Resenha premiada: livro Yggdrasil, MBarreto Condado

 Olá pessoal, tudo bem? O livro da resenha (premiada!) de hoje é Yggdrasil, escrito por MBarreto Condado e publicado pela Chiado Editora em 2015.

Resenha, sorteio, livro, Yggdrasil, MBarreto Condado, Chiado, trechos, Portugal

 " - É ela não é? Vai começar tudo finalmente. Era o momento pelo qual esperamos há tanto tempo e, contudo, não me sinto preparado." (página 51)

 O livro é narrado em terceira pessoa e conta a história de Maria, uma jovem que, junto com uma colega, se muda de Portugal para Dublin, na Irlanda, para estudar. Ainda no aeroporto, ela conhece os MacCumhaill, que estavam lá à espera de Eoghan. No avião, surgiu um clima entre ele e a colega de Maria. Eoghan é um MacCumhaill, Rhenan é seu irmão mais velho e Fionn é o extrovertido irmão caçula. Além dos 3, há Maeve, prima dos rapazes.

 "Já tinha revirado os olhos tantas vezes que já os sentia colados à nuca. E a amiga não se despachava. Sentia os olhares de todos postos nela e começava a sentir-se nervosa. Discretamente já se certificara se teria o fecho das calças aberto, já se tinha visto num dos vidros espelhados do aeroporto para ver se teria algo a sair-lhe do nariz ou mesmo um pouco de comida presa nos dentes. Nada. Porque seria que não deixavam de olhar para ela, especados? Além de que o choque que apanhara devido à eletricidade estática quando cumprimentou aquele homem lindíssimo ali prostrado à sua frente, não podia ser considerada certamente uma boa recepção." (página 17)

 No momento em que os MacCumhaill veem Maria, sentem que pode ser ela que irá ajudá-los na tarefa que tem pela frente. Os MacCumhaill são a família encarregada de guardar e proteger as chaves dos 3 mundos: o mundo dos mortais, o mundo das fadas, e o mundo das trevas. Tempos atrás, Lochan, o guardião das chaves e irmão gêmeo de Rhenan, se apaixonou, mas foi traído. Sua amada estava mais interessada em roubar as chaves do que no relacionamento de ambos, tanto que foi capaz de envenená-lo. Em seus últimos minutos de vida, Lochan percebeu o que estava acontecendo e escondeu as chaves, para que assim elas não caíssem em mãos erradas, mas não teve tempo de contar para sua família onde elas estavam.

 "Nada no diário lhe conseguia explicar o porquê de ele ter retirado as chaves da segurança em que se encontravam." (página 192)

 Agora, séculos depois (sim, você leu certo, temos seres centenários nessa história) Maria pode ser a pessoa sobre a qual fala uma profecia, segundo a qual um grupo finalmente conseguiria recuperar as chaves e vencer as trevas, que desejavam controlar os 3 mundos. Mas, para isso, os MacCumhaill precisam mantê-la por perto e lhe contar tudo o que ela precisa saber. A tarefa será difícil, pois os seres das trevas tentarão destruí-los, e os seres do mundo das fadas também estão interessados nas chaves, e é difícil saber até onde eles serão capazes de ir para consegui-las. Além disso, ainda há o fato de tudo ter que ser feito em segredo, sem que a família de Maria desconfie, ou podem levá-la de volta para Portugal, mas como esconder tudo se, a cada dia, Maria e Rhenan se tornam mais apaixonados um pelo outro e querem ficar cada vez mais juntos?

 Quando a autora entrou em contato comigo, me apresentando seu livro e perguntando se gostaria de resenhá-lo, o que primeiramente me motivou a aceitar, foi a curiosidade de ler um livro em português de Portugal, e a vontade de ter, ao menos, um vislumbre do que tem sido escrito do outro lado do Atlântico, de conhecer um pouco mais sobre a cultura de Portugal e Irlanda. Foi muito interessante ver uma outra forma de usar a nossa língua, de combinar as palavras, numa história cheia de fantasia e romance.

 Sobre a história em si, achei que ela tem um bom desenvolvimento, me sentia vendo as cenas enquanto lia e ficava curiosa para saber o que aconteceria em seguida. Achei que a justificativa para Maria ter sido a escolhida foi bem montada, assim como toda a base da história. Yggdrasil mescla romance e fantasia,  tem cenas mais tensas e  momentos engraçados (principalmente quando o Fionn está envolvido), fala sobre mitologia e família. O livro é o primeiro da série Profecia do Sangue, segundo a autora, o próximo já está pronto para ser editado.

 Recentemente, li e resenhei no blog os dois primeiros livros da série Sevenwaters da Juliet Marillier (Filha da Floresta e Filho das Sombras), e Yggdrasil também se passa, em partes, na Irlanda, e achei legal poder ver a mitologia da região, sendo mostradas com um outro olhar e em uma outra época.

Resenha, sorteio, livro, Yggdrasil, MBarreto Condado, Chiado, trechos, Portugal
sinopse, Resenha, sorteio, livro, Yggdrasil, MBarreto Condado, Chiado, trechos, Portugal
 Resenha, sorteio, livro, Yggdrasil, MBarreto Condado, Chiado, trechos, Portugal

 Detalhes: 368 páginas, ISBN: 978-989-51-3471-7, página no Facebook. Visite o site da autora: mbarretocondado.wix.com. Onde comprar online: loja da editora 

 A capa tem a ver com a história, a diagramação está boa, com margens, espaçamento e letras de bom tamanho, as folhas são amareladas e encontrei alguns erros de revisão. Meu exemplar (que demorou mais de 2 meses de Portugal até aqui) veio autografado e com dedicatória. E a autora mandou um exemplar extra, também autografado, para ser sorteado para os leitores do blog!

Resenha, sorteio, livro, Yggdrasil, MBarreto Condado, Chiado, trechos, Portugal

 Vejam como vai funcionar a promoção:

 - Início: 28/11/2015
 - Inscrições até: 28/12/2015
 - Resultado: 29/12/2015, nesse mesmo posts e nas redes sociais do blog.
 - Para participar, o interessado deve ter endereço de entrega no Brasil, cumprir as entradas obrigatórias do Rafflecopter (seguir o blog, curtir a página do blog e curtir a página da autora). As entradas extras são opcionais, para aumentar suas chances de ganhar.
 - Caso o formulário não apareça, acesse-o clicando aqui, se não souber como usá-lo, veja um tutorial clicando aqui.
 - O sorteado será avisado pelo e-mail disponibilizado no formulário e terá 96 horas (4 dias) para responder o e-mail enviado com seus dados para envio do prêmio ou o sorteio será refeito e um novo ganhador sorteado.
 - O prêmio será enviado por mim, em até 30 dias após o envio dos dados pelo ganhador.
 - Não nos responsabilizamos por danos ou extravio dos Correios.

a Rafflecopter giveaway

 Alguma dúvida? Espero que tenham gostado da resenha. Alguém já conhecia o livro? Boa sorte!


Até o próximo post!

Me acompanhem nas redes sociais:
 twitterfacebook | G+SkoobGoodreadsBloglovin (receba os posts do blog no seu e-mail)| Instagram.
21 comentários via Blogger
comentários via Facebook

21 comentários

  1. Oieee, ai menina nem sei o que dizer.
    Tua resenha ficou ótima, explorou bem a história do livro ♥
    Mas não é um livro que me chame atenção :(

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  2. Oi. Eu achei a capa super interessante e o enredo também. No geral, me parece um livro juvenil, coisa que estou correndo, mas neste caso, eu fiquei curiosa pela cultura...

    ResponderExcluir
  3. Achei demais esse livro! A capa é demais e sua resenha é muito bem escrita.

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  4. Oi Maria, eu amei cada livro que pude ler da Juliet Marillier, ela tem uma escrita fantástica, creio que acabe gostando de Yggdrasil também, assim que possível vou adquirir um exemplar. Valeu pela dica!
    Mila-Scraplivros

    ResponderExcluir
  5. Legal a premissa do livro, ando saturada de fantasias mas esse parece ser instigante pela sua proposta...
    não sei, mas tenho a impressão que já vi esse cara da capa em algum lugar o.O'

    ResponderExcluir
  6. AI-MEU-DEUS! Que livro é esse?! Eu me apaixonei, sério. Adoro romances sobrenaturais e esse tio centenário parece prometer abalar as estruturas das leitoras (rs). Gostei muito da premissa, do fato de existir uma profecia, de Maria estar envolvida… Fiquei realmente curiosa com o enredo e achei MUITO INTERESSANTE que a autora tenha enriquecido a história com mitos próprios da Irlanda.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oee, tudo bem?
    Não, comigo não rolou o livro, não gostei da historia e muito menos da capa :/

    Abraços!
    http://lendocomobiel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi
    Amei esse livro, porque costumo ler muito livros sobrenaturais, tenho certeza que irei amar esse livro. Já está na minha lista. Sua resenha causou!

    - Garotinha adolescente!

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?
    Não conhecia o livro ainda, mas a premissa pareceu bastante interessante para quem curte fantasia e mitologia!
    Também tenho curiosidade de ler um livro no português de Portugal para ver se tem muita diferença...

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  10. Não vou participar porque não me atraiu muuuito.
    Não tinha ouvido falar do livro, então para uma primeira vez pretendo não criar uma opinião tão certa. Vai que depois eu gosto, né?
    bjs

    ResponderExcluir
  11. Olá!

    Sua resenha ficou incrível, super detalhada e você explorou muito bem o livro. Até me interesso, mas sabe quantos livros de fantasia/ficção científica estão me aguardando? Pois é, muitos e não estou dando conta. Mas não deixa de ser um tema super interessante.

    Beijos, Maria.
    http://nerdsideblog.tumblr.com

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bem?
    Que premissa bacana, adorei. Adoro histórias que se passam na Irlanda (também li a série da Juliet) e esse livro me chamou bastante atenção.
    A capa tá muito linda e vou participar do sorteio e tentar a sorte. Parabéns pela resenha.

    Beijos
    Leitora Sempre

    ResponderExcluir
  13. Pela capa não tinha curtido. Mas achei bem legal a ideia do livro. Parece bom *-*

    ResponderExcluir
  14. Maria, o que mais me animou em relação ao livro foi o fato de se passar na Irlanda. Sempre acho que esses países tem tudo a ver com fantasia, seres seculares. Também achei o enredo instigante, pois gosto de uma boa fantasia, com mundos bem construídos.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Olá Maria, eu não conhecia o livro e adorei saber que ele trás um pouquinho mais sobre a Irlanda e sua mitologia além de ter uma historia bem desenvolvida *-* deve ser uma experiencia bem legal ler em português de Portugal. Espero poder lê-lo em breve.

    Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
  16. A Irlanda tem um cenário por si só lindo e fantástico, suas mitologias e lendas a tornam encantadora. Fiquei muito curiosa com a história, havia lido uma resenha sobre ela, espero poder conferir mais de perto, quem sabe ganhar o sorteio rsrs...

    umreinomuitodistante.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Gente, eu sou parceira da Chiado e sempre me apaixono pelas obras publicadas por eles. Já li algumas obras com o português de Portugal e, realmente, é algo muito interessante. Não conhecia essa obra, mas sua resenha me deixou louca para explorar essa fantasia. ♥ Já estou participando do sorteio e desejo sorte a todos os outros que também estão. Espero poder receber a oportunidade de ler em breve. *u*

    Beijos,
    Fernanda F. Goulart,
    Império Imaginário.

    ResponderExcluir
  18. Oii!

    Achei bem interessante a promissa do livro, mas não me conquistou :/ Vou deixar essa dica passar.
    A capa é bem bonita e a sua resenha ficou ótima!

    Beijos, Amanda
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
  19. Já estou apaixonada pelo liro, lendo apenas a sua resenha. Até esse momento eu não conhecia a autora e nem o livro. Agora que muito ter o livro em mãos para ler e me inteirar de toda a trama.

    ResponderExcluir
  20. Amei o tema confesso que sou um pouco louca por sobrenatural, me bateu um medo quando você se referiu na resenha como irmãos eu pensei caralho, não vou ler o livro ( não gosto de ménage) sou muito ciumenta para sequer cogitar o tema, mais quando vir que se trata de um só irmão, respirei fundo e anotei mais um para leituras de 2016... com certeza. parabéns ótima resenha.

    ResponderExcluir
  21. Amei o tema confesso que sou um pouco louca por sobrenatural, me bateu um medo quando você se referiu na resenha como irmãos eu pensei caralho, não vou ler o livro ( não gosto de ménage) sou muito ciumenta para sequer cogitar o tema, mais quando vir que se trata de um só irmão, respirei fundo e anotei mais um para leituras de 2016... com certeza. parabéns ótima resenha.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar :)!!! Sua opinião é muito importante para mim. Tem um blog? Deixe seu link que visitarei sempre que possível.
*comentários ofensivos serão apagados

Topo