Mini-resenha: livro "RoomHate" ("Amor Imenso"), Penelope Ward

 Olá pessoal, tudo bom? Resolvi fazer algumas pequenas resenhas sobre livros (bons) que já li mas que por algum motivo não resenhei no blog: por ter lido em e-book, por ter lido no Wattpad, por ter pego emprestado e devolvido antes de resenhar, por não estarem mais disponíveis para venda... Seria uma maldade falar sobre um livro e fazer vocês ficarem interessados nele e vocês simplesmente não conseguirem encontrá-lo para matar a curiosidade de lê-lo, né?! Alguns deles eu já havia feito um pequeno comentário no Skoob, mas acho válido trazer também para o blog, pois pode ter leitores que ainda não conheçam esse livros e possam gostar das sugestões de leitura.

resenha, livro, RoomHate, Amor-Imenso, Penelope-Ward, essencia, planeta, romance, blog-literario, opiniao, critica, resumo, capa
 Começarei por "RoomHate", escrito pela Penelope Ward e publicado no exterior em 2016. Quando li a obra, ano passado, nem imaginava que o selo Essência da editora Planeta iria publicá-la no Brasil em 2017, com o título de "Amor Imenso".

 A história é protagonizada por Amelia e Justin. Quando Amelia foi passar um tempo na casa da avó, ela conheceu um garoto que morava na vizinhança, o Justin. Com o tempo, os dois se tornaram melhores amigos, até que na adolescência aconteceu algo e eles se afastaram.

 Anos depois, Amelia herdou a casa da avó, mas o problema é que ela não era a única herdeira. Como Justin era muito querido pela vó da Amelia, a senhora deixou metade da casa para ele também. E parece que nenhum dos dois quer abrir mão da sua parte na casa. E se não bastasse o fato de Amelia não estar passando por um momento muito fácil em sua vida pessoal, ela ainda teria que conviver com Justin, que não veio sozinho, mas com uma namorada, e parecia não querer retomar a antiga amizade. Será que os dois se tornariam inimigos na disputa pela casa?

 Esse é o ponto de partida da trama. Duas pessoas que eram muito amigas no passado, mas cresceram, seguiram caminhos diferentes. Além de um ressentimento pela forma como se separaram anos antes, sempre houve um clima de romance entre eles. E o livro é um romance romântico, só que são tantos obstáculos, mas tantos obstáculos, que o caminho para o final feliz se torna bem longo, o que para mim, que procurava uma leitura mais clichê e leve, quase ficou um pouquinho cansativo. Além disso, a história se passa num período longo de tempo, e eu prefiro tramas que se desenvolvem num espaço menor.
resenha, livro, RoomHate, Amor-Imenso, Penelope-Ward, essencia, planeta, romance, blog-literario, opiniao, critica, resumo, capa

 Por outro lado, ninguém pode reclamar que o relacionamento vai rápido demais. E os desdobramentos tornam a trama mais próxima da realidade, mais crível. Falando sobre um dos obstáculos, por exemplo, o Justin tem uma namorada bacana e é um homem fiel, como a Amelia poderia ter algumas esperança de ficar com ele se havia essa namorada?

 O título nacional combina bastante com a trama, com o tamanho do amor que cresceu entre os personagens, um amor imenso. Por outro lado, o título original faz uma brincadeira com a expressão colega de quarto (roommate) com as palavras quarto (room) e ódio (hate), que é o sentimento que parece predominar no Justin quando ele e a Amelia se reencontram. A capa nacional é bem semelhante à capa estrangeira.

 Detalhes (da edição nacional): 272 páginas, ISBN-13: 9788542209341, Skoob. Onde comprar online: Amazon, Saraiva.

 Por hoje é só, fica a recomendação de leitura para quem curte romances e new adult, especialmente aqueles em que os protagonistas já se conhecem há muitos anos. Essa é uma resenha não tão aprofundada, mas além de me contar se já leram ou conheciam o livro, digam nos comentários se queriam algo a mais na resenha, se sentiram falta de alguma coisa. Lembrando que a ideia é sempre fazer posts do tipo apenas com livros bons, que eu gostei. Até o próximo post.


Me acompanhe nas redes sociais:
9 comentários via Blogger
comentários via Facebook

9 comentários

  1. Oi Mari!
    Adorei a premissa do livro. Gosto desses romances clichês que aquece a gente. Gostei da história entre o Justin e a Amelia. Fiquei curiosa pra saber como vai acontecer a solução da disputa dos dois.
    Abc

    ResponderExcluir
  2. Como diz o título da obra, a história parece ser bem intensa mesmo.
    Estou bem curiosa e animada em relação a obra e espero conferir em breve.
    Parece ser um romance bem delicinha e completo.
    Só vejo falarem bem e isso vem me deixando cada vez mais interessada.
    Beijos
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  3. Oi Mari, a gente está tão acostumada a ler romances assim rapidinho que quando a trama enrola demais a gente até estranha, né? Eu não li o livro ainda, mas já está na minha lista de leituras!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  4. Oi, Maria!!
    Que legal a indicação dessa estória!! Gosto bastante dos livros da autora e adoro livros de romances e new adult!! Sem dúvida quero muito ler essa estória da Amelia e do Justin!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  5. Olá, a ligação entre os protagonistas os tornam cativantes, deixando o leitor ávido para saber o desfecho e se os dois ficam juntos, claro. Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Adorei a ideia de criar resenhas para livros que você já leu há um tempo. Não curto esse gênero literário, mas a premissa desses livros são muito interessantes.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Olá !!
    Já ouvi falar do livro mas ainda não tive oportunidade de le-lo..

    A escrita da Penélope é maravilhosa e tenho certeza que esse livro é muito bom !!
    Bjo

    ResponderExcluir
  8. Mari!
    Que vovó mais esperar em deixar uma herança para os 'netinhos' poderem se reencontrar e se acertarem, né?
    Achei bem inteligente por parte da escritora e desejo que eles consigam perdoar as atitudes do passado e que possam curtir o amor presente com toda intensidade.
    Desejo uma ótima semana!
    “Demore na dúvida...E descubra a sabedoria que insiste em se esconder na ausência de palavras.” (Padre Fábio de Melo)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oii Maria ;)
    Já li RoomHate e adorei! Os personagens são cativantes e a trama é engraçada, apesar de ter um draminha né kkk
    Simplesmente amo new adults, e adoro os livros da Penelope, e com esse não foi diferente. Adorei sua dica e a mini resenha!
    Bjos

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar :)!!! Sua opinião é muito importante para mim. Tem um blog? Deixe seu link que visitarei sempre que possível.
*comentários ofensivos serão apagados

Topo