quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Resenha: livro "Enviada", Sérgio Pereira

 Olá pessoal, tudo bem? O livro da resenha de hoje é "Enviada", escrito pelo Sérgio Pereira e publicado pela Editora Selo Jovem em 2014.

Resenha, livro, Enviada, Sérgio-Pereira, selo-jovem, capa, literatura-nacional, serie-eternos, opiniao, critica, trechos, fotos, anjos, anjo-caido, romance, fantasia

 "Muitos acham que sou horrível, sem amor, sem compaixão. Transformaram-me num monstro durante milênios. Mas como esquecer de que eu fui o Anjo mais belo de todos? Se Ele é puro amor, então acho que Ele pôs amor nos seus, não concorda, filho?" (página 8)

 Na história, conheceremos Angela, uma garota de dezesseis anos que morava com o pai e a mãe na Áustria. Ela não tinha uma boa relação com a mãe, que aparentava ter problemas psicológicos e era extremamente super protetora. Os pais de Angela eram brasileiros, mas saíram do Rio de Janeiro na época do nascimento da menina. Quando o aniversário de dezessete anos da protagonista se aproximava, ela recebeu uma visita de uma mulher estranha, um Arcanjo, que veio lhe revelar sua verdadeira natureza: Angela era uma enviada de Deus para combater o mal, e por isso, a partir do seu aniversário, passaria a ser perseguida pelas forças das trevas que queriam matá-la. A única forma de se proteger e cumprir sua missão seria voltar para o Rio de Janeiro, onde estaria sob a proteção dos Arcanjos.

 Num primeiro momento, Angela detestou a ideia de se mudar, pois estava começando a ter uma vida quase normal em Viena, mas um acontecimento trágico e uma certa manipulação acabaram fazendo com que ela fosse para o Brasil. Em nosso país, ela estava enfrentando aquela fase difícil de se enturmar na escola nova, pois logo de cara já foi alvo da antipatia de uma das alunas, Amanda. Apenas Dimitri, um garoto meio nerd, se tornou seu amigo. Até que surgiu Gustav, um garoto com fama de encrenqueiro, mas que chamou a atenção de Angela, e a quem Dimitri queria longe da garota.

 "Se eu era uma Enviada pelo meu Pai, o que Dimitri e Gustav eram? O meu sonho, e o outro meu pesadelo?" (página 79)

 No restante da história, temos um típico triângulo amoroso com Angela dividida entre Dimitri e Gustav, mas não é uma escolha fácil para a protagonista, já que nenhum dos três é um adolescente normal. Angela é uma enviada, Dimitri parece ser um anjo da guarda, e Gustav, pertencente ao grupo dos anjos caídos. Quem a garota escolherá? O quê sua escolha acarretará? Os arcanjos deixarão que ela faça a escolha que quiser? E quem nasceu do mau pode ter algo de bom?

 Eu tinha expectativas elevadíssimas para "Enviada", pois havia visto vários comentários favoráveis sobre ele, de forma que ficou difícil para o livro alcançá-las.

 Eu leio poucos livros com anjos (embora tente sempre variar minhas leituras) e são seres que não despertam muito o meu interesse, talvez por eu achá-los "angelicais" demais e não conseguir vê-los como capazes de nada mais do que o bem, mas isso é uma característica minha, pois já vi vários leitores alucinados por tramas com anjos caídos, e para eles a temática de "Enviada" certamente será mais interessante, especialmente se gostarem de algo mais adolescente. Sobre a forma como o autor apresentou seus anjos, me pareceu que ele se baseou bastante em descrições bíblicas sobre as origens e o aspecto desses seres. Outra característica minha é a de não gostar muito quando alucinações e realidade se misturam, no caso, Angela tem sonhos, e algumas coisas que acontecem são modificadas para não causar pânico nos demais mortais, e como já disse, não é algo que me agrada (ainda mais pelo fato de, em muitos momentos, eu não saber se é um sonho ou se é real, talvez uma fonte diferente na edição pudesse ajudar), embora saiba de outros leitores que gostam.

 "Enviada" é o primeiro livro da série Eternos, e creio que o autor provavelmente vá amadurecer a sua escrita e fazer a história evoluir nos próximos volumes (fiquei especialmente curiosa para saber mais sobre a família do Gustav). É um livro curto, cuja leitura realizei rapidamente e, creio eu, Angela ainda tem muito para aprender e enfrentar.

Resenha, livro, Enviada, Sérgio-Pereira, selo-jovem, capa, literatura-nacional, serie-eternos, opiniao, critica, trechos, fotos, anjos, anjo-caido, romance, fantasia
Resenha, livro, Enviada, Sérgio-Pereira, selo-jovem, capa, literatura-nacional, serie-eternos, opiniao, critica, trechos, fotos, anjos, anjo-caido, romance, fantasia, sinopse
Resenha, livro, Enviada, Sérgio-Pereira, selo-jovem, capa, literatura-nacional, serie-eternos, opiniao, critica, trechos, fotos, anjos, anjo-caido, romance, fantasia
Resenha, livro, Enviada, Sérgio-Pereira, selo-jovem, capa, literatura-nacional, serie-eternos, opiniao, critica, trechos, fotos, anjos, anjo-caido, romance, fantasia, diagramação

 Sobre a edição: acho essa capa linda, pela escolha de cores, letras e imagens, e especialmente pelo acabamento brilhante. Há uma ilustração no início de cada capítulo. As páginas são amareladas e lisas. A diagramação traz margens, espaçamento e letras de bom tamanho, e há alguns erros de revisão.

 Detalhes: 200 páginas, ISBN-13: 9788566701258, Skoob, página no Facebook. Onde comprar online: loja da editora (tem em e-book na Amazon, e, se não me engano, a continuação também já saiu em e-book e se chama "Escuridão").

 Por hoje é só, me contem: já conheciam o livro ou o autor? Gostam de histórias com anjos?

Até o próximo post!

Me acompanhem nas redes sociais:
 twitterfacebook | G+SkoobInstagramYouTube| Snapchat: marijleite_pdl

5 comentários:

  1. Olá! Também não gosto muito de histórias com anjos. Eu acho que eles ficam "humanos" demais nas histórias. Enquanto os anjos caídos ficam "bonzinhos" demais.
    Eu tbm não entendo de onde as pessoas tiram a diferença entre anjos caídos e demônios. Já que, biblicamente falando, os anjos caídos são os demônios.
    Mas, de qualquer forma, o livro não me interessou, então passarei a dica dessa vez.
    Beijos,
    sigolendo.com.br

    ResponderExcluir
  2. olá, tudo bem

    Eu comprei este livro ano passado e ainda não li. Mas ele está aqui na fila aguardando sua vez. Acho a capa muito interessante, e assim como você não sou muito de ler livros com anjos, mas como é de um autor nacional e o Sergio é uma simpatia, resolvi arriscar. Espero ler em breve e gostar.

    beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Apesar de gostar muito de histórias com anjos, a obra não me chamou atenção, talvez pela semelhança com outras histórias que eu tenha lido.
    Gostei bastante da sua resenha e da sinceridade com que falou sobre a história.
    Beijos.

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá.
    Não conhecia o autor e nem o livro, eu confesso para você que a história me pareceu bem legal, mas não gosto muito de livros de anjos, leio, mas não muito.
    Vou dar uma procurada mais sobre o livro :D
    Sua resenha está show, parabéns.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem? Adorei sua resenha trazendo aspectos positivos e aspectos negativos. Sou fã de leituras sobrenaturais e triângulos amorosos que são bem construído, ou seja, tem um motivo para que ocorra essa dúvida. No Enviada acho que aconteceu esse caso e fiquei curiosa. De fato é muito difícil pra quem não é fã do gênero gostar de anjos e anjos caídos já que não é coisa comum.
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar :)!!! Sua opinião é muito importante para mim.
Leio todos os comentários, mesmo que nos posts mais antigos. Responderei seu comentário aqui nesse mesmo post. Tem um blog? Deixe seu link que visitarei sempre que possível.
*comentários ofensivos serão apagados