quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Resenha: livro Incrível, Sara Benincasa

 Olá pessoal, tudo bem? O livro da resenha de hoje é Incrível, escrito pela Sara Benincasa e publicado no Brasil pela Editora Única em 2015.

Resenha, livro, Incrível, Sara Benincasa

 Incrível foi lançado em julho pela Única, parceira do blog. Eu estava bem em dúvida sobre qual livro da editora solicitar para resenha (quero tantos!), mas acabei escolhendo Incrível por ter achado a capa bonita, a sinopse interessante e por a história ser inspirada em O grande Gatsby, livro que tenho vontade de ler. O que posso dizer agora é que Incrível é realmente incrível!

 "Antes de chegar a Nova York para o verão, imaginei que seria a rotina habitual, a cada dia - acordar quando minha mãe berrasse comigo, comer um pouco de sua comida incrível, mergulhar nos livros, fazer um intervalo pro almoço, cair nos livros de novo e jantar em casa sozinha enquanto ela fosse a algum evento social. Claro que inevitavelmente haveria momentos em que ela me arrastaria contra minha vontade até o evento beneficente da Sociedade de Horticultura ou algum evento entediante, e em alguns dias eu talvez tivesse vontade de dar uma caminhada até a praia, mas, na maior parte do tempo, minha vida seguia um padrão bem familiar.
 Então, Jacinta Trimalchio entrou em minha vida e tudo mudou." (página 136)

 O livro é narrado em primeira pessoa por Naomi Rye, uma garota de 17 anos, filha de pais separados. Ela mora com o pai em Chicago, tem uma melhor amiga lésbica, Skags. Todos os anos, Naomi vai passar o verão com a mãe, em East Hampton, "o playground dos abastados e dos que trabalham para eles". Naomi não gosta muito dos verões com a mãe, a rainha dos cupcakes, a garota não é fã daquele universo de riqueza e ostentação.

 Mas o novo verão começou já com mudanças. Ao invés de ir direto para a casa da mãe, Naomi foi "obrigada" por ela a pegar uma carona num helicóptero com Delilah, uma modelo em início de carreira, o namorado de Delilah (Teddy, que foi ator quando criança) e Jeff, amigo do casal. Apesar de rica, Delilah sempre foi educada com Naomi quando elas se encontravam em verões anteriores.

 Além de um possível estreitamente da relação entre os 4 adolescentes, a exótica residência ao lado da casa da mãe de Naomi foi alugada por uma famosa e misteriosa blogueira de moda. Jacinta Trimalchio é o nome da nova vizinha, que educadamente convida Naomi para uma festa na mansão.

 Naomi decide ir, e assim começa uma nova amizade. Jacinta é encantadoramente excêntrica, tanto no seu jeito de se vestir quanto em seu jeito espontâneo e animado de ser. E ela se aproxima de Naomi, transformando completamente seus planos de um verão comum.

 "Quer dizer, a garota estava usando chinelo felpudo de coelhinho no gramado da frente da casa de alguém, nos Hamptons, em pleno sol matinal e, era evidente, não estava dando a mínima caso alguém a visse." (página 120)

 Inicialmente, Jacinta fez um pedido para Naomi: ela queria conhecer Delilah. Naomi não via motivos para não realizar o encontro entre as duas. Mas a relação de Jacinta com Delilah guarda segredos que, ao final, tornam aquele verão trágico, impossível de ser esquecido.

 "- (...) Você disse que a Delilah vem às 13 horas, certo? Acho que vou pedir à empregada para fazer os biscoitos para saírem do forno meio-dia e meia, e estarão na temperatura certa, à uma hora. Mas, e se a Delilah chegar cedo? Se for 12h45, os biscoitos talvez estejam muito quentes. E se ela chegar tarde, eles podem esfriar demais.
 Ela andava de um lado pro outro, falando consigo mesma, quase como se eu nem estivesse ali. Eu nunca tinha visto uma garota tão nervosa para conhecer outra garota." (página 121)

 Incrível já me surpreendeu em suas primeiras páginas, pelo estilo de narração da autora, super fluido e gostoso de se ler. A história em si também é muito boa, bem construída. Mas os personagens são o grande destaque. Eu me identifiquei demais com a Naomi, assim como ela, eu acredito na bondade dos meus amigos e tento respeitar a individualidade deles, se eu acredito que eles são bons, jamais vou levar mais em conta a opinião dos outros do que a visão que eu tenho deles. E nem sempre a gente se sai bem com isso. Acho que o trecho abaixo foi a melhor frase do Teddy.

 "- Você é uma boa garota, Naomi! Berrou Teddy atrás de mim. - Todas as garotas deveriam ser tão boas quanto você!" (página 162)

 Jacinta é surpreendente, é impossível não sentir empatia, não torcer por ela mesmo que as coisas não estejam muito boas. Uma garota que criou um super blog, que fez tanta coisa em nome de um objetivo que não era muito racional, Jacinta é inesquecível.

 "- A Vogue me acha incrível?
 - Completamente - disse Alyssa." (página 112)

 "Jacinta olhou surpresa pra ela. Acho que ela começava a notar que Olivia não tinha a melhor das intenções. Jacinta era meio misteriosa e possivelmente mentirosa, ou, no mínimo, bem exagerada, mas ela não era asquerosa. Acho que ela não tinha um fiapo de crueldade naquele corpo magrinho." (página 149)

Resenha, livro, Incrível, Sara Benincasa, Hampton, Unica, trechos, quotes, opinião, comprar
Resenha, livro, Incrível, Sara Benincasa, Hampton, Unica, trechos, quotes, opinião, comprar, contracapa, sinopse, feminismo
Resenha, livro, Incrível, Sara Benincasa, trecho, Unica Editora

 Achei a capa do livro realmente muito bonita, tem a ver com a história, e gostei da combinação de cores. A diagramação está ótima, com margens, espaçamento e letras de bom tamanho. E as páginas são amareladas e tem uma textura porosa. Infelizmente, encontrei alguns erros de revisão.

 Enfim, Incrível foi um livro que eu gostei muito e que recomendo! Naomi é uma garota admirável, humana, inteligente, amiga de verdade. Talvez muitos adolescentes e jovens vivam situações parecidas com a dela de alguma forma; mesmo que nunca tenha frequentado o universo de riqueza dos Hamptons, podem ter que lidar com a separação dos pais ou com a negligência de um deles, podem conhecer pessoas novas nas férias, e ainda assim continuar correndo para aquele amigo antigo, que por mais diferente que seja sua personalidade, certamente vai ter um bom conselho para dar, podem estar em um relacionamento com uma pessoa que talvez não seja muito bacana, podem ficar sem saber o que fazer diante de um dilema. Certamente, Incrível vai tocar o leitor em algum momento.

 Pelo que vi da história de O grande GatsbyIncrível fez uma boa homenagem à história em que se inspirou, a autora acertou em cheio ao trazer a trama para os dias atuais. Gostei de ver como a relação entre Naomi e a mãe foi abordada, Naomi consegue reconhecer as qualidades da mãe em meio a tantos defeitos. A amizade da protagonista com Skags também foi muito bacana, mesmo que elas estivessem longe na maior parte da história, conversavam sempre que era necessário. A questão da homossexualidade e do machismo* foi muito bem abordada.

 * Eu ia dizer que o livro é super recomendado para quem simpatiza com o feminismo, por trazer personagens que se declaram feministas, mas se você não simpatiza, faça de conta que não leu esse parágrafo.

 Recomendo Incrível para todo mundo, por ser uma leitura cativante, uma boa história, que nos surpreende, diverte e emociona. Nos faz pensar sobre a importância de não abandonarmos os nossos princípios. Se mais livros da Sara Benincasa forem publicados no Brasil, com certeza vou querer lê-los.

 "Eram olhos repletos de esperança — esperança irracional, espantosa e, às vezes, até irritante. Esperança de que, de alguma forma, tudo daria certo, mesmo quando estava claro que seu sonho lhe escapava como areia por entre os dedos de uma criança."

 Detalhes: 256 páginas, ISBN-13: 9788567028675, Skoob. Onde comprar online: SubmarinoSaraiva.

 Por hoje é só, espero que vocês tenham gostado da resenha. Quem aí já leu ou quer ler Incrível? Ah, ontem eu postei a resenha de um outro livro muito bom da Única: O Teste, para conferir é só clicar aqui.



Até o próximo post!

Me acompanhem nas redes sociais:
 twitterfacebook | G+SkoobGoodreadsBloglovin (receba os posts do blog no seu e-mail)| Instagram.

28 comentários:

  1. Oi Mari,
    Realmente o livro parece ser "incrível", kkkkkkk
    não sério, eu gosto de livros com temas jovens e sendo uma releitura de O Grande Gabtsy, deve ser mesmo muito bom.
    Adorei a dica,
    bjs,
    Luana
    www.blogmundodetinta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. aaiin to com ele aqui e agora mais que nunca QUERO LEER, vou pegar hoje e ler um pouco antes de dormir *-*

    ResponderExcluir
  3. Olá, poxa vida não conhecia o livro ainda e me encantei com ele através da sua resenha, nossa quero muito ler, gostei da trama, gostei do enredo, deve ser muito gosto de ler

    ResponderExcluir
  4. QUE LIVROS GOSTOSO, amei, e que capa PERFEITA, com uma historia mais perfeita ainda, me surpreendeu.

    ResponderExcluir
  5. Sinceramente! Não tenho vontade de ler, mas é uma ótima dica.
    Bela resenha.

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  6. Achei o livro oportuno para o público juvenil, não é algo que leria hoje. mesmo com resenha tão elogiosa, mas indicaria para minha irmã.

    ResponderExcluir
  7. hun, acho perigoso fazer releituras ou inspirações em clássicos, então não sei se o livro me 'desceu' sem travar... meio que teen demais pro meu gosto, então, passo a leitura...

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Eu já estava querendo esse livro, sua resenha só reforçou que preciso dele para ontem!
    Espero comprá-lo na Bienal!
    Ótima resenha!
    Beijos!

    www.livrosdajess.com

    ResponderExcluir
  9. Oi, achei bem bacana ser inspirado em um clássico tão aclamado e que tenho vontade de ler com urgência. Não conhecia Incrível, mas curti a premissa e fiquei bem curiosa para saber qual tragédia seria essa que aconteceria e mudaria o verão. Me pareceu uma leitura bem leve e rápida apesar da tragédia citada, eu o leria sim, gosto de livros assim.

    bjs

    ResponderExcluir
  10. Olá, eu estou louca por esse livro, não sei porque não solicitei com a editora ainda! Com certeza será o próximo, parabéns pela sua resenha!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem?
    Eu acabei de ler esse livro a ADOREI. Não li O Grande Gatsby, mas fiquei super curiosa e pretendo comprá-lo.
    Beijos <3

    ResponderExcluir
  12. Oi, Maria!
    Gostei bastante da sua resenha, mas a história não me atraiu. Ela me lembra outros livros que li e não curti muito e acredito que eu poderia me decepcionar. Não descarto a leitura, mas não vou ler por agora.

    Beijos
    http://www.breakingfree.blog.br/

    ResponderExcluir
  13. Oie!!!
    Eu sempre tive muita curiosidade em ler esse livro porque todas as resenhas que jpa li sobre ele foram bastante misteriosas.
    A sua não foi tanto mas me deixou com bastante vontade de ler mas de uma forma diferente porque agora já sei mais ou menos o que esperar.
    Adorei.
    ;**

    ResponderExcluir
  14. Olá, mesmo se tratando de jovens o tema parece ser um tanto quanto maduro, acho isso importante para não ficar infantil. Acho que vou requisitar ^^
    Angel Sakura
    www.euinsisto.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem?
    Vi incrível entre os lançamentos da editora e achei a capa dele realmente muito linda!
    Não sabia que ele é inspirado na história de O Grande Gatsby que é um dos meus livros favoritos então não sei se curtiria essa leitura.
    Não gosto muito dessa onda de pegar uma história já pronta e ficar recriando nos dias atuais...

    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  16. Simpatizei muito com a história, ela parece ser muito boa mesmo.
    Fiquei curiosa.
    Gosto de temas que dão um certo impacto.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  17. Eu tinha visto o livro na livraria por um preço bem acessível, mas não me interessei muito no momento. Agora me arrependo porque saber que ele foi inspirado em O Grande Gatsby é incrível! hahaa Amo OGG e a premissa de Incrível me lembrou um pouco o enredo de Gossip Girl. Não sei, talvez seja só impressão, mas fiquei muito animada pelo livro. Espero ter oportunidade de fazer a leitura.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Oi Maria, tudo bem?
    Não conhecia, mas parece um livro Incrível! Hahahahaha!
    Não se se terei oportunidade de lê-lo tão cedo =/
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  19. Oii, nunca tinha ouvido falar nesse livro mas ele parece ser mesmo incrivel, mesmo não gostando de personagens na capa eu gostei dessa :D

    Abraços!
    http://lendocomobiel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. O livro parece ser muito bom mesmo hein?! Quem sabe eu não o inclua na minha lista de leitura.

    ~Glaucia - www.leitorait.com

    ResponderExcluir
  21. Ah, gostei do livro, sim! E adorei a capa e a diagramação, acho que combinaraam! :D

    ResponderExcluir
  22. Fiz um comentário, mas não apareceu que foi nem nada, então estou refazendo. rsrs
    Eu adorei a leitura do livro, realmente é leve e gostosinho de fazer. Adoro tramas mais jovens. E que final foi aquele? D:
    Beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  23. Eu tenho que admitir que pela sinopse e titulo, esperava mais do livro, mas gostei da premissa e achei realmente legal, espero ler o livro em breve.
    Fiquei curiosa para saber mais sobre a narrativa da autora e sobre a Naomi já que você se identificou muito com ela.
    Adorei sua resenha, como sempre muito bem escrita e critica. Os quotes escolhidos são perfeitos <3

    ResponderExcluir
  24. Não conhecia o livro, e ele não me encantaria muito em um primeiro momento, mas você amou a leitura, e sua resenha está tão positiva que me deixou curiosa sobre ele. Deve no mínimo ser uma leitura que vale a pena.

    LETRAS COM CAFEÍNA

    ResponderExcluir
  25. Achei muito bacana a premissa desse livro, de não abandonar nossos príncipios e trazer temas como o feminismo, machismo e homossexualidade.
    Além da capa ser linda, o conteúdo parece daqueles que tem muito a nos fazer refletir. Vou adicionar a minha lista de desejados

    ResponderExcluir
  26. Incrível é realmente incrível! Incrível o que disse hein? Haha. Apesar de você ter gostado tanto do livro, ele não me chamou a atenção e a culpa não é do "feminismo" haha. Só não me atraiu tanto assim.

    ResponderExcluir
  27. Oie, tudo bom?
    Nossa, esse livro realmente tem elementos instigantes. Achei ele ousado e diferente do que eu tinha imaginado quando olhei sua capa. As inspirações são boas e bem interessantes. Parece discutir bons assuntos.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Oi Mari.
    Amei o jeito que fez essa resenha e a premissa gostei bastante, além do fato da capa ser muito linda.
    Eu e meu vício chamado Leitura

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar :)!!! Sua opinião é muito importante para mim.
Leio todos os comentários, mesmo que nos posts mais antigos. Responderei seu comentário aqui nesse mesmo post. Tem um blog? Deixe seu link que visitarei sempre que possível.
*comentários ofensivos serão apagados