sábado, 30 de julho de 2016

Resenha: livro "Próxima Parada"

 Olá pessoal, tudo bem? Hoje trago a resenha de "Próxima Parada" uma antologia que reúne sete contos num e-book gratuito, e que é foi o primeiro lançamento da Duplo Sentido Editorial.

Resenha, livro, Próxima-Parada, contos, ebook, duplo-sentido-editorial
 Eu conheci a Duplo Sentido Editorial através de alguma postagem da Thati Machado no Facebook,  de quem sou amiga na rede social. A Thati é blogueira e escritora (dela, já li e resenhei "Ponte de Cristal"), e mesmo sem conhecê-la pessoalmente, é uma pessoa que admiro muito. E se tinha um conto da Thati, eu já queria ler! Fiquei aguardando ansiosamente a editora liberar o download da antologia, e assim que foi liberado, baixei e comecei a ler.

 Todas as histórias tem um ônibus como cenário principal e adolescentes como protagonistas, vou falar um pouquinho sobre cada conto.

 O primeiro é "Idas e vindas", da Bruna Fontes, traz a história da Marina e do Henrique. Eles se conheciam e rolava um clima entre eles há um bom tempo, mas nas idas e vindas da vida iam se aproximando e afastando, parecia que seus caminhos nunca se encontravam na hora certa, até que o Henrique decidiu mudar isso e aprontou uma cena no ônibus que deixou a Marina: "Uma mulher livre e danada da vida"!

 Dois personagens com estilos diferentes cujas vidas pareciam se afastar, felizmente um deles resolveu solucionar a questão, quantas histórias reais vemos onde as pessoas simplesmente não correm em busca do que querem e ficam sofrendo por sua falta de coragem!

 "Eu não soube o que responder de imediato. Honestamente, eu não soube o que responder e ponto. Jamais saberia, porque aquele ônibus ainda estava em movimento. A vida ainda passava como borrões do lado de fora da minha janela e eu ainda era apenas uma garota de dezessete anos completos, trevosa, carregadora de livros gigantescos na mochila, e adoradora de metáforas. Eu sabia apenas o que eu tinha e o que não tinha, mas não sabia todas as respostas."

 O segundo conto é "Sete Minutos" da Júlia Braga, que também traz a história de dois amigos, a Vanessa e o Eduardo, que estavam com a amizade um pouco abalada, meio sem jeito um com o outro, depois de terem passado sete minutos num armário escuro por causa de uma brincadeira, e o que aconteceu lá dentro foi algo importante e sobre o qual os dois precisavam falar.

 Primeiro beijo, inesquecível e cercado de dúvidas para a maioria das pessoas, independente de se ser menino ou menina! Ainda trouxe uma nostalgia ao mostrar uma amizade bonita que começou na infância.

 Thati Machado escreve a terceira história, "Transbordante", que traz dois meninos como protagonistas. Marcos e Naldo eram amigos, mas quando Naldo revelou ser gay, Marcos se afastou dele para não ser vítima da homofobia e bullying na escola. Os anos se passaram, e eles estabeleceram uma rotina que consistia em trocar HQs no ônibus, até o dia em que Marcos resolveu voltar a falar com o Naldo, que ainda estava bastante magoado pelo forma como foi tratado no passado. O que o Marcos poderia estar querendo agora?

 Foi doloroso ver a forma como Naldo foi hostilizado por sua orientação sexual e como isso o machucava.

 "Todos ao meu redor haviam me isolado numa droga de bolha gay, como se fosse algo contagioso."

 Em "Querer é poder", da Vanessa S. Marine, conheceremos Hugo, um garoto que não era tímido, mas ficava todo sem jeito quando estava perto de Maristela, que estava no mesmo cursinho que ele.

 "― Quanto tempo será que vai demorar para esse ônibus chegar, hein? ― ela perguntou.
 'Ok, Hugo, respira fundo. É só uma garota. Maristela é só uma garota” pensei comigo mesmo enquanto a encarava ali, ao meu lado no ponto de ônibus.'
― Não sei. ― disse, voltando a encarar meus all stars (eu simplesmente não conseguia
falar e olhar para ela ao mesmo tempo)"

 Maristela gostava de clássicos e se interessava por coisas não muito comuns para jovens de sua idade. Hugo precisava de um método diferente para aprender e tinha um certo medo de se arriscar.

 "Acho que ser adolescente tem muito mais a ver com liberdade. Ou a falsa liberdade que pensamos ter… ― ela divagou enquanto encarava ainda o banco da frente. ― As primeiras vezes, a ansiedade, a paixão pela vida e pelas pessoas e coisas… Ninguém precisa ser da geração Justin Bieber pra ser jovem."

 Na conversa entre os dois, no ônibus, talvez Maristela não conseguisse fazer com que Hugo se tornasse mais confiante sobre sua vida, mas certamente seria um início.

 "― Eu só estaria com medo se eu estivesse me condenando a um caminho que eu sei que não me fará feliz. Cinema é o que eu mais amo, então lá é o meu lugar. Por que lutar contra isso? É o que eu quero.
 Eu a encarei, ouvindo atentamente.
 ― E querer é poder, sim. ― ela continuou ― Eu serei referência no que eu quero fazer, simplesmente porque eu quero fazer aquilo. Porque eu sou feliz fazendo aquilo."

 Mel Geve escreveu "Espelho", onde Augusto estava cansado num ônibus, assim como todos os outros passageiros pareciam estar. Mesmo assim, ele quis ser gentil e ceder um assento para alguém que precisasse mais que ele, mas ficou indignado ao ver que o banco foi ocupado por uma pessoa que, aparentemente, não merecia.

 "Por causa de uma freada, Augusto sentiu o corpo inteiro sendo levado pra frente e por um instante desejou soltar a mão que agarrava a barra verde limão e cair. Ah, o chão parecia tão confortável, tão acolhedor…"

 Felizmente, ele e essa pessoa puderam se aproximar durante a viagem, e Augusto descobriu que, muitas vezes, a primeira impressão não é a verdadeira.

 "Juntos" da Tamara Soares, talvez seja o conto mais intimista e, por isso, posso não ter conseguido captar todos os seus significados. A protagonista, Estela, parece guardar alguns ressentimentos do ex-namorado, mas um tempo para pensar durante uma viagem de ônibus poderia lhe fazer bem.

Resenha, livro, Próxima-Parada, contos, antologia, marcelle-cambeses, personagem-trans,

 E, por fim, vem "Os cinco estágios", escrito por Marcelle Cambeses, o meu conto preferido do livro! Foi o que mais gostei não só pela ótima e sensível escrita da autora, mas também por trazer um protagonista trans, nascido em um corpo de menina e sofrendo ao tentar viver nele segundo as imposições da sociedade, mas que com o auxílio de uma garota gentil que conheceu no ônibus, Manuela, encontraria forças para se encontrar e se aceitar como realmente era.

 "Meu coração aperta com as lembranças, mal cabendo em si de alegria por saber que enfim nos reencontraremos. Que hoje o ônibus que me transporta todo dia para a rotina da escola e do trabalho não me leva a obrigações, mas àqueles novos ares de prazeres, de lazeres, de vontades que me acometem toda vez que penso em você."

 Eu já li um livro onde há uma personagem trans, mas ela era coadjuvante e não foi possível conhecê-la profundamente, já na história de Marcelle, vi os sentimentos do protagonista de uma forma muito clara, seus conflitos e medos, sua transformação. Deixo meu agradecimento à ela por ter me permitido entender um pouquinho mais da questão.

 "Dei a brecha, apesar de saber que a minha presença andava meio boneca russa: quanto mais você despia as minhas fachadas, mais eu ia sumindo." (Nunca tinha pensado nessa analogia com boneca russa.)

 Enfim, "Próxima Parada" é uma antologia de contos curtos, todos muito bem escritos, bonitos e gostosos de se ler. Tem beijo gay sim, tem temáticas adolescentes que trarão nostalgia aos leitores já adultos ou que farão com que eles revirem os olhos diante de certos comportamentos, mas em resumo: vale muito a pena ler!

 O último conto é ainda mais especial, pois de uma certa forma, todas as histórias se encontram, e é possível entender o motivo do mau humor do motorista bigodudo que sempre aparecia, essa a gente deixa passar, Seu Zé!

 Não é um livro impresso e sim um e-book, mas para mim, que li em pdf no celular, foi uma leitura confortável pelo tamanho das letras, margens e espaçamento, além de ter uma boa revisão e uma capa linda!

 Detalhes: 77 páginas, Skoobclique aqui para baixar gratuitamente (disponível em pdf, epub e mobi).

 Por hoje é só, espero que tenham gostado da resenha. Me contem: já conheciam alguma das escritoras? Qual conto parece ser o mais interessante?

Até o próximo post!

Me acompanhem nas redes sociais:
 twitterfacebook | G+SkoobInstagramYouTube| Snapchat: marijleite_pdl

6 comentários:

  1. Oi Maria
    Fiquei bem curiosa! Adorei a capa e quero ler tbe.
    Adorei a dica, obrigada! Depois te conto
    Bjs, querida.

    www.maeliteratura.com

    ResponderExcluir
  2. Oi flor, tudo bem?
    Estou louca para ler este livro, fiquei apaixonada pela capa e pela editora. Mal chegou no mercado e já tem uma imagem tão forte e bonita! Gostei bastante da resenha, contando um pouco de cada conto e nos deixando com muita vontade de ler eles todinhos!

    O blog tá lindo, to encantanda!

    Att.,
    Eduarda Henker
    Queria Estar Lendo

    ResponderExcluir
  3. Oie.
    Eu adoro contos e um livro com vários deles é estimulante.
    Achei bem legal e diferente a temática do livro, porque eu e minha amiga sempre vivemos aventuras no ônibus na volta pra casa da escola ou na ida.
    Vou procurar por ele no link que você anexou, estou querendo muito ler e é sempre bom valorar os nacionais.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Olá, que capa mais gracinha <3

    Adoro livros de contos...já quero!

    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Oi!!
    Não conhecia essa editora e fui dar uma espiada nas redes sociais e sites e já baixei o livro para conferir os contos. Amei isso de o ônibus ser o cenário principal, adorei o que você falou dos contos e só me deixou com mais vontade de começar a leitura.
    Amei a dica e vou começar a ler os contos hoje mesmo.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Gostei bastante dos contos. Todos falam sobre momentos bem importantes na vida dos jovens e adolescentes. Sobre se descobrir e descobrir como se relacionar com as pessoas à nossa volta.
    Não costumo ler contos, pois acho eles muito curtos e fico com vontade de quero mais, mas esse parece ser bem divertido.

    Beijos, Lara.
    http://www.psiuvemler.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar :)!!! Sua opinião é muito importante para mim.
Leio todos os comentários, mesmo que nos posts mais antigos. Responderei seu comentário aqui nesse mesmo post. Tem um blog? Deixe seu link que visitarei sempre que possível.
*comentários ofensivos serão apagados