Resenha: livro "Sedutora Amizade", Kel Costa

 Olá pessoal, tudo bom? Na resenha de hoje venho comentar sobre minha experiência de leitura com o livro "Sedutora Amizade", escrito pela Kel Costa e publicado em 2018 no formato digital na Amazon. Talvez vocês se lembrem que fiz um post de primeiras impressões sobre os capítulos iniciais de "Sedutora Amizade" aqui no blog no mês passado, agora é hora de saber se gostei tanto do restante do livro quanto gostei do começo.

Resenha, livro, Sedutora-Amizade, Kel-Costa, romance, melhores-amigos, kindle-ulimited, blog-literario, petalas-de-liberdade

 Sarah e Michael se conheceram há 12 anos, na lanchonete dos pais de Sarah em Nova York, quando ele tinha 19 e ela 14. Entre um café e outro, eles começaram a conversar e surgiu uma amizade que foi crescendo com o passar dos anos, até que Michael resolveu se mudar para um apartamento melhor e Sarah, querendo sair um pouco da superproteção dos pais (já que ela trabalhava na lanchonete com eles), foi dividir o imóvel com seu melhor amigo.

 Michael era escritor e já tinha publicado 5 livros, sendo que seu mais recente romance policial havia se tornado um best-seller, com uma possível futura adaptação cinematográfica, tornando-o mais conhecido. Ele estava escrevendo um novo livro, também com investigações na trama. O problema começou quando Michael resolveu colocar na protagonista a aparência de Sarah. Até aí tudo bem, a questão é que Michael estava tentando algo novo: uma história com carga erótica, e Melanie, a protagonista idêntica à Sarah, era uma prostituta e dançarina numa boate (o ponto não é a profissão da personagem, pois ela é importante dentro da trama policial que ele estava escrevendo, mas sim essa carga erótica).

 "Essa era a parte que mais me assustava, porque eu não conseguia entender. Eu não era tão bonito. Toda vez que eu dava alguma entrevista e aparecia na televisão ou em vídeos na internet, sentia vontade de enterrar minha cabeça num buraco e nunca mais sair de casa. Eu podia aceitar que se apaixonassem por algum personagem meu, mas não pelo cara que os criava." (nosso mocinho não foi um adolescente muito bonito e quando adulto não fazia muito o estilo sarado, mas tinha sim seus encantos)

 Sarah sempre lia o que Michael ia escrevendo para lhe dar uma opinião, mas ler as cenas eróticas escritas por seu melhor amigo e ter que falar sobre as sensações que essa leitura lhe despertava traria elementos novos para essa relação de amizade. Para Michael, passar dias escrevendo uma história sensual com uma personagem inspirada em sua melhor amiga também estava mexendo com seus sentimentos. Será que essa amizade viraria algo mais com esses dois morando na mesma casa e com os hormônios à flor da pele?

 "Sedutora Amizade" é um livro com protagonistas muito bem construídos. Fica claro ao longo da leitura que a amizade dos dois realmente é uma amizade forte, cultivada por anos. Mas também é possível perceber que havia outros sentimentos menores que ficavam ofuscados pela amizade deles como a atração e o desejo... Durante a adolescência, Sarah tinha uma quedinha por Michael, coisa de garota que se apaixona por todo garoto mais velho, mas pela diferença de idade na época, Michael não correspondia a esse sentimento. O tempo passou e Sarah acostumou-se a vê-lo apenas como seu melhor amigo, um amigo alto, bonito, mas, diferente dela, super caseiro e com um péssimo gosto para se vestir, tanto que muitas vezes era Sarah quem o ajudava a ficar mais apresentável, talvez em troca de ótimas panquecas.

 Mas Sarah não era um anjo, a baixinha tinha cada ideia e colocava os dois em situações bem inusitadas. Imaginem vocês que ela resolveu levá-lo numa boate para que ele visse de perto como seria o trabalho de Melanie, Michael não era de ferro e seria impossível não ficar mexido com a experiência, se é que me entendem, na frente da melhor amiga.

 "— Peach... O que eu faço para sobreviver a isso? A festa está lotada, daquele jeito que eu detesto.
 — Bem, se fosse eu, beberia muito e dançaria muito. Sendo você, tente achar um sofá confortável e espere até que a tal da Gina se canse e queira ir embora." (Michael tentando sobreviver a um evento ser Peach, apelido carinhoso que deu para a amiga)

 Agora, falando sobre assuntos sérios, acertei lá no post de primeiras impressões ao dizer que acreditava que eles também seriam abordados na trama. Chega um ponto da história onde o leitor sente que uma coisa de muito ruim vai acontecer, e acontece! Eu só não imaginava que seria daquela forma e que me deixaria tão tocada. "Sedutora Amizade" também traz uma reflexão sobre abuso sexual e consentimento, assuntos que precisam ser discutidos.

 A narração é feita em primeira pessoa alternando capítulos entre o Michael e a Sarah, o que nos possibilita ter o ponto de vista de ambos. Temos também capítulos em terceira pessoa com trechos do livro que Michael está escrevendo, narrando a história de Melanie que pode estar na mira de um assassino que vem matando outras dançarinas, e o desfecho da trama da prostituta é surpreendente e eletrizante. Terminei "Sedutora Amizade" com aquele "gostinho de quero mais", com vontade de que os capítulos finais, depois do momento mais tenso do livro, fossem maiores para que pudéssemos acompanhar um pouco mais os personagens.

 "— Na verdade, que tal se a gente dormisse aqui mesmo? Bateu um espírito aventureiro em mim!
 — Dormir no sofá é algo radical pra você? — eu ri. — Francamente, Mike. Vou te apresentar ao X-Dog para você entender o que é viver na adrenalina.
 — Quem?"

 A edição tem uma capa bonita e condizente com o perfil dos protagonistas, poucos erros de revisão, detalhes no início de cada capítulo onde consta o nome do narrador.

 Enfim, "Sedutora Amizade" não roubou o posto de favorito de "Fortaleza Negra" na minha lista de livros da Kel que mais amei, mas foi sim uma leitura da qual eu gostei muito e que recomento. É um livro com capítulos curtos, que pode ser lido rapidamente, tem uma escrita fluida que não fica devendo em nada se comparada com a de autores estrangeiros. Preparem-se para um romance divertido e bem quente, que pode levá-los do riso ao choro, e com certeza causará alguns suspiros.

 Detalhes: 296 páginas, Skoob, fan page da autora. Curiosidade: uma das músicas citadas no livro é "Ordinary Love" do U2, vale a pena ouvir! Clique para comprar na Amazon (disponível no Kindle Unlimited):

13 comentários

  1. Oi, tudo bem?

    Fico feliz que tenha gostado do livro. Eu não estou na vibe desse tipo de leitura, mas confesso que seus comentários sobre o livro me deixaram muito curiosa, e o fato de ele trazer uma reflexão sobre assuntos como o abuso sexual e o consentimento são pontos muito positivos. Esse livro já está na minha lista de desejados.

    Beijinhos!!

    ResponderExcluir
  2. Tudo bem? Conheço a escrita da Kel Costa e curto. Mas esse livro não me chamou tanta atenção.
    Não ando no clima para livros assim.
    Na verdade, ando em uma baita ressaca literária.

    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Maria!

    Tudo bem? Nunca li nada da Kel, mas fiquei bastante curiosa sobre essa história por trazer uma premissa tão complexa quando abuso sexual. Realmente é algo que deve ser tratada com muito cuidado para não ser banalizado e nem romantizado.

    Beijinhos - Jessie
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  4. Oii!!


    Tudo bom? QUe bom que você gostou do livro e embora toda a narrativa seja bem clichê pelo enredo deu para perceber que a autora seguiu um percurso diferente, onde tudo começa pela amizade e para que assim o leidor seja conquistado. Não é uma leitura que faria nesse momento, mas sim, gostei e obrigada pela dica. Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oie

    Nossa gente posso dizer que eu já quero?
    Adoro um livro clichê e eu adorei essa questão do livro e tudo mais..

    Não conhecia esse livro é nem a autora, mas já anotei aqui e pretendo ler em breve

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Com uma resenha dessas é impossível não desejar o livro!kkkkkk... Fiquei aqui louca para conhecer o casal e até mesmo a personagem Melanie, do livro que o mocinho está escrevendo.rsrs

    Nunca li nada da autora, mas seu nome não me é estranho. Gosto de histórias sobre relacionamentos que começam de uma amizade, por mais clichê que seja, e quando existe profundidade na história, conteúdo, aí mesmo que sinto vontade de ler. Só espero ter a oportunidade de apostar nessa história!

    Bjs!

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Que delícia de resenha.
    Estava curiosa para saber suas conclusões sobre a trama.
    Ainda não tive oportunidade de ler nada da autora, mas certamente vou começar por essa obra. Como fã de romances esse parece estar bem instigante.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem?
    Eu não conhecia esse livro ainda, mas lendo sua resenha fui ficando cada vez mais curiosa. A premissa do livro é bem bacana, gostei de saber que os personagens foram bem desenvolvidos e a amizade entre eles parece ser bem bacana de acompanhar. Também gostei bastante de saber que o livro aborda o abuso sexual e o consentimento, dois temas muito atuais e interessantes de se abordar em uma história. Enfim, parece ser uma história bem bacana mesmo, por isso vou marcar a dica.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  9. Oi!

    Eu adoro essa premissa de amigos que se amam além do que "amigos". Sempre que vejo livros do gênero, eu leio, então a sua indicação veio na hora certa. Que bom que os personagens são construídos, é o mínimo né? Gosto também da alternância do ponto de vista!

    Enfim, adorei a sua resenha. Anotei a dica :)

    beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oi Maria,
    Estou numa vibe ler romances mais levinhos e com essa temática de amizade e, claro, fiquei interessada em ler esse. Gostei muito de saber que os personagens são bem construídos e que eles tem uma amizade forte, apesar de alguns sentimentos ocultos.
    O livro parece ser leve e indicado para ler entre livros densos.
    Vou anotar a dica.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Eu ainda não li nada da Kel Costa mas tenho bastante curiosidade porque sempre leio elogios para com suas obras. Que bacana que sas primeiras impressões se confirmaram ao longo da leitura, é sempre bom ver nossas expectativas acertadas.
    beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá Mari!!!
    Essa é a primeira vez que estou tendo contato com a autora e digo que esse livro já atiçou minha curiosidade, pois segue um rumo de história que curto bastante.
    Gostei que o protagonista tem um jeito mais contido do que os personagens que conhecemos, apesar dele ser um escritor.
    É uma dica mais que anotada para mim rsrsrs

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem?

    O que msis3 achei interessante, dentro de tudo que você apresentou, além do fato de ter me parecido que os assuntos importantes foram bem tratados, é a questão ds autora ter dado a atenção de terminar a história do livro da historia (deu pra me entender, ne? rs).

    Bem, fiquei curiosa em relação a esse livro.

    Beijo!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar :)!!! Sua opinião é muito importante para mim. Tem um blog? Deixe seu link que visitarei sempre que possível.
*comentários ofensivos serão apagados

Topo