TOP COMENTARISTA DE ABRIL

TOP COMENTARISTA DE ABRIL
Seu comentário pode te dar o livro "Ninfeias Negras", clique na imagem para saber como participar! E quanto mais você comentar, mais chances tem de ganhar!

domingo, 24 de julho de 2016

Resenha: conto "O escaravelho de ouro", Edgar Allan Poe #12MESESDEPOE

 Olá pessoal, tudo bem? Hoje trago a resenha do sétimo conto do desafio literário #12MesesdePoe, a leitura escolhida para julho foi "O escaravelho de ouro", publicado em 1843.

Resenha, conto, O-escaravelho-de-ouro, Edgar-Allan-Poe
Fonte: fan page 12 meses de Poe
 O conto é um pouco maior do que os anteriores, traz um narrador que costuma visitar o amigo William Legrand em uma ilha. O amigo mora lá com um criado, Jupiter, um negro já idoso que toma conta do rapaz. A maior diversão de Legrand parece ser procurar objetos exóticos na praia. Eis que, em certa visita, o narrador se depara com William super empolgado pro uma nova descoberta: um escaravelho (espécie de besouro) dourado, algo nunca visto até então. Legrand desenha o inseto para o amigo, que acha que o desenho está mais parecido com uma caveira, o que deixa o desenhista bem chateado e acaba por resultar na fim da visita e na saída do narrador da casa dele.

 Dias depois, o criado Jupiter vai levar uma carta de Legrand para o narrador, e conta que o patrão está muito esquisito, não parece normal. Preocupado, ele acompanha o idoso até a casa do amigo, e encontra William com um plano bem estranho que inclui fazer o pobre Jupiter subir numa árvore enorme.

 "– Mas, por tudo que é misterioso neste mundo, o que o seu “sinhô Will” vai fazer com foices e pás?
 – Daí é mais do que eu sei, e o diabo me leve se eu não acho que é mais do que sinhô Will sabe também. Mas é tudo coisa do inseto."

 No mês passado, eu tinha dito que "O enterro prematuro" havia sido o primeiro conto que eu realmente tinha gostado no desafio, e hoje venho dizer que gostei ainda mais de "O escaravelho de ouro"! Foi uma leitura que já me prendeu nos primeiros parágrafos, o vocabulário era compreensível, o cenário e os personagens eram interessantes e podiam ser imaginados com facilidade. Eu "fui junto" em cada virada da história, também acreditei que o William Legrand podia não estar bem das ideias, e fui me surpreendendo de uma forma boa conforme as coisas foram sendo reveladas e com a inteligência do Will. O conto traz uma caça ao tesouro, algo que me fascina desde criança, e para não perder a marca de Edgar Allan Poe, o último parágrafo traz uma hipótese bem sombria.

ilustração, "O escaravelho de ouro", Edgar Allan Poe
Ilustração do artista Yan' Dargent baseada no conto "O Escaravelho de Ouro", publicada no artigo "Edgard Poë et ses oeuvres" (Edgar Poe e suas obras, 1862) de Jules Verne. Encontrei na Wikipédia.
 Fica aqui a minha recomendação para que leiam "O escaravelho de ouro" e meu agradecimento à Anna Costa, a criadora do projeto #12MesesdePoe por ter colocado o conto no desafio (saiba mais sobre o projeto na página do Facebook).

 Por hoje é só, espero que vocês tenham gostado da resenha (quem quiser ver as resenhas dos meses anteriores é só clicar aqui). Me contem: gostam de histórias de caça ao tesouro?

Até o próximo post!

Me acompanhem nas redes sociais:
 twitterfacebook | G+SkoobInstagramYouTube| Snapchat: marijleite_pdl

8 comentários:

  1. Que ilustração fantástica! Não conhecia... Adorei esse conto, embora Metzengertein continue sendo o meu favorito. Ele é muito envolvente e me prendeu do início ao fim. Adoro contos de mistério e aventura. Esse me lembrou muito a "Ilha Perdida" (que li quando era crinaça e estava prestes a entrar na adolescência). Não que tenha a ver, mas é a atmosfera, eu acho. ❤

    ResponderExcluir
  2. Olá! Nunca li nada do Poe, mas sempre leio muitos elogios, então tenho curiosidade. Não gosto muito de ler contos, mas esse pareceu interessante. Caça ao tesouro é divertido, instiga o leitor a chegar logo ao fim. Acho que daria uma chance. ^^
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. mlr, ainda nem tive tempo de ler o meu... geralmente leio pro final do mÊs mas tive uns imprevistos e acabei atrasando... mas hoje mesmo eu vou ler pra resenhar... eu li tem muitos anos, é um dos que mais gosto tb... fico feliz que a cada mês você tá curtindo ainda mais os contos...
    bjs :D

    ResponderExcluir
  4. Oi, nunca li nada do Poe, mas pretendo ler no mês de outubro que é o mês de terror, pois sei que seus contos tem essa pegada e são muito bons e esse conto não parece ser diferente. Vou anotar a dica para começar por esse.
    bjus

    ResponderExcluir
  5. Olá, nunca li nada do Poe porém sempre ouvi coisas positivas sobre a escrita e os livros deles. Acho que por causa do filme que saiu hoje esse ficou mais conhecido e o que mais desperta meu interesse. Adorei sua resenha e ela só me incentivou mais <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. OOI!
    Vejo varios comentários positivos mas ainda não me interessei, e duvido que vou , acho que por conta do gênero e premissa. Ótima resenha!

    Beijoos!
    http://estantemineira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá, você acredita que ainda não li nada do autor, mesmo gostando muito do gênero, nossa que vergonha.
    Adorei sua resenha, parabéns!

    Abraços

    ResponderExcluir
  8. Tô feliz demais que você tem gostado dos contos! De verdade! Sabia que um dia você leria algum que ia gostar, hahaha! <3
    Obrigada pelo apoio de sempre!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar :)!!! Sua opinião é muito importante para mim.
Leio todos os comentários, mesmo que nos posts mais antigos. Responderei seu comentário aqui nesse mesmo post. Tem um blog? Deixe seu link que visitarei sempre que possível.
*comentários ofensivos serão apagados