RESENHA: Simplesmente Blue, de Amy Harmon

Olá Leitores (as), como estão? Hoje trago a vocês mais uma resenha de um livro da autora Amy Harmon. Dessa vez o título Simplesmente Blue, publicado pela editora Verus. Está foi mais um história cativante e recheada de conhecimento, por isso venham conferir minha opinião completa sobre esta obra tocante.

Título: Simplesmente Blue
Autora: Amy Harmon
Editora: Verus
Ano: 2019
Páginas: 336
Gênero: Literatura Estrangeira / Romance / Jovem Adulto / Ficção

SINOPSE

Blue Echohawk não sabe quem ela é. A garota, que desconhece seu nome verdadeiro e sua data de nascimento, foi criada por um estranho e não frequentou a escola até os dez anos.Aos dezenove, quando a maioria dos jovens vai à faculdade ou segue em frente com a vida, ela é apenas uma veterana no ensino médio.Sem mãe, sem pai, sem fé e sem futuro, Blue é uma estudante difícil, para dizer o mínimo. Durona e sexy, ela é o oposto do jovem professor britânico que decide que está pronto para o desafio de levar a encrenqueira para debaixo de tuas asas.Simplesmente Blue narra a história de uma transformação e fala de uma amizade improvável em que a esperança promove a cura e a redenção se torna amor.



A cada livro que leio desta autora vou me apaixonando perdidamente por suas histórias e escrita ao ponto de se tornar uma das minhas autoras favoritas. Por esse motivo, quando vi que a Editora Verus iria publicar Simplesmente Blue não perdi tempo e na primeira oportunidade adquiri a obra e iniciei a leitura. Inclusive tem resenha de outro dois títulos da mesma autora aqui no blog: Infinito + Um e Correndo Descalço. 


“- Mas, se todos nós fomos esculpidos pelo mesmo lobo sábio - ele persistiu, usando a história para provar seu ponto de vista -, porque é tão importante onde fomos colocados?-Porque muita gente sofre, enquanto outras pessoas parecem ter tudo fácil. E isso não faz sentido para mim do que a lenda indígena.” (pag. 67) 


O livro conta a história da personagem Blue, que aos 2 anos de idade foi abandonada pela mãe e deixada no carro de um estranho. James Echohawk a criou como se fosse sua filha, lhe deu amor, proteção e uma família, no entanto tudo muda quando ele sai de casa e nunca mais volta. Desde este acontecimento Blue tenta construir uma vida social, no qual sente deslocada, pois antes não ia a escola, não possuía identidade e conhecia poucas pessoas e agora se vê morando com uma estranha que diz ser irmã de seu pai, tendo de ir a escola e a fazer novos amigos. Ela nunca havia questionado quem ela é de verdade, mas sua tia lhe revela que quem ela pensava ser sua família na verdade não possui nenhuma ligação sanguínea e que ninguém sabia qual era seu nome de verdade ou até mesmo sua idade. Mas, quem será ela? A medida que ia crescendo Blue passou a esconder o que se sente, se relaciona com outros caras mas sem manter uma relação de apego, até o dia que ela passa a ter aulas de história com o encantador Britânico Darcy que vai fazer com que ela desconstrua sua personalidade difícil que tem como objetivo afastar a todos. Será que ela vai conseguir resistir aos seus encantos?

“-Tem haver com perspectiva - falei, hesitante, dando a voz a repentina revelação. - Não sei o que vocês veem quando olham para isso. -  Apontei para escultura. - Não posso controlar o que enxergam ou como interpretam o que veem, como também não posso controlar o que pensam de mim.” (pag.131)

Blue é uma personagem marcada pelo abandono, por isso toda vez que ela tem de enfrentar algum problema sua reação é fugir. No entanto, desde de pequena tem feito de tudo para se sustentar e criar sua própria independência, trabalhando no café e fazendo esculturas de madeiras da mesma forma com que James havia lhe ensinado. Porém ela não imaginava que suas esculturas de madeira mudariam drasticamente sua vida. 
O professor de História Darcy foi a única pessoa que conseguiu ver potencialidade em Blue. Por esse motivo ele investiu nela, apresentou sua família, lhe deu um lar e o mais importante lhe deu apoio para ela conseguisse ir em busca da verdade sobre sua sua história de vida.
“Abandonar uma criança, interromper uma gravidez. Disse a mim mesma que não dava nem para comparar.” (pag.143)

Serei sincera, esperava que essa história me emocionasse, mas isso não aconteceu. No decorrer da trana só consegui sentir empatia pela personagem. Não consegui sentir tristeza com o caminho seguido por ela, já que apesar das circunstâncias, naquele momento era o certo a se fazer. Desse modo, fiquei muito feliz ao ver seu amadurecimento e crescimento pessoal ao ponto de conseguir lutar e conquistar uma vida diferente, apesar de tudo que havia passado. Posso dizer que, o que realmente me prendeu durante toda a leitura, foi o fato de querer descobrir toda a história de vida de Blue, e o que aconteceu com a mãe dela que a levou a abandonar a filha. E posso dizer que o final foi esclarecedor e que as peças do quebra cabeça se encaixaram perfeitamente. Esta história é narrada em primeira pessoa pela perspectiva de Blue. 

“- Amar alguém significa colocar as necessidades dessa pessoa acima das suas. A qualquer preço.” (pag.227)

A autora conseguiu me surpreender mais uma vez, com um romance diferente apesar de suas características clichês. E o fato de a história não ter me emocionado como eu esperava, não tirou o brilho da trama. Portanto, vale muito a pena dar uma chance a esta leitura e se surpreender com o mistério por trás de quem é de fato Blue e com um romance cheio de imperfeições. Mas, e vocês já tiveram oportunidade de ler este ou outro livro dessa autora? Se interessaram por esta obra? Deixem nos comentários a opinião de vocês, é sempre muito importante e bem vinda. 

Espero que tenham gostado, e por hoje é só.

Até o próximo post

Me acompanhe nas redes sociais:

20 comentários

  1. Olá

    Não conheço nada, nadinha da autora e já me apaixonei pela obra pela capa, porque traz uma sensação de inquietude e procura constante por algo, que deve ser os sentimentos que a Blue sente diante seus dilemas e abandonos familiares.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Eu acho a capa desse livro linda e quero muito ler, não li nada da autora ainda e acredito que vou começar por esse. Adorei ver a sua resenha, deu para perceber o quanto você gostou da leitura e espero que eu possa gostar tanto quanto você

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Ao ler sua resenha pensei o mesmo, que aconteceria uma emoção forte, não apenas empatia. E se não tivesse lido os comentários finais, até desconsideraria a leitura só por isso. Porque pelo contexto imagina que haverá forte emoção né ?!
    Não conhecia a autora, mas fiquei bem curiosa.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Já li alguns livros da autora e gostei da maioria. Acho que esse aqui tem tudo pra me conquistar.
    Valeu pela dica
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem? Li esse livro no final de 2019 e gostei muito! Não foi o melhor da autora na minha opinião, mas é uma leitura que traz muita reflexão sobre a vida e sobre as nossas escolhas ou a falta delas.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  6. Voce tratou com uma maturidade sem tamanho o fato da leitura não te emocionar, queria ser assim hahahaha. Eu também fiquei curiosa pra entender os motivos do abandono e certamente é uma leitura que eu faria, obrigada pela dica. Sem contar que essa capa é maravilhosa.

    ResponderExcluir
  7. Olá...
    Adorei a sua resenha!
    Esse livro está na minha lista de desejados e estou simplesmente loooooouca pra ler! Seus comentários a respeito me fizeram desejar a leitura ainda mais...
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Oiii tudo bem???

    Estou louca nesse livro, vc nem imagina. Muita vontade de ler, e sem dinheiro nem pro ebook. Poxa.
    Adorei sua resenha e fiquei mais ainda com vontade de ler.
    Muito mesmo.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  9. Oi, você está me deixando curiosa para ler os livros dessa autora, esse em especial chamou minha atenção por todos os percalços que a personagem precisa enfrentar.

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem? Eu gosto dos livros da autora, mas ainda não tive oportunidade de ler Simplesmente Blue. Que pena que não emocionou tanto como esperava, mas sei que de qualquer maneira a autora arrasa. Em breve devo ler. Adorei!
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bom?
    Nunca li nada da autora, no entanto, mesmo tendo os seus clichês e não conseguindo te emocionar, fiquei bem curiosa para conferir a leitura e acompanhar a jornada de Blue.
    Anotei a dica e espero poder ler em breve. Adorei a resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem?

    Eu confesso que não conheço o livro, mas adorei a sua resenha. Simplesmente Blue parece ser uma leitura emocionante, fiquei curioso para saber mais sobre a jornada de Blue. Dica anotada!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  13. Não conhecia essa obra, mas fiquei curioso em saber mais dessa história que parece ser intensa e surpreendente. Estarei anotando a dica para em breve estar realizando essa leitura. Aliás, as fotos ficaram lindas, parabéns!!!

    ResponderExcluir
  14. Oie, já ouvi falar da autora mas nada até o momento me chamou a atenção o suficiente para ler os seus livros. O plot desse é interessante mas cheio de clichês, apesar de você dizer que a leitura surpreendeu, eu fico meio receosa. A capa é fantástica, isso é um fato e suas fotos são lindas demais, parabéns.

    Bjs
    Nelmaliana Oliveira (Profissão: Leitora)

    ResponderExcluir
  15. Esta é uma das minhas próximas leituras. Sempre gostei muitos dos livros da Amy, estou querendo muito ler este novo dela. Acho que vai demorar um tempinho até eu poder ler,mas sei que vou amar a leitura.

    ResponderExcluir
  16. Nunca li nada da autora mas já ouvi elogios bem positivos sobre a escrita dela. Bão conhecia essa obra e fiquei bem curiosa para conhecer a história de Blue, e que bom que mesmo não se encantando tanto assim por ela, no final a leitura tenha sido satisfatória.

    ResponderExcluir
  17. Que resenha linda! Ainda não tive chance de ler essa obra, nem nada da autora, mas a forma como você relatou, que sentiu empatia pela personagem, é algo que me desperta um grande interesse. Espero ler em breve! Fiquei muito curiosa com a premissa.

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
  18. Oi Lana, tudo bem?
    Mais um livro com uma proposta muito interessante e porque não dizer, fora comum. Despertou meu interesse não apenas por isso, mas também o teu texto deixou bem claro que é uma história de fazer pensar em como se lida com situações que parecem estar fora do teu alcance.
    Um beijo de fogo e gelo da Lady Trotsky...
    http://www.osvampirosportenhos.com.br

    ResponderExcluir
  19. Olá Lana!!!
    Eu juro que fiquei mexida um pouco com a história, mas o que me intrigou mesmo foi o nome do personagem ser Darcy porque bem vem sempre a minha mente meu "Orgulho e Preconceito".
    Tô endoidando ou tem algo haver??
    Adorei a resenha!!!

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Olá!

    Não conhecia esse livro e nem a autora (onde vivo?), mas achei a premissa muito interessante e lendo sua resenha parecer ser realmente uma história carregada, porém positiva. Com toda certeza ele entra para lista de leitura. Obrigada pela dica.

    Beijos

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar :)!!! Sua opinião é muito importante para mim. Tem um blog? Deixe seu link que visitarei sempre que possível.
*comentários ofensivos serão apagados

Topo