segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Resenha: livro "Desejo à Meia-Noite", Lisa Kleypas (Os Hathaways 1)

 Olá pessoal, tudo bem? Talvez vocês já saibam que eu amo romances de época, não posso ver um que já quero ler. Já li toda a série "Os Hathaways", escrita pela Lisa Kleypas e publicada no Brasil pela Editora Arqueiro entre 2013 e 2015. Ainda não havia resenhado os livros aqui no blog, mas como gosto muito da série, a partir de hoje venho trazer meus comentários sobre ela para vocês (por já fazer algum tempo que li, talvez a resenha fique um pouco diferente do padrão das outras do blog).

 Composta por cinco livros e um conto, cada livro traz o romance de um dos irmãos, mas o grande diferencial da série em relação aos demais livros do gênero é que, além do romance, vamos acompanhando também a história da família Hathaway ao longo dos volumes. Uma confissão: eu li a série bem fora de ordem, primeiro li o quarto (que uma amiga me enviou por engano), depois li o quinto (assim que lançou), depois o segundo (por ter visto uma resenha que me deixou curiosíssima por ele), depois o primeiro e por último o terceiro, então não tem problema ler fora de ordem, mas lendo em ordem a possibilidade de amar a família Hathaway aumenta consideravelmente.

Resenha, livro, Desejo à Meia-Noite, Lisa Kleypas, Os Hathaways, Arqueiro, romace-de-época, ciganos
Foto: blog Uma Reescrita

 O primeiro livro, "Desejo à Meia-Noite", conta a história de Amelia, a mais velha dos irmãs Hathaways, e se inicia em 1848, em Londres. Amelia, o irmão Leo e as irmãs Win, Poppy e Beatrix tiveram uma vida simples e uma infância feliz ao lado dos pais, que também adotaram há 15 anos um garoto cigano, Merripen, que se tornou um homem reservado e uma espécie de sexto Hathaway. Após a morte precoce dos pais, Amelia tomou para si a responsabilidade de cuidar dos irmãos e, aos 26 anos, sua maior preocupação era Leo (dois anos mais velho que ela), que vinha desenvolvendo um comportamento autodestrutivo que havia piorado após ele herdar inesperadamente (após a morte de parentes distantes) o título de visconde poucos meses antes.

 Em uma noite, enquanto procura com Merripen por Leo, ela conheceu Cam Rohan, um cigano que trabalhava num clube para cavalheiros e onde ela achou que Leo poderia estar. Cam ajudou Amelia e Merripen a encontrar Leo, mas naquele pouco tempo em que ele esteve próximo de Amelia, uma atração surgiu entre eles.

 Amelia achava que não mais veria Cam, já que ela e a família se mudariam para Ramsay House, a nova propriedade no campo, herdada junto com o título de visconde. Ramsay House estava em condições bem piores do que ela esperava, o que tornaria sua missão de cuidar da família ainda mais difícil.

 "- Esta casa deveria ser derrubada e usada como matéria-prima para fósforos - resmungou Leo."

 Cam, na verdade, era um mestiço, filho de mãe cigana e pai gadjo (como os não ciganos eram chamados) irlandês. Nos últimos anos, passou a maior parte do tempo como um gadjo, e dizia que tinha a praga da boa sorte: por mais que ele tentasse não acumular dinheiro, todo e qualquer negócio em que ele investia, dava lucros inesperados, fazendo-o um homem rico (o que não era bem visto pelos ciganos e o que não o tornava mais nobre aos olhos da elite da sociedade da época). Seu lado rom/cigano estava começando a falar mais alto e ele estava cansado da vida nas noites de Londres, por isso decidiu que sairia do emprego e iria procurar sua tribo.

 Quis o destino que ele e Amélia se reencontrassem, e talvez vocês já saibam como essa história termina, né? Mas o que vocês não sabem, se ainda não leram o livro, é o quanto é gostoso acompanhar os personagens até a sua união, quantas risadas, quantos suspiros ao longo da leitura!

 Cam é um dos meus personagens favoritos da série, ele não é cabeça dura como muitos mocinhos de romances de época, ele encontra o amor e aceita que viver esse amor possa ser seu novo projeto de vida (ou seu destino, como os ciganos diriam). A cultura cigana é bem mostrada nesse e no segundo livro, e foi muito bom poder saber um pouquinho mais sobre ela. Então, vemos Cam, um cara que se sentia dividido entre viver como um gadjo ou tentar seguir suas origens ciganas levando um vida nômade e livre, mas que decidi ficar com os Hathaways (por mais difícil e estranha que aquela família pudesse ser), pois Amelia lhe trouce o sentimento mais forte e bonito que ele poderia encontrar na vida, Amelia era seu porto seguro, seu lar.

 " - Case-se comigo, Amelia. Você é o que desejo. Você é meu destino. - Ele deslizou a mão pela sua nuca, segurando as tranças e as fitas para manter sua boca erguida. - Diga que sim. - Ele mordiscou seus lábios, lambeu-os, abriu-os. Beijou-a até que ela se contorceu em seus braços, o pulso disparado. - Diga que sim, Amelia, e salve-me de ter que passar uma noite com outra mulher. Dormirei entre quatro paredes. Cortarei o cabelo. Deus me ajude, acho que até carregaria um relógio de bolso, se você assim desejasse."

 Amelia também é uma das minhas personagens favoritas da série, assumiu para si o papel de mãe dos irmãos, e demorou um pouquinho a aceitar que, mesmo podendo dar conta de tudo sozinha, poderia ser mais fácil se aceitasse a ajuda de Cam, e também o amor dele, pois tinha direito a dedicar-se a si mesma também.

 Enfim, "Desejo à Meia-Noite" é um livro que eu gostei e que eu recomendo. A escrita da autora é ótima, os personagens são interessantes e a história é bem construída, do tipo que nos encanta já nas primeiras páginas e nos faz mergulhar na trama e esquecer do resto do mundo.

 Tem romance com ótimas cenas (Lisa Kleypas definitivamente sabe escrever cenas calientes, e também cenas fofas!), tem humor (com Leo e suas tiradas e Beatrix e as confusões que seus bichinhos de estimação nada convencionais causam), traz o significa de família como não só ligações de sangue, mas como um grupo de pessoas a quem se escolheu amar e ajudar, tem cultura cigana, tem um vilãozinho detestável, tem um toque sobrenatural, deixa um certo suspense para o próximo livro sobre se há uma ligação entre Cam e Merripen, e mesmo sendo romance de época, a autora construiu a história de uma forma que não é a época que se destaca, mas os personagens, aquelas vidas.

 Eu ainda poderia dizer muito mais sobre a série, mas como ainda há 4 livros para resenhar, deixarei um pouco para os próximos posts. Por hoje é só, espero que vocês tenham gostado da resenha, a próxima sai ainda essa semana.

 Detalhes: 272 páginas, ano: 2013, ISBN-13: 9788580411492, Skoob, leia um trecho. Onde comprar online: Saraiva.

 Livros da série:
1 - Desejo à Meia-Noite (Amélia)
2 - Sedução Ao Amanhecer (Win)
2,5 - Casamento Hathaway (conto que pode ser baixado gratuitamente na Amazon)
3 - Tentação ao Pôr do Sol (Poppy)
4 - Manhã de Núpcias (Leo)
5 - Paixão ao Entardecer (Beatrix)

Até o próximo post!

Me acompanhem nas redes sociais:
 twitterfacebook | G+SkoobGoodreadsBloglovin (receba os posts do blog no seu e-mail)| Instagram.

27 comentários:

  1. Ao contrário de você eu fujo de romances de época. Rsrs. Mas fico feliz que goste. E achei sua resenha bem legal, então pode ficar tranquila com essa nova experiência que vai dar muito certo!
    Bj
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  2. Essa é uma das capas de livro que namoro a muito tempo, mas ainda não li. Agora que li sua resenha fiquei um pouco curiosa com a história da família Hathaways.
    Assim como a Camila, também não sou muito chegada em romances de época, exceto os que me prendem pela capa.
    Acho que esse será um caso.
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oie.
    Definitivamente eu preciso ler essa série. Já perdi as contas de quantas resenhas da série Os Hathaways eu já li esse ano.
    Amei a premissa e sabe, acho que eu também vou gostar do Cam quando ler o livro, pelo que vc falou já curto ele.
    Fiquei curiosa sobre esse toque sobrenatural, ainda em um romance de época, aaaa curiosa aqui.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Mari. Acredita que tenho os 4 primeiros e ainda não os li? Uma de minhas metas para este ano é ler muitos dos livros que já tenho. Vamos ver se eu consigo. Adorei sua resenha e só fez aumentar minha vontade de ler logo os livros.
    Bjo
    www.viciadosemleitura.blog.br

    ResponderExcluir
  5. Amiga olha eu tenho bastante interesse em fazer a leitura dessa série, porque realmente me parecem ser estórias fascinantes, ainda mais sendo romance de época. Mas eu não tenho eles na minha estante, provavelmente eu compre mais pra frente, porque estou bem curiosa para conhecer essa familia, principalmente a de O Duque e eu que também é bem comentado pelos leitores.

    Amei seu ponto de vista sobre o livro e me parece ser muito bom. E o que achei legal é que dá para ler fora de ordem, mas mesmo assim é sempre bom seguir a sequência mesmo para poder entender ainda melhor tudo que acontece durante a trama de cada um e conhecer também os personagens melhor. Enfim...Espero ler quem sabe...

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/02/resumo-do-mes-de-janeiro-2016.html

    ResponderExcluir
  6. Oi
    Não curto romances de época, mas gosto muito dos detalhes das resenhas.
    Estou correndo de séries longas,mas ao mesmo tempo foi bom saber que os livros não seguem uma sequencia. Bom saber que o livro te fez mergulhar e esquecer o mundo. Adoro leituras assim.
    Acho a capa de todos os livros desta série perfeitas!
    Apesar de não ter me atraído, adorei ver suas considerações.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  7. Conheço várias séries que mostram além do romance, a família em questão. Acho que é uma regra quase, rsrs. Acho diferente quando leio uma obra que não é assim.
    Não li ainda essa série, mas tenho muita vontade de conhecer. Quero começar na ordem como você disse, e ir me apaixonando aos poucos.
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  8. São muitos elogios para com este livro e eu duvido que tantas pessoas estejam errado. realmente, este enredo e esta série fez fãs no mundo todo. Ainda não li, mas quero muito conferir e me apaixonar por esta história também. Achei bem pertinente você ressaltar que ela sabe escrever cenas sensuais e cenas fofas, já até imagino...
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oiii!

    Primeiro, muito legal saber que você leu fora de ordem e não se perdeu ou não perdeu o encanto pela série.
    Eu tenho um livro da autora de outra série e realmente ela escreve maravilhosamente bem. As cenas descritas são geniais e fico feliz em saber que acontece isso nesse livro também.
    Eu não li ainda, mas já estou de olho há um tempinho.
    Gostei da sua resenha! Vou ficar no aguardo das demais!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Olá!

    Amo romances de época, e adoro a família Hathaway, diferente de você, eu não gostaria de ler os livros fora de ordem, porque pegaria muitos spoilers do (s) livro (s) anterior (es), e isso pode acabar estragando a leitura.
    Sou apaixonada pelo Cam, e amo seu lado possessivo, ele fica muito fofo no papel de macho alfa hahaa. A Amelia é legal, mas se preocupa tanto, coitada, que fiquei super feliz quando finalmente teve seu final feliz.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Olá, eu não conheço o livro mas já li da autora o Segredos de uma noite de verão e agora vou ler Era uma vez no outono, Pelo que você falou aqui na resenha, esse é um livro muito bonito e com um romance maravilhoso, acho que esses toques de humor só acrescentam na história.

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Eu sou muuuito apaixonada por romances de época e sou louca para ler os livros da Lisa, pois sempre vejo inúmeros elogios para eles *-*
    Adorei sua resenha de Desejo à Meia-Noite e gostei, mais ainda, de saber que o mocinho, Cam, não é tão cabeça dura, pois, mesmo amando o gênero, isso me irrita as vezes rs.
    Beijos ♥
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi! Não li muitos romances de época até hoje, mas sempre vejo muitos comentários positivos sobre essas série e estou super curiosa para lê-la. Espero conseguir em breve, beijos.

    http://www.eicarolleia.com.br/

    ResponderExcluir
  14. OI!
    Apesar de não ter muitos romances de época na minha estante, eu adoro esse gênero, pois além de ter uma história quente e engraçada, é bacana poder ler fora de ordem, assim você não se sente na obrigação de comprar os outros.
    Achei lagal o diferencial da série ser o fato da autora contar mais da história da família, além de focar no casal.

    www.gordinhaassumida.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oiee ^^
    Eu também gosto muito do Cam, mas o Leo ainda ocupa o cargo de queridinho...haha' é impossível não se apaixonar pelos personagens da Lisa ♥ Gosto muuito dessa série, e ainda não superei o fato de ter acabado...haha' Adoro o fato de os livros serem tão divertidos e apaixonantes, é uma das minhas séries favoritas ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Eu acho a capa desses livros a coisa mais linda do mundo, mas nunca me interessei pela leitura. Talvez se fosse um livro standalone eu ainda arriscava a leitura, mas uma série só se fosse de um gênero que eu ame. O pior é que vejo tantas pessoas falando tão bem dessa série, acho que sou o único ser que não se interessa pela leitura. Mas mesmo não me interessando, voltarei aqui pra ver o que vai achar dos outros da série.

    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  17. Lisa Kleypas, junto com Julia Quinn, é a minha autora favorita. Amo de paixão os livros dela e já li toda a série Hathaway, no momento estou lendo a série "Wallflowers", que estou amando por sinal. Desejo à meia-noite foi o livro mais fraquinho da série, o meu preferido, sem sombra de dúvida, é o do Léo. <333 Sou apaixonada por um libertino, não tem jeito!

    Beijos!

    Books and Movies
    www.booksandmovies.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Ola lindona já estou com esse livro essas capas são lindas demais, adoro a escrita da Lisa fluiu muito bem sempre, o que dizer desse cigano hein, já me ganhou. Vou começar a ler essa série em breve, ótima resenha ressaltando os pontos importantes. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  19. Oi eu também amo romances de época, vem cá me dá uma abraço ♥
    A gente sofre preconceito né? hauhauhauhauha
    Eu ainda não li nada da Lisa, mas quero muito. Esse lado da trama mostrar muito sobre a família me lembra bastante a Série os Bridgertons da Julia, que é uma das que eu acompanho no momento, e eu adoro isso, não há coisa que nos conecte mais com os personagens.
    Assim que acabar a da Julia, tentarei ler essa, beijos ♥

    ResponderExcluir
  20. Olá, tudo bem? Não me apaixonei pelo livro, estou bem neutra em relação a ele, mas no mínimo eu achei interessante a trama, principlamente por se tratar de ciganos, ao meu ver. Eu também sou apaixonada por séries, mas me enjoo muito fácil de uma história, não ei se você também é assim... Mas o que você nomeou como conto 2,5 chamado Casamento Hathaway, ele é um conto ok, mas ele adiciona informações fundamentais para a história ou pode ler a saga inteira sem lê-lo que não fará a menor diferença?
    Sthe - Blog
    http://leesoncre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, não precisa ler Casamento Hathaway, mas se quiser saber como foi o casamento da Win e do Merripen, recomendo a leitura, e acho que é no último livro que tem uma referência ao elefante que aparece nesse conto, e como é um e-book gratuito e super divertido, vale a pena ler.

      Excluir
  21. A sua resenha ficou ótima e chegou a me fazer reconsiderar a ideia de não ler a série para "talvez eu comece durante esse carnaval.rs. Não conheço nada da autora e não sou lá muito fã de romances, mas os de época costumam me atrair não sei por que motivo. A capa também não deixa a desejar em nada e aparentemente a forma como os personagens interagem na obra também deixa tudo mais envolvente.

    ResponderExcluir
  22. Bom, eu já não sou muito chegada em romances de época, acho as capas dessa série um luxo, porém ela não me desperta curiosidade alguma, que bom que as cenas hots são boas e a história tem um bom uso de humor!

    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Oiii,
    Eu li esse livor há um tempo atrás e achei uma gracinha. Adoro romances de época, sempre trazer um história linda e deliciosa de ler. A escrita da autora é mesmo um arraso né, ela nos envolve de uma forma!! Sem contar que a mocinha desse livro é ótima. Adorei sua resenha, Lisa Kleypas é diva!
    Quero ler a nova série dela que a Arqueiro está lançando.

    Bjs
    Aline Lima
    Sempre Nerd

    ResponderExcluir
  24. Olá! Eu amo romances de época, mas ainda não li nenhum dessa série! Achei muuuuito legal o fato de trazer como protagonista o cigano no lugar de um nobre. Acho que a mocinha terá que enfrentar a sociedade para ficar com ele e isso me deixa ainda mais animada pra conferir a leitura :D Com certeza vou dar uma chance, ainda mais depois de uma resenha tão positiva. Adorei seus comentários sobre o livro. Beijos e obrigada pela dica!

    ResponderExcluir
  25. Olá, depois que li alguns livros de época decidi que... Quero me mudar para o século IXX kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk caramba tanto romance maravilhoso e bem escrito, a Lisa ainda não fui agraciada com sua escrita, mas a cada nova resenha lida me enche de vontade de ler.
    Parabéns por instigar no ponto certo o desejo da leitura da obra.

    Beijos

    Giuliana

    ResponderExcluir
  26. Esse parece um romance muito bem escrito hein, aguçou a minha curiosidade, sua resenha está completa, parabéns. A dica da obra está anotadinha aqui! Um beijo

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar :)!!! Sua opinião é muito importante para mim.
Leio todos os comentários, mesmo que nos posts mais antigos. Responderei seu comentário aqui nesse mesmo post. Tem um blog? Deixe seu link que visitarei sempre que possível.
*comentários ofensivos serão apagados