especial para mim (ainda mais por eu o ter recebido no dia do meu aniversário). A diagramação está boa: margens, espaçamento e fonte de bom tamanho. As páginas são amareladas e lisas.

 Detalhes: 272 páginas, ISBN: 8542801859, Skoob, minha nota: 4/5, leia um trecho, acompanhe o autor no Twitter: @lemos1122, no Facebook. Onde comprar online (e-book, o livro físico está esgotado): Livraria da TravessaAamzonLivraria da Folha.

 Por hoje é só, espero que vocês tenham gostado da resenha. Alguém aí já leu ou conhecia o livro?


   * Participem do sorteio de livro O Livro do Bem, e votem no Blog do Ano.
Me acompanhem nas redes sociais:
 twitterfacebook | G+SkoobGoodreadsBloglovin (receba os posts do blog no seu e-mail)| Instagram. 

30 comentários:

  1. Oi, Maria!
    Nossa, que premissa instigante! O livro é realmente muito curioso, ainda mais por abordar fortemente o lado psicológico do protagonista. Gostei.

    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi, Mari!

    Nunca tinha ouvido falar desse livro, agora com sua resenha posso dizer que despertou bastante a minha curiosidade, pois romances são mesmo um dos meus gêneros preferidos e o jeito como você pareceu questionar-se sobre a história me deixou super tentado para saber o desfecho!

    Bem, espero um dia ler ><

    Parabéns! Ótima resenha!

    Abs,
    Jhonatan.

    http://leiturasilenciosaoficial.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Gostei da resenha, foi direto ao ponto. Apesar de esse tipo de livro não ser a minha praia, devo confessar que por causa da forma com que você escreveu e o que expôs do livro me deu vontade de lê-lo. Mas não sei... Não sei se tenho uma mente aberta pra tanto, e não sei se me arriscaria a entrar nesse universo que envolve o psicológico...

    Abraços, Thai

    http://umremediochamadoler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá. Nunca tinha visto o livro, parece ter um enredo interessante. Adorei a capa, realmente muito linda.

    Beijo.
    http://www.tendadoslivros.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Ficou muito boa a resenha ♥
    Nossa ainda não conhecia o livro e achei interessa, uma premissa diferente. Mas não sei se leria no momento!

    Grande beijo!
    http://cupcakedeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Oii, tudo bem???
    Infelizmente o livro não é a minha cara. Acho que eu n tenho a mente muito aberta não. pelo menos não para esse tipo de coisa. Eu ia passar o tempo inteiro julgando o Vitor. Eu sei, eu sei, tds podemos errar, mas eu n ia culpar ele o tempo td , n tem jeito. Então nem me arrisco a ler. Mas acho que a premissa do livro é boa. Eu gostei. Só isso mesmo me faz ficar meios assim. Mas que bom q vc gostou :)
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Quero ler esse livro,amiga!
    parece muito bom e eu fiquei muito curiosa!!!!
    Bjus e obrigada pela dica de hoje!
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
  8. UAU! Perdi o fôlego com a história e fiquei querendo conhecer mais Vitor ... Quero ler =D

    www.saidaminhalente.com

    ResponderExcluir
  9. Eu não acho que seja muito comum casais com grandes diferenças de idade, infelizmente as pessoas ainda tem a cabeça muito fechada, as próprias gurias novinhas acham isso um horror; Eu tenho 16, sempre preferi (e me envolvi) com homens mais velhos, pra mim isso é algo natural; E quando eu digo mais velho, não é uma diferença tão grande, de 34 anos, as vezes é diferença de 10, 20 anos; Ainda sim, sofro um pouco de "preconceito" por isso, e esse preconceito vem mais do pessoal da minha idade; É estranho porque meus avós, de outra geração, acham natural e não vem problema nenhum, e a gurizada, que era pra ter a cabeça aberta, acha um absurdo. Fico muito feliz que você entenda que isso é algo natural e não julgue, se todos pensassem assim, não só em relação á isso mas como a qualquer diferença, o mundo seria um lugar bem melhor. Em relação ao livro, parece ser ótimo, achei bem interessante a sinopse! Adorei o post, ficou ótimo.
    www.espacegirl.com

    ResponderExcluir
  10. Oie.

    Não conhecia o livro, mas a forma com que descreveu a história deve ser muito boa mesmo. Não vou perder a oportunidade e com certeza vou lê-lo

    Beijos
    www.amorliterario.com

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem?
    O livro parece uma boa leitura, mas não sei se estaria preparada para essa carga emocional que ele parece carregar. Além disso, por mais que eu ache normal essa parte de homens mais velhos se envolverem com meninas mais novas (eu tenho 22 e só gosto de cara bem mais velho que eu), não sou a favor da traição, mesmo quando você gosta muito de uma terceira pessoa. A gente sempre tem a opção de não sacanear alguém. Traição não é questão de escolha, mas de caráter. Na minha opinião, claro.
    Super beijos <3
    http://livros-cores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Gostei muito da sua resenha parece ser um livro bem interessante
    l
    itaralmentelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Confesso que o livro não me interessou muito mas a sua resenha fico realmente muito boa! Abraços!

    www.resumindoestrelas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Parece ser bem legal!
    Não conhecia o autor, mas a história me chamou atenção!
    Xerim :)
    Visite o TL: http://www.trilouca.com/ e o novo canal do blog http://www.youtube.com/user/blogtrilouca

    ResponderExcluir
  15. Eu li o livro. Realmente é um texto cativante e muito envolvente. Não fica dando voltas para contar a história e o final para mim foi surpreendente. Em contato com o autor pelo Facebook ele me disse que prepara outro neste estilo. Espero ansiosa.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar :)!!! Sua opinião é muito importante para mim.
Leio todos os comentários, mesmo que nos posts mais antigos. Responderei seu comentário aqui nesse mesmo post. Tem um blog? Deixe seu link que visitarei sempre que possível.
*comentários ofensivos serão apagados